Curta nossa página

Cidades

Saúde confirma um óbito por H1N1 no DF em 2018

em

Renato Araújo/Agência Brasília
Amanda Martimon

A Secretaria de Saúde confirmou um óbito no Distrito Federal por influenza A do subtipo H1N1. Até agora, são três casos da doença — dois evoluíram para cura, e um resultou na morte de um homem de 54 anos com doença hematológica (sanguínea). As informações foram repassadas em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (11).

A campanha de vacinação para os grupos prioritários começará na rede pública do DF em 23 de abril.

“O vírus do H1N1 está circulando no DF, o que não ocorreu no ano passado. Estamos agora em uma grande sazonalidade de doenças respiratórias, mas não é algo que foge à normalidade”, disse o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, sobre o aumento de casos de doenças respiratórias nesse período.

Ele destacou que a melhor forma de prevenção é a vacina e alertou para a baixa adesão da população-alvo à campanha em 2017. Por isso, a meta de atingir 90% de cobertura dos grupos de risco não foi alcançada, e o Ministério da Saúde decidiu estender a imunização para qualquer pessoa.

No ano passado, nenhum caso de H1N1 foi registrado no DF, de acordo com a pasta. Em 2016, contabilizaram-se 133 ocorrências e 17 mortes.

Até o último boletim epidemiológico, referente ao período de 31 de dezembro de 2017 a 31 de março de 2018, Brasília registrou 223 casos de síndrome respiratória aguda grave — 164 deles em moradores da capital federal.

Desses 164, em 76 os exames apontaram positivo para vírus respiratórios, assim divididos:

  • 41 de vírus sincicial respiratório (VSR)
  • 18 de metapneumovírus
  • 4 do vírus influenza A (H3N2)
  • 2 do vírus influenza B
  • 1 do vírus influenza A (H1N1)*
  • 1 de influenza A não subtipado
  • 3 de adenovírus
  • 3 de parainfluenza 2
  • 3 de parainfluenza 3

*Dos três casos de H1N1 registrados no DF, apenas um aparece na lista. Isso porque um ocorreu em residente de Goiás, e o boletim ainda não incluiu o óbito.

A vítima fatal de H1N1 foi internada no fim do último mês no Hospital Regional de Ceilândia e faleceu na unidade em 30 de março. De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde, Marcos Quito, a comorbidade, ou seja, o fato de o homem acumular outra doença, do tipo hematológica, “provavelmente contribuiu para o óbito”.

No DF, há outro caso de morte por síndrome respiratória aguda grave neste ano, mas causada por metapneumovírus. A vítima foi uma criança menor de 1 ano e portadora de doença congênita.

Quais são os sintomas da gripe e quando se deve procurar atendimento médico – O subsecretário descreveu quais são os sintomas comuns da gripe e quando é recomendado procurar atendimento médico. “As características gerais da gripe são febre de início súbito, secreção, tosse, dores de garganta e de cabeça, e mal-estar geral. No momento que tenha dificuldade respiratória maior e quadro de incidência muito súbita, o objetivo é procurar uma unidade de saúde”, esclareceu.

A diretora da Vigilância Epidemiológica, da Subsecretaria de Vigilância em Saúde da pasta, Maria Beatriz Ruy, reforçou a importância da vacinação para os grupos prioritários — o que é fundamental para diminuir a circulação do vírus e a chance de casos graves.

“A vacina é muito segura, tem 99% de eficácia. Ela serve para três tipos virais: para o H3N2, para H1N1 e para o influenza tipo B”, enumerou. Assim, segundo a diretora, a vacina não impede que as pessoas adquiram outros vírus respiratórios, “mas protege contra os casos graves”.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o DF receberá 777.700 doses. A vacina é distribuída pelo Ministério da Saúde e previne contra H1N1 e H3N2, subtipos do vírus influenza A, e contra influenza B.

A previsão é que o chamado Dia D, o Dia de Mobilização Nacional, ocorra em 12 de maio.

Poderão se vacinar de forma gratuita aqueles que fazem parte dos grupos prioritários. São eles:

  • Crianças de 6 meses a 5 anos incompletos
  • Grávidas em qualquer idade gestacional
  • Puérperas (até 45 dias pós-parto)
  • Pessoas com 60 anos ou mais
  • Pessoas com doenças crônicas e outras categorias de risco clínico
  • Povos indígenas
  • População privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socioeducativas
  • Professores das redes pública e privada
  • Trabalhadores da área de saúde

Segundo o boletim informativo de gripe referente à semana epidemiológica nº 13 de 2018, a estimativa é vacinar 706.988 pessoas no DF, com meta de cobertura de 90% de cada um dos grupos prioritários.

Dicas para se prevenir da gripe – Para evitar a transmissão da gripe e de outras doenças respiratórias, a Secretaria de Saúde recomenda:

  • Lavar as mãos com frequência, principalmente antes de comer
  • Usar lenço descartável para higiene nasal
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas
  • Manter os ambientes bem ventilados
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe
  • Evitar aglomerações e ambientes fechados (procurar manter os ambientes ventilados)
  • Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos

Continuar lendo
Publicidade

Cidades

Dia D da Vacinação Antirrábica acontece neste sábado (21)

em

Publicado por

Andre Borges/Agência Brasília

A Secretaria de Saúde realiza, neste sábado, 21 de julho, o Dia D da Vacinação Antirrábica na Candangolândia. A vacina será distribuída das 9h às 17h, na Administração Regional (Rua dos Transportes AE nº 01) e na Escola das Bandeiras (EQR 02/04, AE 07).

Continuar lendo

Cidades

Segunda cota do IPTU começa a vencer nesta segunda (16)

em

Publicado por

AVB

A partir desta segunda-feira (16), começa a vencer a segunda cota do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e da Taxa de Limpeza Urbana (TLP) do exercício de 2018, a começar pelos imóveis com inscrições final 1 e 2 até 9, 0 e X a ser pagos em 20 de julho.

Os contribuintes que não receberam ou que perderam o boleto conseguem obter uma segunda via no portal da Secretaria de Fazenda. O documento também pode ser emitido em um dos postos do Na Hora, nas lojas do BRB Conveniência ou nas agências da Receita do DF.

Cálculo do IPTU/TLP

O IPTU é calculado multiplicando a respectiva alíquota sobre o valor venal da propriedade (estimativa de preço de mercado). São observadas as faixas percentuais praticadas no DF conforme o tipo de uso do imóvel:

  • De 0,3% para casas e apartamentos usados exclusivamente como moradia
  • De 1% para comércios ou terrenos com alvará de construção
  • De 3%, para terrenos (com áreas vazias) ou bens demolidos

Aplicação dos recursos

Os recursos arrecadados com o IPTU podem ser usados pelo Executivo para qualquer finalidade, como pagamento de salários de servidores, pavimentação de ruas e reformas de equipamentos públicos.

Já a TLP é uma verba vinculada e deve ser revertida exclusivamente para projetos que envolvam serviços de limpeza pública.

Quem não paga o imposto corre o risco de ter o imóvel penhorado (apreensão judicial) e de ter o nome inscrito em dívida ativa do DF.

Continuar lendo

Cidades

Aeroporto de Brasília faz ação promocional no estacionamento

em

Publicado por

Nathália Lauxen

Depois de passar por reforma no acesso e melhoria da sinalização, o estacionamento do Aeroporto de Brasília oferece promoção para os motoristas e os descontos podem passar de 50%. A redução nos preços beneficia os clientes que utilizam o estacionamento por hora, dia ou mês.

A promoção tem validade até 31 de agosto de 2018, e é exclusiva para quem comprar o bilhete pelo site do Aeroporto. Os preços são variados e as maiores reduções são para o estacionamento B, localizado no bolsão externo do Terminal.

Com os descontos, o passageiro paga R$ 9,90 por 1h de permanência e R$ 29,90 pela primeira diária, valores 30% inferiores ao pago presencialmente nos quiosques. A maior diminuição vale para o passageiro que deixar o carro de 4 dias a um mês, com preço único de R$ 139,90, desconto que chega a 58% do valor regular.

A promoção, a melhoria da sinalização e do acesso do usuário até o terminal fazem parte do trabalho do Aeroporto para melhorar o conforto dos passageiros. “Nas pesquisas realizadas com usuários, as maiores queixas são relacionadas a localização das estações de pagamento, sinalização, o acesso ao terminal e o preço. Escutamos nossos passageiros e estamos nos esforçando para aperfeiçoar o espaço. Já melhoramos a sinalização e a circulação, instalamos quiosques de autoatendimento em locais mais cômodos, e estamos dando a opção para o passageiro pagar um valor mais baixo”, comenta Ian Joels, head of real estate da Inframerica. “A promoção é pontual, mas estudamos maneiras para permanecer de forma mais duradoura com os preços reduzidos, especialmente para o estacionamento B”, acrescenta Joels.

O executivo lembra que a compra online deve ser feita antecipadamente, antes do passageiro chegar ao Terminal aéreo. “Todos que vão ao aeroporto têm um horário, seja para buscar alguém ou pegar um voo. Assim como o passageiro compra sua passagem aérea previamente ele pode adquirir também o estacionamento com esta antecedência e ganhar o desconto”, informa.

Para a Estapar, empresa que administra o estacionamento do Aeroporto de Brasília, este é um modelo praticado em outros terminais aéreos do país e que oferece maior praticidade e conveniência ao cliente, além do benefício dos descontos. “A compra online é segura, rápida, fácil e mais barata. Acreditamos que futuramente esse será o modelo de compra de todo passageiro”, afirma André Iasi, CEO da Estapar.

Continuar lendo
Brasília, 22 de julho de 2018

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana