Curta nossa página

Expansão nacional

BRB e Flamengo lançam app do novo Banco Digital NaçãoBRBFla

Redação

Publicado

brb e flamengo
Foto/Imagem: Marcelo Cortes/CRF


Segue a gente no
Google News

O BRB e o Flamengo lançaram o Banco Digital NaçãoBRBFla, já disponível nas lojas iOS e Android. A parceria é fruto de contrato firmado entre o Banco de Brasília (BRB) e o Flamengo no mês passado e oficializado no último dia 1º.

Na primeira fase de funcionamento do app, o NaçãoBRBFla Digital vai estar disponível, prioritariamente, para os sócios-torcedores do Flamengo e convidados indicados por eles. A partir de 10 de agosto, será liberado para o público em geral.

Pelo app, é possível abrir conta, solicitar cartão de crédito e aderir a outros produtos e serviços bancários desenvolvidos e personalizados para torcedores e simpatizantes do time do Rio de Janeiro.

“A parceria entre o BRB e o Flamengo é estratégica e o modelo de negócio firmado é inédito. Vai permitir ao Banco diversificar seus negócios, ampliar sua base de clientes e atuar em todo o território nacional, não apenas pelo meio digital, mas também de forma física”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Além de acesso a um atendimento bancário em plataforma digital com produtos de identidade personalizada, os torcedores do Flamengo poderão contar com um programa de relacionamento e de experiências exclusivas, além de suporte também nos canais físicos. Por isso, a parceria também prevê a instalação de uma unidade de atendimento do BRB nas dependências do Clube para atendimento personalizado a atletas, torcedores e empregados do Flamengo.

O acordo firmado pelo Banco de Brasília com o Flamengo também possibilita ao BRB direito exclusivo de pagamento da folha salarial do clube, e preferência na contratação, por parte do Flamengo, de produtos e serviços bancários como empréstimos, cartões e seguros. Em contrapartida, o Flamengo terá participação nos resultados alcançados com a comercialização de produtos e serviços, o que vai gerar aumento de receita ao clube.

Informações sobre o Banco Digital NaçãoBRBFla podem ser obtidas pelas redes sociais e pela central: (61) 3029-8444.

Publicidade

Retomada da economia

GDF vai investir R$ 300 milhões em obras e criar 14 mil empregos

Redação

Publicado

Por

Redação
obras e empregos gdf
Foto/Imagem: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Confirmando sua estratégia de mitigar os impactos que a pandemia do novo coronavírus trouxe para a economia local, o Governo do Distrito Federal (GDF) publicou no Diário Oficial do DF (DODF) licitações e retomadas de certames para diversas obras ao longo das últimas semanas.

A expectativa é que, a partir do momento que os trabalhos forem iniciados, mais de 14 mil empregos diretos e indiretos sejam criados, reativando a economia e levando melhorias para diversas regiões do Distrito Federal.

As obras, que ainda estão em fase de licitação, devem receber um aporte de mais de R$ 300 milhões do GDF para serem realizadas. Entre os órgãos executores dos trabalhos, estão a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF) e as Secretarias de Obras e de Mobilidade.

“Estamos diante de um desafio. Além de enfrentar uma pandemia que não tem prazo para terminar, temos os reflexos dela, principalmente no tocante aos empregos. O GDF vai liderar a retomada da economia com uma série de obras necessárias em todo o Distrito Federal. A construção civil é quem cria postos de trabalho mais rapidamente, por isso, vamos investir todo nosso esforço no setor. Também teremos que desenvolver ações sociais que protejam as famílias menos favorecidas; será um esforço de toda a sociedade e nós vamos fazer a nossa parte”, afirma o governador Ibaneis Rocha.

Os trabalhos de maior porte vão trazer desenvolvimentos permanentes para diversas regiões do DF, atendendo a demandas há muito esperadas pela população. Uma delas, atendida pelo DER/DF, vai trocar totalmente os 12 quilômetros de asfalto das seis faixas da Estrada Parque Ceilândia (EPCL), conhecida como Via Estrutural, por uma pista moderna de concreto.

No Setor Noroeste, um dos novos bairros do Plano Piloto, dois viadutos auxiliarão o acesso dos motoristas que trafegam pela região. O primeiro será erguido na parte de cima do bairro, na Rodovia DF-010, conhecida como Estrada Parque Autódromo.

O segundo será construído na parte de baixo do Noroeste, ligando a W9 e W7 na região próxima à 2º Delegacia de Polícia (Asa Norte) até a Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia).

“A pior herança desta pandemia é o desemprego. Não podemos ficar parados. Por isso estamos tirando do papel inúmeras obras para, além de investirmos na melhoria da cidade como um todo, sermos importantes vetores de geração e emprego e movimentação da economia”, afirma o secretário de obras, Luciano Carvalho.

Avanços definitivos

Além das melhorias para o trânsito do DF, as licitações anunciadas pelo GDF também vão atender outros pontos importantes para a população, como saneamento básico. No Lago Sul, a Novacap irá executar a obra das redes de drenagem pluvial referentes aos lançamentos 6, 7 e 8 próximos aos conjuntos 1, 2, 3 e 4 da QL 14.

No Varjão e Itapoã, a Secretaria de Transporte e Mobilidade (SEMOB) irá erguer os terminais rodoviários de ambas as regiões administrativas, empreendimentos muito importantes para os moradores.

A saúde do DF também será atendida pelo GDF nos próximos meses: a Novacap lançou a retomada da licitação do novo Hospital Oncológico de Brasília. Quando concluída, a unidade contará com 172 leitos, sendo 152 de internação e 20 de unidade de terapia intensiva (UTI).

obras e empregos

Continuar lendo

Gama e Itapoã

Mais duas cidades podem fechar pistas para lazer aos domingos

Redação

Publicado

Por

Redação
pistas em ruas de lazer
Foto/Imagem: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Na esteira do Eixão, da W3 Sul e do Paranoá, mais duas cidades planejam transformar suas vias principais em verdadeiras praças de diversão e atividade física ao ar livre, onde as máquinas são presença predominante durante a semana. Já se encontram na Secretaria de Esporte e Lazer os pedidos para que Gama e Itapoã adotem o projeto da Rua de Lazer, ambas as propostas levadas ao exame da secretária Celina Leão. Com parecer favorável, as medidas seguem agora para a análise do gabinete do governador Ibaneis Rocha.

Em seu parecer favorável, Celina Leão apoia não só a criação das duas ruas recreativas como encaminha ofícios ao governador Ibaneis pedindo que um decreto autorizativo seja editado. Ela diz acreditar que a medida é a melhor forma de democratizar o esporte e a diversão em mais espaços públicos, realidade antes restrita ao Eixão do Lazer.

“Depois da W3 Sul, todas as cidades passaram a querer ter sua própria rua do lazer. A ideia nossa é que, até o final do governo, todas tenham a sua”, vislumbra Celina.

A ideia de abrir espaço para a prática de esporte e lazer em área de trânsito de veículos, aliás, foi justamente de Ibaneis. O pontapé inicial foi a W3 Sul. A intenção era revitalizar a região e resgatar a história da principal avenida comercial de Brasília nas décadas de 1970 e 1980. Assim, sempre aos domingos e feriados, das 6h às 17h, a pista é fechada para o trânsito de carros. O resultado é a multiplicação de pedestres, skatistas, patinadores, ciclistas e demais visitantes no local.

Domingo da Gente

Deu certo na W3. Tanto que o exemplo logo foi copiado pelo Paranoá. O local escolhido também é muito movimentado. Uma das mais acessadas da cidade, a avenida que liga a cidade ao programa habitacional Paranoá Parque (com extensão de 1,1 quilômetro) também passou a fechar aos domingos e feriados, das 7h às 17h, para que a população possa fazer caminhadas, corridas ou andar de bicicleta. É quando ela deixa de ser uma via normal e passa a se chamar Domingo da Gente.

No exemplo do Gama, a tarefa é igualmente desafiadora dado o histórico de alto fluxo de veículos na região. Assim como as demais, a pista que sofre mudança de destinação é nada menos que a principal saída da cidade para quem vai ao Plano Piloto.

Situada entre a entrada do Gama e o antigo balão do Periquito, a DF-480 pode se transformar na mais nova rua do lazer. São mais de 4 quilômetros de extensão. A estrada fica ao lado da pista de caminhada. Sempre que fechar aos domingos e feriados, o trânsito na DF-480, sentido Plano Piloto, será desviado para a pista marginal, que passa ao lado dos condomínios.

Entusiasta da iniciativa do governador Ibaneis, a administradora do Gama, Joseane Feitosa, explicou que a escolha da pista foi justamente porque ela é paralela à pista de caminhada. “É natural que as pessoas se encaminhem para lá, pois o calçadão é o local de prática de esporte hoje. Então, é muito bom para a comunidade”, elogiou.

Mesmo nem tendo saído do papel ainda, a proposta já encanta aos moradores da cidade. “Uma boa ideia. Costumo fazer caminhada aqui no calçadão. Vai ser uma boa alternativa, pois não vamos ficar com medo dos ciclistas, que dividem a pista com a gente”, comemorou a autônoma Naiane Larisse Fernandes, 33.

A proposta também foi elogiada pelo policial militar Klênio Lopes Medeiros, 31, morador do Setor Central. “Vai ser ótimo transformar uma pista em área de lazer para a comunidade. Vai trazer as famílias para cá”, aposta Klênio, que integra um grupo de corredores amadores chamado Kaymbras do Cerrado.

Presente do GDF

Vizinho ao Paranoá, o Itapoã também deu sinal verde para o esporte e decidiu que irá transformar a chamada Avenida Brasil na mais nova rua recreativa. Com aproximadamente 460 metros lineares de extensão, dois dois lados, ela fica entre o Fórum e a Quadra 203.

“A ideia de fazer a rua do lazer na Avenida Brasil é porque o lugar foi transformado do dia para a noite neste governo. Era uma região abandonada e feia. Hoje, tem pavimentação e estrutura”, comemorou o administrador Marcus Vinícius Cotrim.

Para o morador do Conjunto 81 Marcelo Santos, 50, a inauguração do espaço vai ser um “presente” para a criançada, que hoje corre risco diário ao passar de bicicleta na avenida e seu fluxo intenso de carros. “Vai ser muito bem-vinda [a rua]. A criançada agradece. Quero agradecer também o governador Ibaneis por essa iniciativa”, destacou.

Continuar lendo

Conta de luz em dia

Programa Recupera da CEB Distribuição vai até 31 de agosto

Redação

Publicado

Por

Redação
recupera ceb
Foto/Imagem: Divulgação/CEB

No mês de junho, a CEB Distribuição lançou uma edição excepcional do Programa de Recuperação de Créditos (Recupera). Clientes que enfrentam dificuldades para manter o pagamento da conta de energia em dia, em razão da pandemia de Covid-19, agora terão até 31 de agosto para quitar as dívidas em condições diferenciadas.

A CEB Distribuição já negociou R$ 13 milhões entre 22 de junho, data de lançamento do programa, e 27 de julho. Um dos 4 mil clientes que aderiram ao programa é o Alameda Shopping.

“Com o avanço da pandemia, o Alameda precisou suspender as suas atividades. Com isso, nossa inadimplência ficou alta. O Recupera foi uma alternativa para termos fôlego para iniciar a retomada”, explicou o superintendente do Alameda Shopping, Carlos Curione.

No dia 22 de julho, a empresa do ramo de shopping center negociou com a CEB Distribuição uma redução de 50% das taxas de juros e multa e parcelou a quitação dos débitos em 12 vezes. “Nós indicamos o programa a todos. Este é o momento de planejar, negociar e, principalmente, aproveitar as oportunidades e condições especiais de pagamento”, acrescentou Carlos Curione.

O presidente da CEB, Edison Garcia, explica que a companhia não gera a energia que é distribuída à população do Distrito Federal. “A CEB compra a energia das geradoras que existem no país e paga para que essa energia seja transmitida até o DF. Caso a inadimplência chegue a patamares insustentáveis, a CEB não terá como honrar os compromissos com essas geradoras e não poderá comprar energia elétrica para distribuir aos consumidores”, adverte.

Edison Garcia ainda aponta que a edição excepcional do Recupera tem a intenção de facilitar a negociação para os clientes que querem pagar, mas que enfrentam dificuldades financeiras provocadas pela atual situação. “O momento é sensível devido à pandemia que estamos enfrentando. Mas, aqueles que puderem aproveitar as condições especiais do Recupera para quitar as contas de energia, estarão contribuindo para que a companhia continue levando energia para todo o DF”, arremata o dirigente.

Condições de pagamento

Quem tiver contas atrasadas, poderá parcelar os débitos da seguinte forma:

– 6 vezes iguais, sem juros, com entrada de 20% e abatimento de 50% dos juros e multa por inadimplência;

– 12 vezes iguais, sem juros, com entrada de 40% e abatimento de 50% dos juros e multa por inadimplência;

– 12 vezes, com juros de 0,50% a.m., com entrada de 20% e abatimento de 50% dos juros e multa por inadimplência;

– De 13 a 36 vezes, com juros de 0,80% ao mês, com entrada de 20%.

Para pagamentos à vista ou nos parcelamentos com a última parcela prevista para dezembro de 2020, abatimento de 100% dos juros e da multa por inadimplência.

Como aderir?

Para aderir ao Recupera, o cliente deve acessar a Agência Digital da CEB, clicar em Serviços Expressos, depois selecionar a opção Parcelamento de Débitos e preencher todos os dados solicitados. Após análise a resposta será enviada para o e-mail cadastrado em até três dias úteis, não havendo necessidade de o cliente ligar para a CEB.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agências Internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #FakeNewsNão