Curta nossa página

Mais duas creches foram entregues à população do DF

Publicado

Foto/Imagem:


As unidades Jasmim e Sempre-Viva, em Ceilândia, inauguradas na segunda (13) e na terça-feira (14), respectivamente, fazem parte do conjunto de 11 Centros de Educação da Primeira Infância que serão entregues até o fim do mês.

Na tarde desta quarta-feira, o governador Rodrigo Rollemberg e o secretário de Educação, Júlio Gregório, conheceram as dependências das novas unidades. “Inaugurar creches é ter a alegria renovada. A educação de qualidade na primeira infância é fundamental para construirmos uma sociedade melhor”, pontuou o chefe do Executivo local.

Até o fim de abril, os brasilienses contarão com 37 creches. Cada uma das unidades atende 112 crianças com até 5 anos de idade, das 7h30 às 17h30, com cinco refeições diárias. “São creches bem estruturadas, tanto no ponto de vista de infraestrutura quanto de qualificação profissional. Estou muito feliz, satisfeito e entusiasmado com o que vi”, comentou Rollemberg.

O secretário de Educação, Júlio Gregório, ressaltou que as visitas são feitas sob um olhar técnico: “Temos que analisar as instalações e o funcionamento para estudarmos como atender cada vez mais crianças.” Outros 25 estabelecimentos estão em obras.

O governador conversou com diretores, membros de entidades filantrópicas, professores e alunos. Também o acompanharam o administrador de Ceilândia, Vilson de Oliveira, e a deputada distrital Luzia de Paula (PEN).

Importância para as mulheres
Presente na visita, a secretária de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Marise Nogueira, explicou a importância das creches para as políticas ligadas à pasta. “Estes espaços são essenciais para afirmar o protagonismo da mulher no mercado de trabalho. A agenda do cuidado é resolvida com este tipo de instrumento”, explicou. Para a secretária, os pontos positivos vão além. “As cuidadoras também são mães, que deixam seus filhos com irmãs ou vizinhas para cuidarem dos filhos de outras mulheres. A creche pública é uma resposta do estado que beneficia toda essa cadeia feminina”, afirmou.

Atualizado em 15/04/2015 – 20:57.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana