Curta nossa página

Cidades

Vai sair de férias? Especialistas recomendam alguns cuidados com a saúde

em

Alguns problemas de saúde são típicos dos turistas. Além da diversão, as férias podem trazer “efeitos adversos”, como a intoxicação alimentar, a insolação e as micoses. Cuidados com a alimentação e com a pele ajudam a evitar esses transtornos.

A principal regra é: hidrate-se! “É comum a pessoa ficar bebendo cerveja na praia e esquecer de beber água. Mas o álcool desidrata o organismo. Se for beber, intercale a bebida alcoólica com copos de água”, recomenda o nutricionista Daniel Novais. A água de coco também é uma boa pedida. “Ela é altamente hidratante e rica em nutrientes, como o potássio.”

Crianças e idosos são mais vulneráveis à desidratação, por isso vale ter atenção redobrada com eles. Veja mais dicas para garantir uma viagem somente de boas lembranças!

Cuidados com a alimentação – Os sintomas são bem conhecidos: vômito, diarreia, náuseas, febre… A intoxicação alimentar pode prejudicar vários dias da tão desejada férias. Ela é provocada por alimentos contaminados, geralmente por bactérias.

Para ficar longe dela, é importante dar atenção às condições de preparo dos alimentos, se é um local com boa higiene e armazenamento correto dos ingredientes. Alterações na cor, no cheiro e na textura da comida também indicam se ela está imprópria para consumo, mas muitos alimentos contaminados não apresentam sinais suspeitos.

“Para lanchar na praia, eu recomendo escolher o queijo coalho, as castanhas, as carnes assadas na hora e outras fontes de proteína, uma saladinha. É melhor evitar sanduíches naturais, com muita maionese, frutos do mar crus, alimentos muito perecíveis”, aconselha o nutricionista Daniel Novais. Se a intoxicação te pegar de qualquer forma, a recomendação é repouso e bastante água! Se o quadro não melhorar, vá ao hospital.

Mas nem sempre o problema é a intoxicação alimentar. “Em muitos casos, a pessoa sente um mal-estar porque fez uma alimentação muito diferente do que ela está acostumada, não porque a comida estava contaminada. Nas férias, as pessoas costumam exagerar nas frituras, bebidas alcóolicas, doces… Dá para comer de tudo, com equilíbrio”, afirma.

Cuidados com a pele – Esteja bem equipado: protetor solar, óculos de sol, chapéu e roupas com proteção UV são grandes aliados na proteção contra os efeitos do sol. “É importante repor o protetor solar toda vez que sair da água. E não adianta economizar, passar pouquinho, porque isso diminui muito a eficácia”, alerta o dermatologista Erasmo Tokarski.

Caso ocorra insolação, o médico recomenda fazer uma hidratação profunda. “Ela precisa ser tanto externa, com produtos hidratantes, quanto interna, com a ingestão de líquidos.” Nas bolhas que se formarem na pele, Tokarski indica usar compressas de água fria. Ele também indica usar produtos específicos para queimaduras solares, que aliviam a sensação de ardência e podem ser encontrados em farmácias. “Quando a pele começar a se renovar, não arranque as ‘casquinhas’, porque isso pode causar ferimentos”, afirma Tokarski.

Além dos efeitos do sol, outro problema comum nas férias são as micoses provocadas por fungos, que se proliferam com mais facilidade no clima quente e úmido. “Alguns cuidados são evitar andar descalço em locais públicos e secar-se bem, principalmente nas dobras do corpo e entre os dedos”, orienta o especialista.

Um dos lugares mais comuns para aparecimento da micose é nas unhas dos pés, condição chamada de onicomicose. O ambiente dos sapatos fechados facilita o surgimento dela. Em alguns casos, o problema pode se tornar recorrente e difícil de curar. “Mas os tratamentos têm avançado bastante. O Lunula Laser, por exemplo, traz resultados excelentes, sem os efeitos colaterais que podem ser provocados por medicamentos de uso tópico”, avalia o dermatologista.

Geralmente são necessárias de 4 a 6 sessões, de apenas 12 minutos cada, uma vez por semana. O Lunula Laser proporciona diferentes efeitos benéficos: fortalece o sistema imunológico, estimula o rejuvenescimento do tecido e a circulação sanguínea, além de ter ação antimicrobiana, antibacteriana e antifúngica.

Continuar lendo
Publicidade
Comments

Cidades

Moradores de Sobradinho II recebem 815 escrituras

em

Publicado por

Dênio Simões/Agência Brasília

Moradores de Sobradinho II receberam nesta segunda-feira (25) 815 escrituras da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab).

Com a entrega de hoje, foram distribuídas, em três anos e seis meses, 57.848 escrituras. O número aproxima o governo da meta de liberar 63 mil documentos do tipo até o fim de 2018.

Neste ano, também houve distribuição de escrituras nas seguintes regiões administrativas:

  • Ceilândia
  • Estrutural
  • Guará
  • Planaltina
  • Recanto das Emas
  • Riacho Fundo I
  • Riacho Fundo II
  • Samambaia
  • Santa Maria
  • São Sebastião
  • Varjão

As entregas fazem parte do processo de regularização fundiária no DF e do Lote Legal, um dos eixos de atuação do programa Habita Brasília.

“Sabemos que a escritura traz segurança jurídica, tranquilidade e valorização do patrimônio. Estamos fazendo entregas em todas as regiões, além de promover a venda direta em condomínios”, disse o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, durante a cerimônia nesta manhã.

Continuar lendo

Cidades

Virada do Cerrado 2018 começa na sexta-feira, 29 de junho

em

Publicado por

Divulgação

A partir de sexta-feira (29), diversas regiões administrativas de Brasília receberão atividades da Virada do Cerrado 2018. A edição deste ano tem como tema central Coleta Seletiva e Gestão de Resíduos Sólidos.

Haverá ações socioambientais, educativas, esportivas e culturais. A ideia é fortalecer a coleta seletiva para melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores dos galpões de triagem e possibilitar a inclusão de mais catadores de materiais recicláveis no processo.

Entre os destaques da programação está a 5ª Caminhada nos Parques do DF, que ocorrerá simultaneamente em diferentes unidades de conservação. A ação será em 1º de julho, com saída às 8 horas.

Além disso, em Ceilândia, na sexta (29), um trabalho de reeducação ambiental será feito de porta em porta, no Trecho 2 do Sol Nascente.

Na mesma data, no Guará, uma unidade móvel da organização não governamental Programando o Futuro receberá lixo eletrônico na QE 38, das 9 horas às 16h45.

Também na sexta, na Fundação Jardim Zoológico de Brasília, das 8h30 às 17 horas, cerca de 300 alunos da rede pública participarão da atividade Coleta Seletiva é o Bicho, que propõe contribuir com a sensibilização sobre o tema.

No Viveiro Comunitário do Lago Norte, no sábado (30), das 8h30 às 13 horas, serão ofertadas oficinas de compostagem e de iscas para abelhas com garrafas PET.

Também no dia 30, no Noroeste, uma série de atividades sobre a importância da coleta seletiva ocorrerá das 15 horas às 17h30, no estacionamento da Quadra 111 e na área comum dos Blocos A e B da CLWN 10/11. Haverá atividades para moradores, síndicos, comerciantes e público em geral.

O que é a Virada do Cerrado

A Virada do Cerrado é um programa colaborativo promovido pela Secretaria do Meio Ambiente em parceria com instituições públicas e privadas.

A ideia é promover a educação ambiental da população e estimular parcerias e conexões entre diferentes atores sociais para o desenvolvimento sustentável das cidades.

Neste ano, a Virada do Cerrado encerra as atividades do Junho Verde, em alusão a 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente.

Continuar lendo

Cidades

Campus Party terá 300 horas de conteúdo em cinco dias

em

Publicado por

Pedro Ventura/Agência Brasília

De quarta-feira (27) a domingo (1º de julho), Brasília recebe a Campus Party. Os cinco dias abrigarão mais de 300 horas de conteúdo, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Serão três espaços: Arena, Camping e Open Campus. O terceiro é aberto ao público, enquanto os outros dois são pagos — o primeiro tem o palco principal, e o segundo é o local de acampamento dos campuseiros.

Em vistoria ao local, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, destacou o interesse do público pelo evento. “É para conhecer e produzir inovações tecnológicas, participar de hackathon [maratona de programação], entre outras atividades”, afirmou.

A estrutura para receber o evento está com 70% de conclusão.

“As áreas que demandam credenciamento e ingresso terão os palcos, as principais palestras. A área open é a que o grande público visita, onde estão robôs, drones, simuladores”, explica o secretário-adjunto de Ciência e Tecnologia, Marcelo Chubaci.

Entre os palestrantes estão:

  • Chance Glasco, cofundador da desenvolvedora de games Infinity Ward, responsável pela franquia Call of Duty
  • Frank Karlitschek, nome relevante do software livre, com projetos de armazenamento e compartilhamento de informações para os consumidores (ownCloud e Nextcloud)
  • Alexandre Ferreira, inventor da Casemonstro, com um jeito lúdico de educar, por meio de palestras e oficinas de robótica.

A programação conta ainda com a hackaton, maratona hacker que reúne programadores, designers, profissionais da comunicação e de desenvolvimento de software e o Fórum Cidades Inteligentes — o tema dessa Campus Party é Parques Tecnológicos e Cidades Inteligentes.

O que é a Campus Party

A Campus Party, que estreou em Brasília em 2017, conta com mais de 540 mil campuseiros cadastrados em todo o mundo.

Já ocorreram edições em países como Alemanha, Argentina, Colômbia, Espanha, Holanda, México, Panamá e Reino Unido.

A iniciativa está presente no Brasil há dez anos e, em 2018, terá edições em São Paulo, no Rio Grande do Norte, em Brasília, na Bahia, em Rondônia e em Minas Gerais.

Continuar lendo
Brasília, 25 de junho de 2018

Publicidade
Publicidade
Publicidade