Curta nossa página

Seminário na UnB marca apresentação de software educativo

Publicado

Foto/Imagem:


A Universidade de Brasília sedia, a partir das 14h desta quarta-feira (22), o seminário “A Gamificação como Estratégia Educativa”.  O evento agendado para o auditório da Reitoria marca a conclusão de estudo do Laboratório Ábaco de Pesquisas Interdisciplinares sobre Informática e Educação acerca do uso de jogos como metodologia de ensino. Pesquisadores vão apresentar o Siga, software educativo produzido pelo laboratório, e livro com relatos sobre a iniciativa. Colaborador do projeto, o cientista canadense Richard Gagnon, da Universidade de Laval, ministrará palestra.

Iniciado em 2013, o projeto tem como finalidade explorar a estratégia de gamificação no contexto escolar. O software desenvolvido incorpora games no processo de ensino e aprendizagem e visa valorizar a ludicidade no processo educacional. “É um processo que envolve o desenvolvimento de softwares educativos, com o objetivo de tornar a relação educativa mais interessante, dinâmica, atraente, envolvente e desafiadora para os alunos”, explica Gilberto Lacerda, coordenador do Laboratório Ábaco e professor da Faculdade de Educação.

O Siga foi desenvolvido para auxiliar professores da educação básica no manuseio de tecnologias educativas. O projeto tem foco no software educativo de matemática GGBook. A ferramenta foi desenvolvida a partir de outro programa para ensino de geometria e álgebra, o Geogebra. Por sua complexidade, o Siga facilitará o entendimento de professores sobre o funcionamento do GGBook para que possam utilizá-lo durante as aulas. A ideia é que, a partir do Siga, se desenvolva outros softwares que ajudarão em outros conteúdos e nas demais disciplinas.

Na visão de Gilberto Lacerda, incorporar a tecnologia e a ludicidade as aulas por meio do software é uma estratégia que irá contribuir para que estudantes busquem mais conhecimento. “Aumentará o interesse das crianças e jovens por conteúdos complexos. Irá melhorar a relação com conceitos mais difíceis e permite que se expressem de maneiras diferentes sobre o mesmo conceito”, diz.

O projeto teve apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do International Science and Technology Partenership Canada (ISTP/Canada).

O evento será presidido pelo reitor Ivan Camargo e contará com representantes da embaixada do Canadá e do CNPq. A cerimônia é aberta ao público e os presentes receberão uma sacola temática e um exemplar do livro a ser lançado.

Atualizado em 22/04/2015 – 08:53.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana