Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


IMP Concursos

Especialistas dão dicas de inglês e espanhol para os concursandos da PRF

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Freepik


As provas do concurso público da Polícia Rodoviária Federal (PRF) serão aplicadas no dia 28 de março. Após a saída do edital, uma das novidades que movimentou o universo dos concursandos foi a inclusão da disciplina de Língua Estrangeira, onde o candidato pode optar por Inglês ou Espanhol. De acordo com a Diretora de Gestão de Pessoas da PRF, Sílvia Borges, a língua estrangeira foi considerada indispensável na avaliação do candidato. “A própria história, a visão de futuro da PRF, a capilaridade e a atuação exige que o policial tenha essa competência de se comunicar em outras línguas”, explica.

Faltando um pouco mais de 50 dias para a prova, o IMP Concursos vai oferecer algumas dicas de Língua Estrangeira para quem está se preparando.

Inglês para a PRF

De fato, a disciplina de inglês pode ser um diferencial na aprovação, principalmente em quem está de olho em concursos da carreira policial, pois tem sido uma tendência nos editais desses certames. Portanto, o candidato precisa entender que se dedicar a matéria pode melhorar a sua classificação. E isso não significa que ele tenha que ter uma proficiência da língua, e sim é necessário que consiga atingir um nível de compreensão suficiente para resolver as questões da prova.

A especialista e professora Tay Cabral, mestre em sociologia na UNB e proficiente pelo Toefl e Ielts, mostra os pontos mais importantes da disciplina de inglês para PRF. Para a professora o candidato que sabe ler e compreender em inglês está um nível acima daquele que apenas tem os conhecimentos das demais matérias comuns em concursos públicos.

“A cobrança de língua estrangeira já está sendo uma tendência dos concursos recentes, como no de escrivão da Polícia Civil, aparecendo pela primeira vez no último edital”, completa.

Outra dica é preparar o cronograma de maneira a fazer pelo menos todas as provas de inglês da banca. Veja o tempo que demora pra fazer cada questão com qualidade e organize o cronograma de acordo.

O candidato deve focar em compreensão de texto e gramática. “Recomendo que leia textos de jornais e revistas em inglês, como New York Times, BBC e The Economist, além de outros textos que tenham relação com a temática policial, pois assim aprenderá palavras novas que poderão auxiliar no dia da prova”, explica.

O Cebraspe gosta muito de fazer provas temáticas, ou seja, que tenham relação com as vagas oferecidas. No caso da PRF, o candidato pode se inteirar sobre nomenclaturas que são relacionadas à rodovia e segurança pública.

Espanhol para a PRF

De uma forma geral, e pelo pouco tempo que os candidatos têm até a prova, a dica é não tentar se aprofundar no universo da gramática da língua espanhola, e sim conhecê-la. O foco deve ser a compreensão dos textos da prova, por isso a dica é investir um bom tempo em leitura e tradução.

Para Janaina Souto, especialista e docente nas áreas de espanhol, português, graduada em letras e pós-graduada em revisão de texto, mesmo que o candidato não saiba nada de espanhol ainda dá tempo de se preparar.

“O espanhol e o português são línguas irmãs, ambas de origem latina. É claro que nesse período é impossível saber de tudo sobre uma língua estrangeira, mas como nosso estudo será direcionado, acredito em uma preparação adequada e suficiente”, afirma a professora.

De acordo com Janaina, a dica é todos os dias abrir, no mínimo, 3 conteúdos com escrita em espanhol. “Sugiro jornais como El País, em suas 3 vertentes – Espanha, México, Catalão; e a leitura do El Diário. Além disso, é importante buscar fazer a leitura de 1 texto de provas por dia para se familiarizar com a língua”.

Publicidade
Comentários

Aulas começam dia 8

Primeiro lote do Cartão Material Escolar começa a ser pago nesta sexta (5)

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação

Os créditos do Cartão Material Escolar começam a ser depositados nesta sexta-feira (5). No primeiro lote, recebem aqueles que já possuem o cartão físico, entregue no ano passado, e cujas famílias ainda fazem parte do programa Bolsa Família, do governo federal, no ano de 2021. Para quem está na educação infantil e no ensino fundamental, o auxílio é de R$ 320. Estudantes do ensino médio recebem R$ 240. As aulas começam no próximo dia 8, de forma remota, e, mesmo para atividades em casa, muitos materiais são necessários.

As listas dos materiais foram atualizadas e aprimoradas. Neste ano, permanece incluído o chip para dispositivo móvel, que viabiliza a instalação do aplicativo Escola em Casa DF, necessário para acesso à plataforma Google Sala Aula com os pacotes de dados pagos pela Secretaria de Educação.

A diversidade de opções é grande, para que todos acompanhem as aulas com tranquilidade, sem ter de se preocupar com a falta de nada. Os itens vão desde jogos, pedagógicos, brinquedos, caderno, cartolina, lápis de cor e papel A4, como também mochila, agenda, calculadora de bolso, pen drive, dicionários de português, inglês e espanhol, a depender de cada etapa. Tudo foi elaborado pelas equipes pedagógicas da Secretaria de Educação, com base no currículo adotado pela rede.

Também houve aumento no número de produtos em relação ao ano anterior. Na educação infantil, eram 45 itens e agora são 47. No ensino fundamental – anos iniciais, eram 46 produtos e hoje são 49. Nos anos finais, de 28 itens, o total aumentou para 29. No ensino médio, eram 23 e agora são 25. Para a educação especial, são 171 itens.

Os valores podem ser usados nas papelarias cadastradas no programa em todo o DF. Para conferir se o crédito foi feito, basta ligar no 156, opção. Neste primeiro lote, são beneficiados 59.671 estudantes de 38.152 famílias. O total investido é de R$ 18.348.480,00.

Dicas para compra

1. No caso da educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, confira com a escola o material necessário. A relação é de produtos permitidos para compra com o cartão, mas não significa que sejam todos obrigatórios.

2. No caso da educação especial, são 171 itens, ao todo, mas é preciso verificar com a escola quais materiais, dentre estes, são os indicados para cada estudante, conforme a necessidade.

3. Sempre é bom fazer uma pesquisa de preços. O fato de as papelarias estarem credenciadas não significa que todas pratiquem os mesmos valores.

4. A compra não precisa ser feita em um único estabelecimento.

5. E mais: não precisa gastar tudo de uma única vez. As compras podem ser feitas até o dia 23 de maio de 2021.

6. Quando as atividades presenciais retornarem, em data ainda a ser definida pela Secretaria de Educação, o material de uso coletivo, como resmas de papel, deverá ser entregue na escola.

7. Fique atento ao site da Secretaria de Educação e às redes sociais, #educadf, para acompanhar as novidades e orientações.

Listas de materiais

Pagamento

Os créditos são feitos em três lotes. Após este primeiro, ainda em março, será a vez dos novos estudantes que se matricularem no prazo regular. A terceira fase vai contemplar os novos estudantes que efetivarem matrícula no período de vagas remanescentes e tem previsão para abril. Em ambos os casos, o Banco de Brasília (BRB) irá confeccionar os cartões e a Secretaria de Educação vai divulgar, oportunamente, a forma de entrega e as datas de pagamento.

Em 2020, o cartão Material Escolar atendeu mais de 106 mil estudantes de 68 mil famílias, com investimento de R$ 33 milhões.

Confira a lista de papelarias cadastradas no programa.

Continuar lendo

Centro Interescolar de Línguas

CILs abrem inscrições para toda comunidade a partir desta quinta-feira (4)

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Fotomontagem/AVB

A Secretaria de Educação (SEE) abre inscrições para vagas disponíveis para a comunidade nas unidades do Centro Interescolar de Línguas (CIL). A partir desta quinta (4), até o dia 8 de março, interessados podem fazer cadastro exclusivamente de forma on-line, em link a ser disponibilizado no site da secretaria.

Para o primeiro semestre deste ano, há vagas nos cursos de espanhol, francês, inglês e japonês disponíveis nos 17 CILs. O resultado do sorteio eletrônico será divulgado no dia 10 de março, a partir das 18h, também pelo site da SEE. As matrículas dos contemplados deverão ser confirmadas nos dias 11 e 12, eletronicamente, por meio do envio da documentação para o e-mail do CIL onde o candidato vai estudar.

As vagas ofertadas à comunidade são as que não foram preenchidas por estudantes da rede pública de ensino do DF. Assim, passam a estar disponíveis ao público em geral, de acordo com a Lei Distrital nº 5.536/2015. Para a comunidade, é feita apenas uma chamada.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2015-2021 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense