Curta nossa página

Intolerância

Incêndio atinge centro espírita em Sobradinho II e deixa um ferido

Publicado

Foto/Imagem:


Um centro espírita instalado na área residencial de Sobradinho II, foi atingido por um incêndio na madrugada desta sexta-feira (29). Vizinhos acionaram o Corpo de Bombeiros por volta das 3h e tentaram apagar o fogo por conta própria, mas a estrutura ficou bastante danificada.

No início da manhã, a corporação afirmou que uma pessoa ficou ferida sem gravidade. Os bombeiros não informaram onde a vítima estava e se ela tem relação com o início do fogo.

O centro existe no local desde a década de 1970. O filho do fundador e assistente social Guilherme Varandas afirma que o incêndio foi criminoso. “Os indícios são o arrombamento, segundo os bombeiros, na janela principal, e o único lugar onde poderia haver essa combustão foi a sala de costura”, diz.

Varandas diz que o espaço já foi alvo de outros ataques. Até o fim da madrugada, ele ainda não conseguia estimar o prejuízo. “O trabalho social foi todo queimado, todas as máquinas, uma tristeza. A gente fica com o coração apertado porque denota intolerância religiosa. Nós vamos aguardar a perícia e fazer ocorrência do arrombamento, porque não é a primeira vez.”

Destruição
As chamas destruíram todas as janelas do centro espírita, que fica na chácara 14 do Núcleo Rural II. O forro do teto derreteu, e móveis e objetos foram perdidos. O Corpo de Bombeiros afirma que o combate ao incêndio levou cerca de 10 minutos.

“[Danificou] praticamente a estrutura da casa. Internamente, tudo foi danificado, perdeu. No forro, o PVC todo derreteu devido à grande incidência da temperatura interna, e um cômodo foi totalmente destruído”, enumerou o sargento do Corpo de Bombeiros Salomão Leite, que ajudou no controle do fogo.

As marcas também eram visíveis nas paredes e janelas da casa ao lado. No momento do incêndio, 12 pessoas dormiam nos imóveis vizinhos, incluindo crianças. As famílias acordaram com o calor e o barulho, e conseguiram sair do local a tempo.

“As telhas começaram a estourar, e o fogo começou a aumentar, e a gente ficou em desespero ligando pro bombeiro. Graças a Deus, eles não demoraram muito a chegar”, diz a copeira Tamires de Lima, que mora na chácara ao lado.

Delegacia
No último dia 21, o governador Rodrigo Rollemberg sancionou o decreto que cria uma delegacia especializada para combater casos de intolerância religiosa. A delegacia foi proposta depois que quatro terreiros de candomblé foram incediados no Distrito Federal e no Entorno nos últimos meses.

Nesta sexta, nove dias após a assinatura do texto, a Delegacia Especial de Repressão aos crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência ainda não começou a funcionar. Por isso, o caso deve ser investigado pela 31ª DP (Sobradinho).

Atualizado em 29/01/2016 – 09:32.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana