Curta nossa página

Militares e agentes de saúde vão a Sobradinho II para intensificar o combate ao Aedes aegypti

Publicado

Foto/Imagem:


Em mais uma ação do governo para intensificar o combate à proliferação do mosquito da dengue, uma força-tarefa começou nesta segunda-feira (14) em Sobradinho II. Diariamente cem militares do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, cem do Exército Brasileiro e 50 da Marinha auxiliarão cerca de 150 agentes de vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde nas visitas às casas e na mobilização da comunidade.

O objetivo é passar em todas as residências e nos terrenos da região, retirar lixo e entulho e orientar a população sobre a importância de não deixar o mosquito nascer. De acordo com o governador Rodrigo Rollemberg, que esteve em Sobradinho II nesta manhã, a capital do País tem sido exemplo no combate ao Aedes aegypti, mas é preciso manter vigilância constante. “Precisamos tirar pelo menos dez minutos por dia para evitar possíveis criadouros, já que o mosquito também pode transmitir a febre chikungunya e a zika”, alertou.

O trabalho de hoje faz parte do plano de ações criado pela Secretaria de Saúde para combater o Aedes aegypti, anunciado na semana passada. As ações começam em Sobradinho II, onde 2,5 mil toneladas de lixo foram recolhidas até agora. As próximas regiões contempladas serão Planaltina e Gama, ainda sem data definida.

Prevenção
Rollemberg visitou a residência da dona de casa Maria Rita Lima da Silva, de 61 anos, que garantiu tomar todos os cuidados necessários. “Tenho muitas plantas em casa e não posso facilitar. É importante ficar de olho no acúmulo de água em vasos e em outros recipientes.”

Servidores da Agência de Fiscalização do DF (Agefis), da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) também estão em Sobradinho II para identificar focos do mosquito transmissor da dengue e recolher lixo e entulho em locais de proliferação.

Dados da Secretaria de Saúde, atualizados em 10 de dezembro, apontam que, de janeiro a novembro de 2015, 9.406 casos de dengue foram confirmados em Brasília. O número é 18,68% menor que no mesmo período do ano passado, quando houve 11.567 ocorrências. A região de Planaltina é a que possui o maior número de confirmações – 2.176.

Estiveram na ação de hoje o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hamilton Santos Esteves Júnior, o diretor administrativo da Novacap, Júlio Menegotto, o subsecretário de Proteção e Defesa Civil do DF, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, coronel Sérgio Bezerra, e o administrador de Sobradinho II, Estevão Reis.

Atualizado em 15/12/2015 – 18:18.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana