Curta nossa página

Ceilândia

Saúde apura caso de grávida que perdeu bebê após ser liberada pela médica

Publicado

Foto/Imagem:


A Secretaria de Saúde investiga o caso de uma grávida que perdeu o bebê após ser liberada do Hospital Regional de Ceilândia na madrugada deste domingo (31). A paciente chegou ao local reclamando de dores abdominais depois de ter tido uma discussão pessoal, foi atendida e recebeu alta. Cerca de duas horas depois, sofreu um aborto. A gestante tem 21 anos, mora em Águas Lindas (GO) e está internada no hospital de Ceilândia após passar por uma curetagem.

Em entrevista coletiva, a diretora da unidade, Talita Lemos Andrade, afirmou que a mulher recebeu atendimento adequado aos sintomas apresentados, segundo o que consta do prontuário. A gestante deu entrada na unidade de saúde à 0h45 e foi atendida no consultório médico à 1h08. “O exame físico e a coleta de histórico clínico foram feitos de forma pertinente. Ela não apresentava nenhum sangramento nem sinais de estar em trabalho de parto.”

Durante a consulta, foi constatado que a mulher não fazia acompanhamento pré-natal. Ela não soube precisar o tempo de gestação, mas estimou que seria de cinco meses. Após a ginecologista plantonista receitar um remédio para a dor, a jovem foi liberada. “Ela foi orientada a voltar ao hospital se houvesse alguma mudança nos sintomas, além de começar o pré-natal o quanto antes”, acrescentou Talita. Em torno das 3h05, a mãe da paciente voltou ao hospital, carregando o bebê nos braços.

Segundo a diretora da unidade, uma investigação minuciosa será levada adiante para esclarecer detalhes do incidente. “Todas as providências necessárias já foram tomadas. Foi solicitada a necropsia do feto para saber a causa da morte. A equipe médica envolvida será investigada, de forma igualitária e ética”, afirmou Talita. Ainda de acordo com ela, a ginecologista que atendeu a gestante continuará trabalhando, a não ser que as apurações confirmem alguma irregularidade.

 

Atualizado em 01/02/2016 – 08:22.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana