Curta nossa página

Sem manutenção

Máquina quebra e radiografias secam em varal no Hospital de Base

Publicado

Foto/Imagem:


Técnicos de radiologia do Hospital de Base penduraram radiografias de pacientes em um varal instalado nesta quinta-feira (7) depois que a máquina de raio X quebrou. Ao todo, o centro médico tem quatro de seis equipamentos do tipo fora de funcionamento. A Secretaria de Saúde informou que está providenciando o conserto dos aparelhos, mas não deu prazo para solucionar o problema.

A máquina quebrada foi fabricada na década de 1970. O centro médico tem ainda fora de funcionamento dois tomógrafos, um aparelho de ressonância magnética e um de escopia.

Segundo o Sindicato dos Técnicos em Radiologia do DF (Sintar), faltam equipamentos de radiologia em todos os hospitais do DF. A entidade cita casos como do Hospital de Ceilândia, onde uma máquina de raio X, um tomógrafo e um mamógrafo estão quebrados.

Os hospitais regionais de Taguatinga e do Gama estão cada um com um aparelho de raio X e um tomógrafo com defeito. A Secretaria de Saúde afirma que aguarda a chegada de peças do exterior para consertar os tomógrafos.

“Desde o ano passado se esperam os contratos de manutenção de raio X, de processamento de filme, de ressonância magnética, de tomografia computadorizada e o Estado não está fazendo. E, infelizmente, a população acha que é o técnico de radiologia que tem culpa disso, mas não é”, afirmou o vice-presidente do Sintar, Ubiratan Gonçalves Ferreira.

Atualizado em 08/01/2016 – 14:10.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana