Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Cine Brasília

Orquestra Sinfônica faz concerto comemorativo nesta terça (5)

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Gabriel Jabur/Agência Brasilia


A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) prepara um concerto especial para comemorar o Dia Nacional da Cultura, celebrado nesta terça-feira (5), no Cine Brasília, com entrada franca. Os portões são abertos às 19h15 para idosos e pessoas com deficiência e às 19h30 para o público em geral.

“Será um concerto com obras de compositores brasileiros, do passado e atuais”, explica o regente da Sinfônica, Cláudio Cohen. Na pauta, os cem anos do nascimento de Claudio Santoro e 60 da morte de Heitor Villa-Lobos. Ney Rosauro, contemporâneo, é compositor radicado em Brasília, com intensa carreira internacional como percussionista, assim como o jovem André Mehmari, um dos expoentes da nova geração nacional. 

Sobre a série Bachianas Brasileiras, do carioca Villa-Lobos, Cohen explica: “Da Nº 1, para orquestra de violoncelos, à Nº 9, para coro a capela, o ciclo dessas composições de Villa-Lobos é fascinante pela sua riqueza formal e diversidade de concepção. A Nº 6 é um dueto para flauta e fagote, dois instrumentos nos extremos da palheta sonora”. 

Cohen entende que “as Bachianas são, decerto, no mundo inteiro, a mais bela e mais complexa homenagem que se prestou à grandeza do Barroco e a seu maior representante, Johann Sebastian Bach” (1685-1750). Daí o nome da série do compositor brasileiro.

As Bachianas Nº 1 serão executadas pelo naipe de violoncelos da OSTNCS, que tem como primeiro violoncelista Rodolpho Borges. “Estou muito feliz; é sempre um prazer enorme executar uma obra dessa complexidade musical, carregada de nuances e grande beleza”, diz o músico, natural de João Pessoa (PB). Ele pontua ainda que o violoncelo era o instrumento preferido de Villa-Lobos.

Sobre as Bachianas Brasileiras Nº 6, para flauta e fagote, o fagotista da Sinfônica Flávio Lopes diz que a peça faz parte do estudo do instrumento pelas dificuldades técnicas que impõe, tratando-se de uma obra de virtuosismo que lembra todas as características da música brasileira, tanto no que diz respeito ao fagote quanto à flauta.

Frevo para dois pianos, de Claudio Santoro (1919-1989), foi escrito para a pianista Neuza França, autora do Hino Oficial de Brasília, e falecida em 2016. “Estreou no auditório da Escola de Música de Brasília, durante o Festival de Verão, acompanhada por coreografia de Gisèle Santoro”, rememora Cohen. A coreografia em versão orquestral gravada foi apresentada em 7 de dezembro de 1980, no Teatro Dulcina, de acordo com o maestro.

A obra de Ney Rosauro é uma orquestração do Concerto nº 1 para vibrafone e orquestra. “Eu fiquei fascinado pela beleza da obra e sugeri ao compositor que a transcrevesse para orquestra, de onde surgiram os três episódios dedicados a mim”, conta o regente da Sinfônica, que destaca da peça “sua extrema brasilidade e ritmo”.

A obra Variações sinfônicas sobre um tema de Ernesto Nazareth, de André Mehmari, foi encomendada e gravada pela Orquestra Sinfônica de São Paulo. O tema é o tango Fon-fon! (1913), do pianista carioca e compositor de choros e sambas, referência a uma revista popular que circulou na então capital federal e berço dos gêneros, Rio de Janeiro, entre 1907 e 1958. 

Cohen destaca que Mehmari faz, na obra, uma grande viagem musical com citações a Villa-Lobos e ao compositor russo Petrovich Mussorgsky, do conhecido “Grupo dos Cinco”, de corte nacionalista, transitando ainda pelo choro e jazz.

Publicidade

36 curtas

CineBaru: Mostra de cinema gratuita e on-line começa nesta quarta-feira (28)

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Bruno Graziano

A 5ª edição do CineBaru – Mostra Sagarana de Cinema acontece entre os dias 28 de abril e 2 de maio. Ao longo de cinco dias serão exibidos 36 curtas-metragens produzidos nos estados da Bahia, Goiás, Minas Gerais e no Distrito Federal. Os filmes podem ser acessados de forma gratuita ao longo dos cinco dias do evento pelo site www.cinebaru.com.br.

Neste ano, a mostra contou com a inscrição de 135 produções audiovisuais. Foram selecionados 36 curtas-metragens, sendo 27 filmes para a Mostra Competitiva Regional e 9 filmes para a Mostra Sertãozin (infantojuvenil). A curadoria, composta por integrantes da equipe e convidadas externas, teve um olhar especial para filmes dirigidos e/ou protagonizados por mulheres, negras, negros, indígenas e LGBTQIA+.

Na última noite do evento, um júri composto por cineastas, produtores culturais e ativistas anunciará na live de encerramento o melhor filme da Mostra Competitiva Regional e reconhecerá outras três produções audiovisuais com menções honrosas. Os troféus, produzidos pelo artesão Valdiney Carvalho, serão enviados aos ganhadores.

O objetivo da mostra segue inabalável: democratizar o acesso ao cinema e fortalecer a produção audiovisual realizada no território baiangoneiro. “A mostra busca trazer um olhar sensível para esses territórios e celebrar o cinema no sertão-cerrado, sua diversidade, suas tradições, povos e lutas”, afirmam os integrantes do coletivo Ecos do Caminho, idealizadores do evento.

Ao longo de seus 5 anos de existência, o CineBaru já recebeu 682 inscrições e exibiu 150 filmes de forma presencial e remota. Além disso, mantém há quatro anos uma frutífera parceria com o SescTV por meio do Prêmio Aquisição SescTV.

Produção territorial e escrita afetiva

O CineBaru também realiza atividades de formação e expressão criativa. Uma delas é o projeto Meu cinema, nosso território, que tem como objetivo a produção de um filme autoficcional com direção coletiva. O edital recebeu 16 inscrições e selecionou cinco diretores residentes no sertão do norte e noroeste mineiro para co-dirigirem um curta-metragem de até 15 minutos. A produção já está em curso e finalizará em junho. O curta-metragem produzido será lançado em julho nos canais do CineBaru.

Outra ação que acontece neste ano é o Chamado de Cartas, um convite aos profissionais do audiovisual, artistas, estudantes, ativistas e representantes da sociedade civil, residentes ou com forte vínculo com o território baiangoneiro, para que escrevam cartas endereçadas a um cinema do futuro. As cartas escritas podem ser enviadas por correio e as cartas em áudio podem ser enviadas por whatsapp.

Financiamento

Para custear a produção do CineBaru e fortalecer as ações em prol da democratização do cinema no território baiangoneiro, a mostra segue com a campanha de financiamento coletivo (acesse aqui).

O CineBaru – Mostra Sagarana de Cinema também tem o apoio financeiro da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e do Governo Federal, via Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc – LAB.

Continuar lendo

Tudo em Paz

Hoje: Brahma apresenta novo DVD da dupla Jorge e Mateus em primeira mão

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação

Uma boa parceria deve ser repetida sempre que possível, ainda mais no universo sertanejo. Por isso, a união entre Brahma e Jorge & Mateus tem um novo capítulo. Após desvendar momentos inéditos e únicos da carreira da dupla no Bastidores Brahma, a marca volta a aproximar os fãs e os músicos ao apresentar em primeira mão o novo álbum, Tudo em Paz, um dia antes do lançamento oficial nas plataformas digitais. A exibição acontece nesta quinta-feira (22), às 20h, no canal de YouTube da dupla, ao mesmo tempo em que o álbum chega às plataformas de música.

Um lançamento Som Livre, Tudo em Paz é o mais novo trabalho de Jorge & Mateus e traz músicas inéditas – alguns trechos delas já foram desvendados durante o Bastidores Brahma, com explicações sobre a concepção das faixas e a história por trás delas. E para deixar a exibição ainda mais divertida, o público ainda poderá acompanhar partes do programa nessa exibição especial. Com cinco episódios, a iniciativa da marca de cervejas mostrou momentos únicos dos músicos e revelou o processo criativo de suas canções. Houve até um espaço especial para a participação dos fãs e covers.

Parceira de longa data do sertanejo e marca Nº1 do entretenimento, a relação entre Brahma e esse gênero musical tem ficado ainda mais forte nos últimos anos. Com uma série de iniciativas que contribuíram para o crescimento do ritmo no País, que vão desde o Circuito Brahma Lives até o Arena Brahma, passando pelo O Próximo Nº1 VillaMix, Brahma vem proporcionando momentos únicos de conexão entre as pessoas e seus artistas preferidos, além de se tornar referência nacional em ações voltadas para a diversão dos consumidores.

Agora, chegou o momento de desvendar todas as novas músicas de Jorge & Mateus. Marque na agenda, prepare sua Brahma Duplo Malte e não perca!

Geladeira autografada

A Brahma está sorteando uma geladeira autografada por Jorge e Mateus em algumas redes de supermercados. Para participar da promoção, basta adquirir um pack com 12 unidades de Brahma Duplo Malte 350ml nas lojas cadastradas, acessar o site e inscrever o cupom fiscal da compra. O regulamento completo está disponível no site.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2015-2021 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense