Curta nossa página

Cobram auxílio-alimentação

Funcionários do Metrô-DF iniciam greve por tempo indeterminado nesta 2ª

Publicado

Foto/Imagem: Gabriel Jabur/Agência Brasília


Funcionários do Metrô-DF iniciaram uma greve, por tempo indeterminado, nesta segunda-feira (19). A paralisação foi decretada em assembleia virtual durante a madrugada. Com isso, as estações abriram com 30 minutos de atraso, às 6h.

Ao todo, 14 dos 24 trens circulam em horário de pico. Às 6h30, o tempo médio de espera nos terminais era de 11 minutos. Já, às 8h30, a espera pelos trens durava cerca de 15 minutos.

De acordo com o Sindicato dos Metroviários (SindMetrô), a categoria protesta contra o corte do auxílio-alimentação, de R$ 1,2 mil. Além disso, os metroviários citam “descumprimentos judiciais, como os descontos ilegais da greve de 2019 que, até hoje, não foram devolvidos”.

Para garantir o funcionamento mínimo do serviço de transporte público durante a pandemia de Covid-19, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-10) determinou que 60% dos trens estejam em circulação nos horários de pico, o que foi mantido pela categoria.

Em nota, a Companhia do Metropolitano (Metrô-DF) informou que “seguirá tomando todas as providências judiciais e administrativas cabíveis para evitar maiores transtornos que a greve dos metroviários possa causar à população”.

Atualizado em 19/04/2021 – 09:56.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana