Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Curta nossa página

Umanas

Micropigmentação de aréolas resgata autoestima de mulheres

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Gabriel Haesbaert


A micropigmentação tem se tornado tendência, principalmente entre mulheres que querem aperfeiçoar traços do rosto, como sobrancelhas, lábios ou contorno dos olhos. Mas muito além da estética, esse procedimento é um forte aliado na recuperação de mulheres que enfrentaram o câncer de mama, e como consequência, a perda de um, ou até dos dois mamilos. Trata-se da micropigmentação paramédica, técnica utilizada para reconstruir ou aprimorar o aspecto visual da aréola e mamilo, além de disfarçar cicatrizes após mastectomias ou cirurgias plásticas estéticas e reparadoras.

“Essa é considerada a última etapa nesse processo tão doloroso que é a luta contra o câncer de mama. É o ponto final depois de inúmeras quimioterapias, perda de cabelo e perda das mamas. É a recuperação da aparência de uma parte do corpo muito significativa para as mulheres, por isso, significa também o recomeço de uma nova vida”, aponta Aline Martins, especializada em micropigmentação paramédica.

A micropigmentação atinge a derme superficial da pele. “Utilizamos agulhas e pigmentos variados. Eles são implantados simulando sombras e texturas, dando um efeito realista”, aponta Andressa Martins, irmã de Aline que também é especialista na técnica em micropigmentação. O segredo é fazer com que o trabalho permita que as duas mamas fiquem o mais parecidas possível, por isso, em muitos casos, mesmo que o procedimento seja necessário em apenas uma delas, é importante fazer nas duas, igualando tons. Assim, o resultado fica ainda melhor.

Para um efeito perfeito é importante que o procedimento seja realizado por um profissional qualificado, que saiba fazer uso das técnicas necessárias para dar a aparência de realidade ao desenho. “Algumas pacientes querem recuperar a aparência que tinham antes da mastectomia, outras preferem um desenho menor, com um tom de pele diferente. O objetivo é chegar ao tão esperado efeito realista e contribuir para a autoestima dessas mulheres”, esclarece Aline que também já passou pela luta contra o câncer e sabe como esse momento pode ser emocionante.

A profissional que trabalhava como designer de interiores, se aproximou da atual profissão depois de passar pela perda das mamas. “Durante o meu tratamento foi muito difícil enfrentar as mudanças, são golpes muito duros para a nossa autoestima. Por isso, decidi mudar de área e me dedicar à micropigmentação paramédica, o que para mim, tem sido muito gratificante. Sei como essa etapa é importante na retomada da autoconfiança das pacientes”, afirma Aline.

Motivação

É comum que pacientes que já passaram pelo doloroso processo da mastectomia não queiram fazer a reconstrução do mamilo por meio cirúrgico, com enxerto, já que há também há o risco de necrose. Portanto, a micropigmentação surge como alternativa para essas mulheres. Kátia Santana, paciente que venceu a luta contra um câncer de mama, já havia decidido manter o seio sem mamilo, até que optou pela micropigmentação e se surpreendeu com o resultado.

“Na véspera da mastectomia, eu tive medo de não aceitar meu novo corpo. Temi me deprimir por causa da falta do mamilo no seio em que a doença foi detectada. Quando coloquei o silicone fiquei feliz com o resultado, e me apeguei ao seio sem mamilo. Até que conheci a Aline em um evento do outubro rosa, onde fotografamos nossas cicatrizes. Ela também teve câncer de mama e ao me ver seminua disse que gostaria de fazer os meus mamilos. Abri meu coração e decidi que estava na hora de dar esse passo, e que seria incrível fazer isso com alguém que entenderia o quanto aquele momento era especial e importante. Foi indescritível a emoção de me olhar completa de novo. Chorei quando vi parte do trabalho pronto, e chorei ao me olhar no espelho”, relembra Kátia.

As irmãs Andressa e Aline embarcaram na atividade movidas pela motivação presenciada em casos como o de Kátia. A parceria entre as duas ultrapassou o campo familiar e há cerca de um ano deram início a um novo modelo de negócio: a Umanas Micropigmentação. Além dos atendimentos convencionais, as irmãs atendem também pacientes que não têm a possibilidade de arcar com os custos do procedimento. Para esses casos, as especialistas reservam um atendimento no mês.

Brasília Ambiental

Castração de cães e gatos na Estrutural começa segunda (14)

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Tony Winston/Agência Brasília

As cirurgias da campanha de castração de cães e gatos do Brasília Ambiental terão início nesta segunda-feira (14), a partir das 8h, na unidade do Castramóvel que ficará estacionado na Administração Regional da Cidade Estrutural.

O órgão divulgou o resultado dos 500 animais inscritos para atendimento em ordem alfabética. Basta procurar pelo nome do tutor para visualizar a data em que está previamente agendado o atendimento do animal. Para acessar a lista, clique aqui.

Na listagem foi indicado, também, o horário que o tutor deve comparecer à unidade móvel. Em caso de necessidade de modificação do dia da cirurgia, basta ligar para o número (61) 99635-7925 e reagendar nova data.

Em 2019, o Brasília Ambiental realizou 4.257 atendimentos de animais com campanhas realizadas em Taguatinga, Ceilândia, São Sebastião, Paranoá e Santa Maria.

Continuar lendo

Sábado, 12 de outubro

Confira o que abre e o que fecha no feriado do Dia das Crianças

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Nilson Carvalho/Agência Brasília

Neste sábado (12) é feriado nacional, Dia de Nossa Senhora Aparecida – e, também, Dia das Crianças –, e, com isso, parte dos serviços públicos do DF, pontos turísticos e equipamentos culturais terão horário diferenciado de funcionamento.

Confira o que abre e o que fecha

Shopping centers e supermercados funcionarão normalmente, segundo a Federação do Comércio do Distrito Federal (Fecomércio). Bares e restaurantes também estão preparados para receber a população em horário regular. No comércio, as farmácias que não estiverem em regime de plantão também poderão abrir suas portas.

Os hospitais regionais, o Samu e as Upas também funcionam normalmente. Já o Hemocentro e as unidades básicas de saúde (UBS) estarão fechados, inclusive aquelas que usualmente funcionam aos sábados.

Quem queria aproveitar o dia para buscar os serviços oferecidos pelo Na Hora vai ter que esperar um pouco mais. Neste sábado, todas as unidades estarão fechadas e só voltam a funcionar na segunda-feira, a partir das 7h30.

Os 14 restaurantes comunitários também estarão fechados neste feriado. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, os estabelecimentos voltam a servir as refeições (no valor de R$ 1), a partir de segunda (14), de 11h às 14h.

O transporte coletivo sofrerá alterações para ampliar a oferta à população. Segundo a Secretaria de Mobilidade, os ônibus vão circular com a escala comum de sábado e não de feriado. O que significa que 60% da frota estará em operação. E não 40%, como ocorre nos feriados.

Já a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) vai disponibilizar os trens em horário semanal rotineiro, das 5h30 às 23h30.

Programação especial

Mesmo dia em que se comemora o Dia das Crianças, o sábado está repleto de atrações culturais e diversão para a criançada. O Jardim Zoológico abre normalmente, de 8h30 às 17h, com programação especial.

Quem quiser contemplar a natureza poderá desfrutar de momentos especiais em qualquer um dos parques ecológicos do Brasília Ambiental, que funcionarão normalmente. Outra opção é o Jardim Botânico, que abrirá os portões para receber as famílias em horário usual, de 9h às 17h.

A tradicional feira de sábado na Ceasa-DF também está garantida. O Mercado Livre do Produtor (Ceasa-DF) vai funcionar como o habitual, de 5h às 14h.

Cultura

A Secretaria de Cultura informa que a Biblioteca Pública de Brasília e o Centro de Dança estarão fechados entre esta sexta-feira (11) até o domingo (13) para dedetização. Os dois espaços voltam a atender o público a partir de segunda-feira (14).

Já o Centro Cultural de Planaltina e o Espaço Cultural Renato Russo (W3 Sul) estão abertos com programações especiais.

A Biblioteca Nacional de Brasília abre sábado e domingo de 8h às 14h. Já a Casa do Cantador funciona no sábado, de 8h às 23h, e estará fechada no domingo.

O Centro Cultural Três Poderes – funcionamento normal nos dois dias, de 9h às 18h. O Cine Brasília tem programação normal, confira aqui. O Complexo Cultural Samambaia: sábado e domingo aberto de 8h às 20h.

O Memorial dos Povos Indígenas funciona no fim de semana, de 10h às 17h. E o Museu Vivo da Memória Candanga terá funcionamento normal, de 9h às 17h.

Por fim, o Museu Nacional da República estará aberto à visitação das 9h às 18h30. E o Museu do Catetinho,  de 9h às 17h.

Segurança

Para garantir a festa em paz, a Secretaria de Segurança informa que todas delegacias do Distrito Federal estarão funcionando 24 horas ininterruptamente. Entram, também, no mesmo regime de plantão, três especializadas: Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) e as duas delegacias da Criança e do Adolescente (DCA I e DCA II).

Para controlar o trânsito, o Detran-DF e o DER-DF vão trabalhar em esquema de plantão de fiscalização e ações educativas. Os três centros de atendimento ao Turista (CATs) localizados na Praça dos Três Poderes e nos setores hoteleiros Sul e Norte, funcionarão normalmente, de 9h às 18h.

Continuar lendo

Desenvolvimento econômico

BRB e CNC firmam acordo para facilitar crédito no Centro-Oeste

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação

O Banco de Brasília (BRB) firmou acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e vai oferecer acesso ao crédito a todas as entidades sindicais ligadas à CNC no Centro-Oeste, área de atuação do Banco, incluindo empresas e pessoas ligadas ao SESC (Serviço Social do Comércio) e ao SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial). A oferta de produtos e serviços, em condições diferenciadas, vai contribuir para o desenvolvimento econômico de toda a região.

O acordo de cooperação firmado na sede da CNC, no Rio, prevê, por parte de todas as empresas vinculadas aos sindicatos e federações, acesso às linhas de crédito destinadas a investimento e produtos e serviços do BRB voltados às micro, pequenas e médias empresas. Permite, ainda, preferência ao BRB no atendimento de produtos de seguros e na movimentação de aplicações financeiras.

Entre os benefícios previstos no acordo com a CNC, taxas de financiamento a partir de 0,92% a.m., prazo de até 120 meses e carência de até um ano para o pagamento da primeira parcela; capital de giro a 0,92% a.m. e prazo de 60 meses; 100% de desconto na primeira anuidade do cartão empresarial e conta garantida com taxas de 1,02% a.m. Outras facilidades também serão oferecidas para as empresas que optarem por trazer a folha de pagamento para o BRB. Um cartão Co-Brand faz ainda parte do pacote.

As condições especiais também estarão disponíveis para os trabalhadores filiados aos sindicatos da CNC, que vão ter à disposição 10 dias sem juros no cheque especial; financiamento imobiliário com taxas a partir de 7,50% a.a.; seguro residencial a partir de R$ 19,90; 10% de desconto (sobre a melhor proposta de mercado) para seguro auto.

“A parceria entre o BRB e a CNC marca um novo posicionamento do BRB, mais próximo ao setor produtivo. O acordo vai permitir a oferta de um portifólio completo como forma de auxiliar o desenvolvimento econômico de todo o Centro-Oeste”, afirmou o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

O governador do DF, Ibaneis Rocha, e o secretário de Economia, André Clemente, acompanharam a cerimônia de assinatura. Aos presidentes de federações de comércio de diferentes Estados, Ibaneis Rocha destacou a importância de Brasília e do esforço para desonerar tributos, ajustar as contas e reativar o setor produtivo. “Estamos trabalhando para colocar a cidade no eixo do desenvolvimento. Brasília tem um potencial grande, facilidade logística, um dos melhores aeroportos do País e possibilidade de investimento muito grande”, disse.

O governador também ressaltou os investimentos que estão sendo feitos no BRB, em especial na área de tecnologia, “com o objetivo de alavancar o desenvolvimento de toda a região”.

Para a CNC, José Roberto Tadros, o acordo com BRB fortalece o sistema S e no Centro-Oeste e vai render bons negócios. “Vislumbro um belo futuro. Abrimos um importante canal de negociação”, afirmou.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2019 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - SIG Quadra 01, Lote 385, Platinum Office, Sala 117 - Brasília-DF - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores.