Curta nossa página

Já não basta o cartel

Procon fiscaliza aumento abusivo nos preços de combustíveis no DF

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil
Kamilla Cerbino

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF) está notificando postos de combustível da capital que aumentaram o preço do litro da gasolina e do diesel sem justificativa. Os postos notificados têm dez dias para prestar esclarecimentos ao Procon, com planilha de custo e notas fiscais, para justificar a alta, sob risco de sanção. Os postos que não explicarem o motivo do aumento poderão ser multados.

O diretor-geral do Procon, Marcelo de Souza Nascimento, disse que os recentes ataques a refinarias da Arábia Saudita não justificam a alta dos preços, uma vez que, embora o preço do barril de petróleo tenha aumentado, a Petrobras comunicou ontem que não há previsão para reajuste no valor dos produtos negociados pela estatal. “A Petrobras havia informado ontem que não ia fazer repasse imediato aos postos de combustíveis e aqui no Distrito Federal a gente observou que já houve majoração nos preços praticados”, disse.

De acordo com Nascimento, os postos do DF estavam praticando aumento desde a semana passada: “Da semana passada pra cá, alguns postos estavam praticando até R$ 4,24, a gasolina. Neste patamar de R$ 4,24, R$ 4,25 até R$ 4,29. Alguns postos chegaram a R$ 4,41, R$ 4,42 e hoje reduziram para R$ 4,39 e R$ 4,38.”

O técnico em tecnologia da informação Flauneir Renier diz que, além do preço abusivo, há também a questão de cartelização dos postos, quando vários estabelecimentos praticam o mesmo valor, deixando o consumidor sem opção: “O preço está muito abusivo. Por mais que procure um preço mais barato não vamos encontrar, porque vários postos têm o mesmo valor e temos que nos sujeitar a esse valor”.

Consumidores que quiserem registrar ocorrências no Procon devem ligar para o número 151.

Atenção, estudante!

Participe do processo seletivo no CIEE para estagiar na Terracap

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Tony Winston/Agência Brasília

A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) abriu processo seletivo para cadastro reserva de estagiários. Realizado pelo Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), as inscrições são gratuitas e já podem ser efetuadas por meio da internet. As oportunidades são para nível médio profissionalizante e nível superior. O período de candidatura já está aberto e encerra no dia 3 de março. Após essa etapa, os estudantes farão provas objetivas e discursivas, com data de aplicação prevista para 22 de março.

As vagas são para vários cursos (confira a tabela abaixo). Os semestres demandados, como também o horário e local das provas podem ser conferidos no edital. No documento, os interessados poderão obter todas as informações necessárias para efetuar a candidatura.

Os requisitos exigidos são: ter idade mínima de 16 anos na data da contratação e estar regularmente matriculado no ano letivo de 2020. Uma vez selecionado, o candidato contará com os seguintes benefícios: bolsa-auxílio de R$ 800 e auxílio-transporte mensal no valor de R$ 10 por dia estagiado. A carga horária exigida é de 20 horas/semanais, que equivale a 4 horas/dia.

Divulgação/Terracap

Continuar lendo

SIPAEDF

DF cria novo sistema para avaliar redes pública e privada de ensino

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Tânia Rêgo/Agência Brasil

As redes de ensino pública e privada do Distrito Federal terão um sistema de avaliação próprio, que vai aferir a qualidade da oferta do ensino em todo o percurso escolar. Perto de 360 mil dos 460 mil estudantes das escolas públicas serão avaliados em 2020. As provas devem ser realizadas em novembro. A portaria de criação do Sistema Permanente de Avaliação Educacional do Distrito Federal (SIPAEDF) foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal. As normas preveem reformulações nos anos/séries de aplicação, data de aplicação, matriz de referência e índice de qualidade educacional do DF (IQEDF).

“Um sistema próprio vai ampliar muito as nossas possibilidades. Vamos usar seus resultados de um modo global, mas também de forma a permitir que eles sejam utilizados diretamente na melhoria da qualidade do ensino das escolas, uma a uma”, esclareceu o secretário de Educação, João Pedro Ferraz, acrescentando que a avaliação vai demarcar a qualidade do ensino em um antes e um depois do DF. “A aplicação dos resultados em sala de aula vai impulsionar nossa educação”, concluiu.

O objetivo do SIPAEDF é aferir a qualidade da educação do Distrito Federal, acompanhando o desempenho dos estudantes do Ensino Fundamental ao Ensino Médio (EM) e o contexto escolar no qual estão inseridos.

A partir de 2020, com as mudanças  previstas pela Portaria nº 38, as provas do Sistema serão aplicadas para os estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental a 3º série do Ensino Médio. A alteração tem o objetivo de regulamentar a implementação da política pública para todo o sistema  de ensino do Distrito Federal.

Também foi publicada no DODF desta quarta-feira a Portaria nº 39, que institui o grupo de trabalho (GT) destinado à criação, no escopo do Sistema, da matriz de referência de Língua Portuguesa e de Matemática do Ensino Médio. O documento será produzido com base em adaptação da matriz de referência do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

A construção das matrizes de referência do Ensino Fundamental foi feita com a ampla participação de professores da rede pública dos componentes curriculares de Atividades, Língua Portuguesa e Matemática, por meio de formação e posterior grupo de trabalho.

Após concluídas, todas as matrizes passarão por um processo de validação, incluindo a fase de consulta pública, quando uma versão do documento  será publicada no site da Secretaria de Educação.

Na rede privada, o SIPAEDF será implementado gradativamente nas escolas até 2024.

Continuar lendo

Escriturário e analista de TI

BRB convoca segunda turma de aprovados em concurso público

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Reprodução/Google Imagens

O Banco de Brasília (BRB) publicou nesta quarta-feira (19) no Diário Oficial do Distrito Federal, a convocação da segunda turma de aprovados nos concursos de escriturário (nível médio e porta de entrada para a carreira bancária) e analista de TI, todos realizados no ano passado. Desde 2013, o BRB não lançava concurso público. Os três promovidos em 2019 receberam, no total, mais de 92 mil inscrições.

Na convocação desta quarta (19), estão sendo chamados 50 escriturários e sete analistas de TI. No final do mês passado, o BRB chamou a primeira turma, um total de 41 aprovados, sendo 20 escriturários, 12 analistas de TI, oito advogados e um engenheiro do trabalho.

Todos os convocados na publicação desta quarta (19) devem se apresentar no Centro de Treinamento do BRB – Gedep (EQS 410/411 Sul, lote 1, sobreloja do BRB), no dia 9 de março, às 15 horas.

“O BRB é o lugar certo para estar. Vivemos um momento de expansão e de trabalho na busca por ser, cada vez mais, um Banco competitivo, moderno, ágil e completo. A chegada da segunda turma de aprovados é fundamental para que possamos atuar juntos nesse caminho”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

O salário para o cargo de escriturário é de R$ 3.342,26 (com carga horária de 30 horas semanais). No caso dos analistas de TI, a remuneração mensal é de R$ 8.021,67.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agências Internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #FakeNewsNão