Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Durante a pandemia

Organizações pedem que países mantenham planos de vacinação

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Thomas Peter/Reuters
RTP - Emissora pública de televisão de Portugal

Segue a gente no
Google News

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) ressaltaram nesta segunda-feira (20) a importância dos países manterem os seus planos de vacinação para evitar um maior impacto da pandemia da Covid-19.

Em comunicado, as duas organizações reiteraram que é vital a manutenção dos serviços de imunização de rotina durante a pandemia, recordando que a situação atual “é um sinal de que as doenças infecciosas não conhecem fronteiras”.

“Todos os países são vulneráveis, independentemente dos níveis de riqueza ou da força dos seus sistemas de saúde. A necessidade urgente de uma vacina para a Covid-19 ressalta o papel central da imunização na proteção de vidas e economias”, disse o comunicado conjunto.

Perante a situação pandêmica atual, OMS e o Unicef consideram que a importância dos programas nacionais de imunização de rotina “é mais crítica do que nunca”.

“Os governos devem aproveitar todas as oportunidades possíveis para proteger as pessoas das muitas doenças para as quais as vacinas já estão disponíveis”, frisaram, lembrando que proteger crianças, adolescentes e adultos contra doenças através da vacinação é uma obrigação para a sustentabilidade dos sistemas de saúde.

“Sabemos que a vulnerabilidade a doenças infecciosas é uma ameaça à saúde pública em todos os lugares”, disse Afshan Khan, diretora regional da Unicef na Europa e Ásia Central.

“É fundamental que os programas de imunização continuem durante esta crise, protegendo adequadamente os profissionais de saúde e os indivíduos que recebem vacinas. Alcançar as crianças mais vulneráveis, que perderam imunizações de rotina, deve ser uma prioridade”, avisa.

Imunização

A OMS e o Unicef consideram que, se o combate à pandemia causar interrupções temporárias nos serviços de imunização, os países devem retomá-los o mais rápido possível após a estabilização da situação.

“Podemos evitar um maior impacto da Covid-19 nos sistemas de saúde garantindo que indivíduos de todas as idades permaneçam vacinados de acordo com os cronogramas nacionais. Peço aos países que mantenham a prestação de serviços de imunização e direcionem as suas necessidades, mesmo neste momento difícil”, disse Hans Henri Kluge, diretor regional da OMS para a Europa.

Numa nota, a OMS e o Unicef, antecipando a existência de uma vacina para a Covid-19, solicitam a todos os países que estejam preparados para vacinar os grupos de maior risco e garantir que todos, incluindo os mais marginalizados, tenham acesso igual quando ela estiver disponível.

A pandemia da Covid-19 já provocou mais de 165 mil mortos e infectou mais de 2,4 milhões de pessoas em todo o mundo. Mais de 600 mil doentes foram considerados curados.

Publicidade

Participe da Enquete

Como você avalia o mandato do governador Ibaneis Rocha (MDB)?



ver resultados

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense