Curta nossa página

Vacinação em postos de saúde precisará ser agendada

Publicado

Foto/Imagem:


A Secretaria de Saúde realizará vacinação por meio de agendamento. A medida adotada pela pasta é uma forma de otimizar o uso das ampolas, uma vez que o Ministério da Saúde tem encontrado dificuldades no fornecimento das vacinas BGC, dupla adulto (difteria e tétano), tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), Hib (Haemophilus influenzae tipo b), febre amarela e vacina contra raiva em cultivo celular (VERO).

Com o risco de que algumas salas de vacina do Brasil fiquem sem o produto, a Secretaria de Saúde do DF se antecipou e fez um planejamento para evitar desperdícios e não deixar que a população fique desassistida. “Após uma reunião entre áreas técnicas da Secretaria de Saúde foi verificado a melhor forma de contornar essa situação transitória e assim continuar atendendo a população”, destacou a gerente da Vigilância Epidemiológica e Imunização da pasta, Cristina Segatto.

Agora, será adotado um calendário de agendamento das vacinas de acordo com cada regional de saúde. Desta forma, uma ampola que após ser aberta tem um período curto para utilização não correrá o risco de ser descartada, pois com o agendamento a unidade de saúde terá o controle de quantos pacientes serão atendidos no dia.

Portanto, é importante que os pacientes que necessitem de alguma destas vacinas fiquem atentos ao calendário da sua regional. O Ministério da Saúde está tomando todas as providências para que a situação seja regularizada o mais rápido possível.

Confira aqui o calendário de vacinação.

Atualizado em 23/03/2015 – 21:20.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana