Curta nossa página

Projeto do deputado Prof. Israel pretende coibir a violência contra os professores no Distrito Federal

Publicado

Foto/Imagem:


O caso de agressão a professores e alunos ocorrido em uma escola Estrutural ontem (6) repercutiu na Câmara Legislativa. Vários deputados distritais se manifestaram contra a violência e cobraram punição ao agressor, além da retomada do Batalhão Escolar. O deputado Prof. Israel (PV) defendeu a aprovação de projeto de lei de sua autoria para coibir a prática de violência contra os professores.

O deputado destacou que o Brasil está no topo do ranking dos países onde mais se pratica violência contra o professor, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Prof. Israel afirmou que o professor é hoje a principal vítima de violência e de bulling nas escolas, apresentando ainda dados sobre o afastamento médico de professores por transtornos psicológicos e quadros de depressão.

De acordo com o deputado, o projeto de sua autoria prevê regras de proteção ao professor. “Quero medidas que assegurem o respeito ao educador em sala de aula e sua integridade física e moral no exercício da sua profissão”, completou.

A deputada Luzia de Paula (PEN) manifestou apoio ao projeto e afirmou que “escola sem limite não é escola”. Já o deputado Rodrigo Delmasso (PTN) comentou que o fato ocorrido na escola da Estrutural é muito grave e cobrou do governo a retomada do Batalhão Escolar para fazer a segurança externa das escolas do DF.

O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) classificou a violência no perímetro escolar como um “problema extremamente sério”. Para ele, caso não seja feito algo urgentemente, tragédias poderão acontecer com frequência. Ele relembrou alguns casos de violência já verificados neste ano, como o assassino de um estudante em escola de Taguatinga e outros.

Veras informou ainda que a Comissão de Educação, Saúde e Cultura já aprovou a realização de uma audiência pública para discutir a violência nos arredores das escolas do DF.

Atualizado em 07/04/2015 – 19:39.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana