Curta nossa página

115cv de potência

JAC promete lançar o elétrico mais barato do País em junho

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Divulgação/JAC


A JAC Motors está cheia de expectativas para 2019. Além de uma picape média e de um SUV de luxo para sete pessoas, a chinesa prepara o lançamento de um modelo elétrico. O E40 deve chegar em junho deste ano, por R$ 129.990. Nesse valor, será o elétrico mais barato do mercado.

Vendido no mercado chinês como iEV 7S, o E40 é uma versão eletrificada do T40. Frisos, retrovisores, grade dianteira e moldura dos faróis de neblina são na cor azul, comum em elétricos. Seu peso é de 1.310 kg, 90 kg a mais que no irmão T40.

Seu conjunto de baterias de 33 kWh gera potência de 85 kW (equivalente a 115cv) e torque de 27,5 mkgf. A velocidade máxima é de 102 km/h no modo normal. No modo Sport, sobe para 130 km/h. A aceleração de 0 a 60 km/h se dá em 3,9 segundos.

De acordo com a JAC, a autonomia do E40 é de até 300 km com uma carga completa. O tempo de recarga das baterias, em uma tomada residencial comum, com corrente alternada, é de sete horas. Com um carregador rápido, a espera cai para 1h30, sendo que em uma hora preenche-se 80% da carga.

Os itens de série incluem painel de instrumentos digital, assistente de partida em rampas e controles de tração e estabilidade.

Sistema da Fórmula 1

Volvo XC90 ganha sistema Kers que reduz consumo em até 15%

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação/Volvo

A Volvo promoveu atualizações no XC90, maior SUV de sua gama. O modelo está em sua segunda geração, lançada em 2014, e não havia tido nenhuma novidade até agora. No visual, a marca mexeu muito pouco: apenas um retoque leve na grade frontal e para-choques, rodas redesenhadas e novas opções de pintura.

Na cabine, que ainda é bastante atual, a principal novidade é que os bancos da segunda e terceira filas agora permitem novas configurações. Com isso, a capacidade do XC90 passa a ser de cinco, seis ou sete lugares.

Além disso, os sistemas de assistência à condução agora também incluem alerta de trânsito cruzado. E a central multimídia ganhou integração com celulares com sistema Android Auto e streaming de áudio do Spotify.

Sistema da Fórmula 1

Mas a maior novidade é a adoção do sistema Kers (Kinetic Energy Recovery System) de regeneração de energia, comum em carros de Fórmula 1. Acoplado aos freios e ao motor, ele reaproveita a energia produzida nas frenagens e a repassa ao motor, em uma espécie de boost de aceleração. Isso permite obter uma redução no consumo de combustível de até 15%, em condições reais de uso, de acordo com a Volvo.

Haverá ainda uma mudança de nomenclatura. As novas versões híbridas leves usarão o prefixo B (B5 e B6). Aos poucos, elas irão substituir as atuais T5 e T6, que usam apenas um motor a gasolina. No topo da gama, permanece a T8, que é híbrida do tipo plug in.

Na Europa, o XC90 renovado começa a ser produzido em maio. No Brasil, ele só deve chegar na segunda metade do ano.

Continuar lendo

Edição limitada

Discovery Sport 2019 chega com série especial Landmark

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação/Land Rover

A Land Rover apresenta a linha 2019 do Discovery Sport com uma série limitada, a Landmark Edition. Com 70 unidades para o Brasil, baseadas na versão de entrada SE, ela chega às lojas com valor inicial de R$ 274.500.

A série especial Landmark será oferecida com pintura de dois tons. O teto é sempre cinza escuro, contrastando com a carroceria que pode ser branca ou cinza clara. As rodas de 19 polegadas na cor grafite têm o desenho da versão de topo, HSE.

Pacote de série

De série, há teto panorâmico fixo, bancos de couro com ajustes elétricos, controles de tração e estabilidade, sensores de obstáculos na frente e atrás, faróis de xenônio, seis air bags e, câmera de ré, entre outros.

O modelo usa o motor 2 litros (da família Ingenium), turbodiesel, que rende 180 cv e 43,8 mkgf. A transmissão é a automática de nove marchas com opção de tração 4×4 com reduzida.

O Discovery Sport é oferecido ainda com o motor 2.0 turbodiesel de 240 cv, além do 2.0 turbo a gasolina e também o mais recente lançamento da gama, a versão flexível, ambos de 240 cv 34,6 mkgf.

Continuar lendo

sDrive20i GP e M Sport X

No Brasil, BMW X2 ganha motor flexível 2.0 turbo de 192 cv

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Reprodução/BMW

BMW completou a gama do X2 com motores flexíveis no Brasil. Depois do modelo de entrada, as versões sDrive20i GP e M Sport X ganharam o motor 2.0 turbo de 192 cv capaz de rodar com etanol no tanque. A tabela das duas é de R$ 211.950 e R$ 246.950 respectivamente.

Segundo a marca, a adaptação do propulsor para usar etanol teve participação da engenharia brasileira. Diferentemente do X1, que usa o mesmo 2.0 flexível, o X2 é fabricado na Alemanha. As duas versões têm tração dianteira e câmbio automático de oito marchas. O torque chega a 28,5 mkgf entregue a 1.500 rpm.

Potência e torque não mudaram em relação ao modelo movido apenas a gasolina, que deixa de ser oferecido. Com o conjunto, as duas versões aceleram de 0 a 100 km/h em 7,7 segundos e chegam aos 225 km/h.

As duas versões são bem completas. A GP tem itens como ar-condicionado automático de duas zonas e bancos dianteiros com ajustes elétricos. A M Sport X tem a mais rodas de 19 polegadas, abertura das portas sem chave, head-up display, GPS e bancos dianteiros esportivos, com mais apoio lateral.

BMW X2 tem versão de entrada

Em outubro a BMW lançou a primeira versão flexível do X2 no Brasil. De entrada, a sDrive18i usa um 1.5 turbo de três cilindros e 136 cv da linha Mini. A tabela é de R$ 191.950.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana