Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Primeira dose

DF assume primeiro lugar no ranking de vacinação contra a Covid no Brasil

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Breno Esaki/Agência Saúde-DF
Agência Saúde-DF

O Distrito Federal ocupa o primeiro lugar no ranking de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Até a última sexta-feira (5), 3,2% da população já tinha sido vacinada, um total de 97.793 pessoas contempladas com a primeira dose do imunizante. A Secretaria de Saúde começou a vacinação no DF no dia 19 de janeiro e, a partir desta segunda-feira (8), inicia a aplicação da segunda dose da CoronaVac.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, lembra que é importante que as pessoas fiquem atentas para a data da segunda dose da vacina, assinalada no cartão de vacinação. “O início de mais essa etapa significa um passo importante na busca pela imunização. Os profissionais de saúde da rede pública estão de parabéns por todo empenho e dedicação num momento tão difícil que estamos vivendo no combate à pandemia.Também agradecemos todo o apoio do governador Ibaneis”, acrescentou Okumoto.

Também na sexta-feira (5), a Secretaria de Saúde divulgou os dados consolidados por público vacinado até quinta-feira (4). Foram 53.973 trabalhadores da saúde, das redes pública e privada (serviço hospitalar), 37.704 idosos acima de 80 anos, 1.701 pacientes e cuidadores do Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (Nrad), 109 deficientes institucionalizados e 95 indígenas vacinados. Totalizando 93.582 pessoas.

A Secretaria de Saúde esclarece que, de acordo com o cronograma, a segunda aplicação pode ser realizada de 14 a 28 dias, contados a partir da aplicação da dose 1. A CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A segunda dose da vacina de Oxford/AstraZeneca começará a ser aplicada em meados do mês de abril.

Publicidade
Comentários

Aulas começam dia 8

Primeiro lote do Cartão Material Escolar começa a ser pago nesta sexta (5)

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação

Os créditos do Cartão Material Escolar começam a ser depositados nesta sexta-feira (5). No primeiro lote, recebem aqueles que já possuem o cartão físico, entregue no ano passado, e cujas famílias ainda fazem parte do programa Bolsa Família, do governo federal, no ano de 2021. Para quem está na educação infantil e no ensino fundamental, o auxílio é de R$ 320. Estudantes do ensino médio recebem R$ 240. As aulas começam no próximo dia 8, de forma remota, e, mesmo para atividades em casa, muitos materiais são necessários.

As listas dos materiais foram atualizadas e aprimoradas. Neste ano, permanece incluído o chip para dispositivo móvel, que viabiliza a instalação do aplicativo Escola em Casa DF, necessário para acesso à plataforma Google Sala Aula com os pacotes de dados pagos pela Secretaria de Educação.

A diversidade de opções é grande, para que todos acompanhem as aulas com tranquilidade, sem ter de se preocupar com a falta de nada. Os itens vão desde jogos, pedagógicos, brinquedos, caderno, cartolina, lápis de cor e papel A4, como também mochila, agenda, calculadora de bolso, pen drive, dicionários de português, inglês e espanhol, a depender de cada etapa. Tudo foi elaborado pelas equipes pedagógicas da Secretaria de Educação, com base no currículo adotado pela rede.

Também houve aumento no número de produtos em relação ao ano anterior. Na educação infantil, eram 45 itens e agora são 47. No ensino fundamental – anos iniciais, eram 46 produtos e hoje são 49. Nos anos finais, de 28 itens, o total aumentou para 29. No ensino médio, eram 23 e agora são 25. Para a educação especial, são 171 itens.

Os valores podem ser usados nas papelarias cadastradas no programa em todo o DF. Para conferir se o crédito foi feito, basta ligar no 156, opção. Neste primeiro lote, são beneficiados 59.671 estudantes de 38.152 famílias. O total investido é de R$ 18.348.480,00.

Dicas para compra

1. No caso da educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, confira com a escola o material necessário. A relação é de produtos permitidos para compra com o cartão, mas não significa que sejam todos obrigatórios.

2. No caso da educação especial, são 171 itens, ao todo, mas é preciso verificar com a escola quais materiais, dentre estes, são os indicados para cada estudante, conforme a necessidade.

3. Sempre é bom fazer uma pesquisa de preços. O fato de as papelarias estarem credenciadas não significa que todas pratiquem os mesmos valores.

4. A compra não precisa ser feita em um único estabelecimento.

5. E mais: não precisa gastar tudo de uma única vez. As compras podem ser feitas até o dia 23 de maio de 2021.

6. Quando as atividades presenciais retornarem, em data ainda a ser definida pela Secretaria de Educação, o material de uso coletivo, como resmas de papel, deverá ser entregue na escola.

7. Fique atento ao site da Secretaria de Educação e às redes sociais, #educadf, para acompanhar as novidades e orientações.

Listas de materiais

Pagamento

Os créditos são feitos em três lotes. Após este primeiro, ainda em março, será a vez dos novos estudantes que se matricularem no prazo regular. A terceira fase vai contemplar os novos estudantes que efetivarem matrícula no período de vagas remanescentes e tem previsão para abril. Em ambos os casos, o Banco de Brasília (BRB) irá confeccionar os cartões e a Secretaria de Educação vai divulgar, oportunamente, a forma de entrega e as datas de pagamento.

Em 2020, o cartão Material Escolar atendeu mais de 106 mil estudantes de 68 mil famílias, com investimento de R$ 33 milhões.

Confira a lista de papelarias cadastradas no programa.

Continuar lendo

Centro Interescolar de Línguas

CILs abrem inscrições para toda comunidade a partir desta quinta-feira (4)

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Fotomontagem/AVB

A Secretaria de Educação (SEE) abre inscrições para vagas disponíveis para a comunidade nas unidades do Centro Interescolar de Línguas (CIL). A partir desta quinta (4), até o dia 8 de março, interessados podem fazer cadastro exclusivamente de forma on-line, em link a ser disponibilizado no site da secretaria.

Para o primeiro semestre deste ano, há vagas nos cursos de espanhol, francês, inglês e japonês disponíveis nos 17 CILs. O resultado do sorteio eletrônico será divulgado no dia 10 de março, a partir das 18h, também pelo site da SEE. As matrículas dos contemplados deverão ser confirmadas nos dias 11 e 12, eletronicamente, por meio do envio da documentação para o e-mail do CIL onde o candidato vai estudar.

As vagas ofertadas à comunidade são as que não foram preenchidas por estudantes da rede pública de ensino do DF. Assim, passam a estar disponíveis ao público em geral, de acordo com a Lei Distrital nº 5.536/2015. Para a comunidade, é feita apenas uma chamada.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2015-2021 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense