Curta nossa página

Pés na lama

Rollemberg visita famílias desabrigadas pela chuva na Vila Cauhy

Publicado

Foto/Imagem:


O governador Rodrigo Rollemberg, visitou, na tarde desta quarta-feira (20), famílias que tiveram as casas alagadas após a forte chuva dessa madrugada na Vila Cauhy, no Núcleo Bandeirante. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, 60 famílias ficaram desabrigadas. Durante a madrugada, o Córrego Riacho Fundo, que corta todo o Núcleo Bandeirante e vai até o Lago Paranoá, transbordou e atingiu as casas.

Rollemberg passou pelas áreas mais afetadas da Vila Cauhy — Rua da Mina e Rua da Glória — e escutou as reivindicações dos moradores. Ele informou que a Secretaria-adjunta de Desenvolvimento Social vai cadastrar as famílias e conceder o benefício de vulnerabilidade.

“Estamos procurando dar um auxílio emergencial para essas famílias. A Defesa Civil garantiu que não há risco de vida. Vamos dar o auxílio-vulnerabilidade no valor de R$ 408, alimentação e outros donativos.”

O governo de Brasília distribuiu 140 colchões e 200 cestas básicas para as famílias afetadas pela chuva. O chefe do Executivo local informou que a Secretaria de Gestão do Território e Habitação vai avaliar a situação dessa comunidade com vistas a um apoio do ponto de vista estrutural. Fizeram parte da comitiva a secretária-adjunta de Desenvolvimento Social, Marlene de Fátima Azevedo, e o deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB).

Posto de comando
No início da manhã, a Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, montou um posto de comando na Vila Cauhy. O local é referência para os moradores afetados pela chuva. Além de prestar ajuda humanitária, funcionários da Defesa Civil monitoram o córrego Riacho Fundo e dão informações para a população sobre riscos. As equipes também avaliam as casas e as estruturas para garantir a segurança de aproximadamente 300 moradores da região.

De acordo com o subsecretário de Proteção e Defesa Civil, coronel do Corpo de Bombeiros Sérgio Bezerra, os trabalhos de limpeza e de retirada de objetos danificados na Vila Cauhy, devem durar até sexta-feira.

“É importante que as pessoas afetadas compareçam ao posto de comando. Estamos oferecendo ajuda médica, donativos e utensílios básicos para quem sofreu alguma perda. A expectativa é que a energia seja religada em até dois dias e as pessoas retornem às residências”, afirma o coronel.

Campanha
As casas estão em uma área de risco, mapeada em estudos da Defesa Civil, e de ocupação irregular do solo. Durante a manhã, a secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar, e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hamilton Santos Esteves Júnior, estiveram na região para prestar ajuda aos moradores.

A Administração Regional do Núcleo Bandeirante também promove a campanha Ajude a Vila Cauhy. São arrecadados donativos, alimentos não perecíveis, roupas, colchões e água. Os produtos e os mantimentos podem ser entregues nas administrações regionais do Núcleo Bandeirante e da Candangolândia.

Ajude a Vila Cauhy
Administração Regional da Candangolândia
Rua dos Transportes, Área Especial 1

Administração Regional do Núcleo Bandeirante
3ª Avenida, Projeção 2, Praça Padre Roque

Mais informações: (61) 3301-9336 e 8151-8881
Das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas

Atualizado em 20/01/2016 – 17:20.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana