Curta nossa página

Universidade de Brasília (UnB) premiará servidores; votação ocorre no dia 2 de dezembro

Publicado

Foto/Imagem:


O técnico-administrativo da Universidade de Brasília (UnB) que se sobressai em seu setor nos quesitos comunicação, dedicação, flexibilidade, disponibilidade, trabalho em equipe, colaboração, organização, ética, produtividade e assiduidade poderá ser eleitoServidor Destaque 2015.

O edital foi lançado pelos decanatos de Extensão (DEX) e de Gestão de Pessoas (DGP), com o intuito de reconhecer e premiar 41 técnico-administrativos do quadro permanente da Fundação Universidade de Brasília (FUB) que estejam lotados na instituição.

Podem participar os servidores que, no dia da eleição – 2 de dezembro –, estejam há mais de seis meses exercendo as suas atividades profissionais na atual lotação.

Segundo a decana de Extensão, Thèrése Hofmann, a valorização dos servidores precisava ser ampliada. “Esse edital foi pensado e proposto por técnico-administrativos. É importante proporcionar o reconhecimento daqueles que se destacam nos setores, então, essa ação será um desafio e uma forma de estimular que as pessoas se conheçam e se integrem”, aposta.

No dia 2 de dezembro, as urnas serão instaladas para o recebimento dos votos, que terão início às 8h30 e encerramento às 16h. A apuração começa às 16h30 e o resultado da eleição será encaminhado por memorando, via UnBDoc, para o Decanato de Extensão até 4 de dezembro.

“Este edital é uma estratégia inovadora, que vem desassossegar uma cultura a ser fortalecida. Torcemos para que se mostre uma boa iniciativa e que venha a ocorrer novamente”, afirma a decana de Gestão de Pessoas, Maria Ângela Feitosa.

CANDIDATOS – Todos aqueles que atendem aos requisitos do edital estão automaticamente aptos à seleção. Vale lembrar que a participação é facultativa e os que não se sentirem à vontade para concorrer devem avisar à comissão de eleição do seu setor.

Não poderão ser eleitos os servidores lotados em outros órgãos públicos; afastados, cedidos ou inativos; que possuírem Função Gratificada ou ocuparem cargos de chefia, como diretores e cordenadores – visto que estes deverão compor a comissão organizadora da eleição em seus setores; e que estiverem com menos de seis meses de permanência na unidade na data do pleito.

COMISSÃO ELEITORAL – Cada unidade terá uma comissão eleitoral, exceto as que foram agrupadas, como os centros, a Vice-Reitoria e a Reitoria. As comissões serão compostas por, no mínimo, dois servidores, docentes ou técnico-administrativos, indicados pela autoridade máxima de cada setor.

Elas serão responsáveis por definir o modelo de urna a ser usada no dia da eleição, imprimir cédulas próprias, organizar a lista de eleitores aptos a votar – todos os servidores, docentes e técnico-administrativos, que façam parte do quadro ativo de servidores e estejam exercendo suas funções na FUB poderão fazê-lo –, realizar a contagem dos votos e registrar o resultado da apuração em ata.

Marcela D´Alessandro – Da Secretaria de Comunicação da UnB

Atualizado em 19/11/2015 – 12:15.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana