Curta nossa página

Descaso

Instaladas em 2014, câmeras de segurança continuam sem funcionar

Publicado

Foto/Imagem:


Instaladas pela gestão anterior, 500 câmeras de segurança estão sem funcionar por não estarem ligadas ao sistema de monitoramento. Parte dos equipamentos não está nem mesmo conectada à rede elétrica. O projeto inicial previa a instalação de 835 aparelhos em áreas estratégicas.

O governo do Distrito Federal informou que um grupo de trabalho foi formado para avaliar a situação dos cabos de fibra ótica e da ligação à rede. A equipe também vai reavaliar se as câmeras estão posicionadas de modo a acompanhar a “mancha criminal” de cada região. O resultado é previsto para fevereiro.

O GDF diz desconhecer o número de câmeras instaladas e em funcionamento. O sistema foi elaborado pelo governo Agnelo e adquirido ao custo de R$ 26 milhões. A dívida com a empresa fornecedora era de R$ 6,5 milhões e foi quitada em agosto.

Sem as câmeras funcionando, a polícia tem uma ferramenta a menos para combater a criminalidade. Em dezembro, ladrões entraram na casa de um morador de Águas Claras e levaram todos os televisores, dinheiro e um filtro de água.

Os ladrões fugiram pela rua Manacá, onde há uma câmera instalada, que não funciona. “Da câmera da rua nós não temos informações. Se a polícia conseguiu eu não tenho essa informação”, afirmou o proprietário, que não quis se identificar.

Atualizado em 15/01/2016 – 23:01.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana