Curta nossa página

Programa da Sejus

Casamento Comunitário realiza o sonho de mais 30 casais no Distrito Federal

Publicado

casamento comunitário Sejus DF
Foto/Imagem: Divulgação/Sejus


Com as 30 uniões deste domingo (10), no Museu da República, chega a 228 o número de matrimônios realizados por meio do programa Casamento Comunitário, da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), desde o início desta gestão. Essa foi a sexta cerimônia desde 2019, a segunda em 2022.

“Temos a missão de cuidar das famílias do Distrito Federal e esse programa de governo vem para trazer essa união. Com o decreto, o casamento comunitário continua para sempre, a não ser que alguém revogue, mas sei que a intenção do governador Ibaneis Rocha não é parar com essa política pública”, ressalta o secretário de Justiça e Cidadania, Jaime Santana.

O titular da Sejus comemorou o retorno do evento sem as restrições impostas pela pandemia da covid-19. “É uma honra organizar esse casamento comunitário mais uma vez. É o primeiro sem as máscaras, com a possibilidade de poder observar o sorriso e a emoção de todos.”

A copeira Ivanilde Cardoso da Silva, 38 anos, não escondia a felicidade de transformar em realidade o sonho de oficializar a união com o pedreiro Adalberto Silva de Jesus, com quem se relaciona há dois anos. “Só foi possível por conta do casamento comunitário. Eu não conseguiria se não existisse essa ação do GDF. Não teríamos condições financeiras de bancar um casamento”, comemora. “Ela queria casar vestida de noiva e eu não queria perdê-la, e estamos aqui”, completou Adalberto.

A dona de casa Gabriela Lima da Conceição e o montador de drywall, material a base de gesso, Isaías Francisco dos Santos, pais de duas crianças, de nove e de dois anos, também celebraram a união de 14 anos neste domingo. “Finalmente chegou o dia de podermos nos unir como eu sempre quis”, disse, ainda visivelmente emocionada. Isaías, o marido,

Mesmo bem-humorado, Isaías não conseguia disfarçar a emoção. “Vou terminar chorando. O Museu da República é um cartão-postal da cidade e deixa a cerimônia ainda mais bonita”, admitiu.

O programa

Há um ano, com a edição do Decreto nº 41.971/2021, o Casamento Comunitário passou a ser programa de governo.

A iniciativa ganha forma por meio de parcerias e voluntários. A lista de colaboradores inclui cartórios, cerimonialistas, maquiadores, cabeleireiros e lojas de vestuário, entre outros. O programa possibilita a cidadãos com recursos limitados casar sem os custos com vestidos, ternos, maquiagem, cabelo, fotógrafos, decoração, música e outros itens que fazem parte de uma cerimônia matrimonial.

Atualizado em 11/04/2022 – 09:58.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana