Curta nossa página

Força-tarefa começa nova ação de combate à dengue na próxima segunda-feira (16)

Publicado

Foto/Imagem:


Na segunda-feira (16), 115 profissionais das áreas de saúde e segurança do Distrito Federal iniciam a segunda etapa da força-tarefa de combate à dengue e às febres chikungunya e zika, todas transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. A ação começará no Itapoã e depois passará por todas as regiões administrativas de Brasília.

O secretário de Saúde, Fábio Gondim, lançou a segunda etapa nesta terça-feira (10) no Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do DF. Participarão da força-tarefa 50 bombeiros, 50 agentes de vigilância epidemiológica e ambiental, da Secretaria de Saúde, e 15 da Defesa Civil. O Exército ainda definirá quantos militares ajudarão durante a ação.

Participaram da solenidade a secretária interina da Segurança Pública e da Paz Social, Isabel Seixas; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; e o deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB).

Combate
De janeiro a setembro, a força-tarefa passou por 62.548 residências, sendo que 571 estavam abandonadas e precisaram ser abertas. A ação ajudou a reduzir em 20,8% o número de casos de dengue em relação ao ano passado.

De janeiro a outubro, a pasta de Saúde registrou 9.105 casos de dengue, 13 de febre chikungunya e dois de febre zika. Até 3 de novembro, a secretaria confirmou 23 mortes por causa da dengue. Nenhuma motivada pelas outras doenças transmitidas pelo mosquito.

As atividades ainda contam com o apoio da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), da Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), das regionais de ensino e dos núcleos de atenção primária à saúde.

Ádamo Araujo, da Agência Brasília

Atualizado em 10/11/2015 – 14:42.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana