Curta nossa página

Covid-19

Vacinômetro: DF já conta com 70% da população vacinável imunizada

Publicado

Vacinômetro
Foto/Imagem: Breno Esaki/Agência Saúde-DF
Agência Saúde-DF

O Distrito Federal alcançou a marca de 70,72% da população vacinável com as duas doses ou a dose única da vacina contra a Covid-19. Ao todo, 1.751.562 pessoas receberam duas doses e 58.363, a dose única. Os dados são divulgados diariamente na página do Vacinômetro DF.

“O objetivo do GDF é aumentar ainda mais a população totalmente imunizada. A Secretaria de Saúde não tem medido esforços para oportunizar a vacina a toda população. É um avanço a ser comemorado alcançar esse percentual de imunizados, mas sabemos que temos que continuar intensificando o nosso trabalho de convencimento da população para que busque a primeira dose e não se esqueça de voltar para tomar a segunda”, afirma o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero.

O Governo do Distrito Federal (GDF) estimula a vacinação por meio de campanhas nas mídias sociais e divulga em seus canais oficiais os efeitos positivos alcançados com a imunização. A queda na taxa de transmissão da covid-19, hoje em 0,69, redução do número de casos e óbitos e baixa nas internações pela doença (hoje a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 48,21%) são exemplos da eficiência da vacina no combate ao novo coronavírus.

Dia D

No próximo dia 20, o GDF promoverá uma grande ação de mobilização, com intuito de aumentar o número de pessoas vacinadas contra a covid-19. O “Dia D” levará a vacina a pontos estratégicos do DF, como feiras populares e a Rodoviária do Plano Piloto. O objetivo é alcançar o maior número possível de pessoas que ainda não se vacinaram e aumentar, assim, a cobertura vacinal.

“Vamos levar a vacina para mais perto ainda da população. Sairemos da rotina da vacina apenas nas unidades de saúde e a disponibilizaremos em locais de grande movimentação de pessoas”, destaca Divino Valero.

No Dia D também haverá aplicação da segunda dose e doses de reforço e adicional. No entanto, os imunizantes para esse público, além da primeira dose para adolescentes, serão aplicados nas unidades básicas de saúde.

Balanço

A primeira dose foi aplicada em 2.265.422 pessoas, cuja cobertura vacinal atingiu 87,91%. De acordo com as faixas etárias, a procura pela D1 foi maior nos grupos com 70 anos ou mais, alcançando o percentual de 100%. Nos indivíduos entre 60 e 69 anos, o percentual é de 99%. A procura pela vacina é maior que 80% nos grupos de 40 a 49 anos e de 12 a 29 anos. A faixa etária que menos foi aos pontos de vacinação para iniciar o ciclo vacinal é a dos adultos entre 30 e 39 anos, cuja procura está em torno de 77,2%.

A segunda dose ou a dose única alcançou 100% do público com 65 anos ou mais e a faixa etária de 50 a 59 anos. O percentual de D2 maior que D1 nestes grupos ocorre porque algumas pessoas do Distrito Federal receberam a D1 em outros estados e a D2 em solo brasiliense, ou, pelo fato de pessoas de outros estados terem recebido a segunda dose no DF.

Quem tomou a primeira dose da Pfizer ou AstraZeneca, pode receber a segunda dose após 56 dias. Já àqueles que foram vacinados com a CoronaVac, o prazo é de 14 a 28 dias, conforme marcação no cartão de vacina. A dose de reforço é aplicada em idosos com 60 anos ou mais e profissionais de saúde que receberam a D2 há pelo menos seis meses. Até o momento, 156.004 pessoas receberam o reforço.

A dose adicional é aplicada em pessoas com imunossupressão grave que receberam a segunda dose há pelo menos 28 dias. Os locais de vacinação são divulgados diariamente no site da Secretaria de Saúde.

Atualizado em 13/11/2021 – 10:59.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade