Curta nossa página

Palio, Uno e Grand Siena

Fiat convoca para recall em 80 mil carros por air bag defeituoso

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Divulgação/Fiat


Fiat está convocando 81.697 unidades de Palio, Uno e Grand Siena fabricados entre 2012 e 2013 para um recall. O problema está nos air bags defeituosos, fornecidos pela Takata. Segundo a marca, altas variações de temperatura podem deteriorar a carcaça do deflagrador do air bag.

Numa batida, os fragmentos da carcaça podem ser arremessados contra os passageiros, causando ferimentos graves. A Fiat começa a atender os modelos envolvidos nesta segunda, 10 de dezembro.

A Fiat pede que os proprietários agendem o reparo pelo telefone 0800-707-1000 ou pelo site da fabricante. O problema será corrigido com a troca do deflagrador dos air bags.

Defeito

O defeito no insuflador dos air bags da Takata teve as primeiras notícias divulgadas em 2014. Desde então, já atingiu 80 milhões de carros e 100 milhões de deflagradores das bolsas, no Brasil e no mundo.

Cerca de 30 montadoras têm carros com air bags da Takata. Entre elas, estão as também japonesas Honda e Toyota.

O deflagrador do air bag é uma peça responsável por inflar a bolsa na hora de um impacto. Ela fica envolvida por um revestimento metálico.

Em caso de colisão, a peça metálica se desfaz, enchendo a bolsa em milissegundos.

No caso das bolsas defeituosas da Takata, fragmentos metálicos do deflagrador podem ser lançados na direção dos ocupantes dos bancos dianteiros, causando ferimentos.

Veja os chassis dos carros da Fiat envolvidos:

  • Uno 2012/2013
    397602 a 043575
  • Palio 2012/2013
    090792 a 121717
  • Palio (feito na Argentina) 2012/2013
    007964 a 603797
  • Grand Siena 2012/2013
    034481 a 062830
Publicidade

115cv de potência

JAC promete lançar o elétrico mais barato do País em junho

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação/JAC

A JAC Motors está cheia de expectativas para 2019. Além de uma picape média e de um SUV de luxo para sete pessoas, a chinesa prepara o lançamento de um modelo elétrico. O E40 deve chegar em junho deste ano, por R$ 129.990. Nesse valor, será o elétrico mais barato do mercado.

Vendido no mercado chinês como iEV 7S, o E40 é uma versão eletrificada do T40. Frisos, retrovisores, grade dianteira e moldura dos faróis de neblina são na cor azul, comum em elétricos. Seu peso é de 1.310 kg, 90 kg a mais que no irmão T40.

Seu conjunto de baterias de 33 kWh gera potência de 85 kW (equivalente a 115cv) e torque de 27,5 mkgf. A velocidade máxima é de 102 km/h no modo normal. No modo Sport, sobe para 130 km/h. A aceleração de 0 a 60 km/h se dá em 3,9 segundos.

De acordo com a JAC, a autonomia do E40 é de até 300 km com uma carga completa. O tempo de recarga das baterias, em uma tomada residencial comum, com corrente alternada, é de sete horas. Com um carregador rápido, a espera cai para 1h30, sendo que em uma hora preenche-se 80% da carga.

Os itens de série incluem painel de instrumentos digital, assistente de partida em rampas e controles de tração e estabilidade.

Continuar lendo

Edição limitada

Discovery Sport 2019 chega com série especial Landmark

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação/Land Rover

A Land Rover apresenta a linha 2019 do Discovery Sport com uma série limitada, a Landmark Edition. Com 70 unidades para o Brasil, baseadas na versão de entrada SE, ela chega às lojas com valor inicial de R$ 274.500.

A série especial Landmark será oferecida com pintura de dois tons. O teto é sempre cinza escuro, contrastando com a carroceria que pode ser branca ou cinza clara. As rodas de 19 polegadas na cor grafite têm o desenho da versão de topo, HSE.

Pacote de série

De série, há teto panorâmico fixo, bancos de couro com ajustes elétricos, controles de tração e estabilidade, sensores de obstáculos na frente e atrás, faróis de xenônio, seis air bags e, câmera de ré, entre outros.

O modelo usa o motor 2 litros (da família Ingenium), turbodiesel, que rende 180 cv e 43,8 mkgf. A transmissão é a automática de nove marchas com opção de tração 4×4 com reduzida.

O Discovery Sport é oferecido ainda com o motor 2.0 turbodiesel de 240 cv, além do 2.0 turbo a gasolina e também o mais recente lançamento da gama, a versão flexível, ambos de 240 cv 34,6 mkgf.

Continuar lendo

sDrive20i GP e M Sport X

No Brasil, BMW X2 ganha motor flexível 2.0 turbo de 192 cv

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Reprodução/BMW

BMW completou a gama do X2 com motores flexíveis no Brasil. Depois do modelo de entrada, as versões sDrive20i GP e M Sport X ganharam o motor 2.0 turbo de 192 cv capaz de rodar com etanol no tanque. A tabela das duas é de R$ 211.950 e R$ 246.950 respectivamente.

Segundo a marca, a adaptação do propulsor para usar etanol teve participação da engenharia brasileira. Diferentemente do X1, que usa o mesmo 2.0 flexível, o X2 é fabricado na Alemanha. As duas versões têm tração dianteira e câmbio automático de oito marchas. O torque chega a 28,5 mkgf entregue a 1.500 rpm.

Potência e torque não mudaram em relação ao modelo movido apenas a gasolina, que deixa de ser oferecido. Com o conjunto, as duas versões aceleram de 0 a 100 km/h em 7,7 segundos e chegam aos 225 km/h.

As duas versões são bem completas. A GP tem itens como ar-condicionado automático de duas zonas e bancos dianteiros com ajustes elétricos. A M Sport X tem a mais rodas de 19 polegadas, abertura das portas sem chave, head-up display, GPS e bancos dianteiros esportivos, com mais apoio lateral.

BMW X2 tem versão de entrada

Em outubro a BMW lançou a primeira versão flexível do X2 no Brasil. De entrada, a sDrive18i usa um 1.5 turbo de três cilindros e 136 cv da linha Mini. A tabela é de R$ 191.950.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana