Curta nossa página

Em sessão marcada por debates, Câmara aprova projeto de resolução e moções

Publicado

Foto/Imagem:


A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou nesta terça-feira (7) um projeto de resolução, dois requerimentos e cinco moções, entre elas uma manifestação de protesto ao governador em favor da retirada do projeto que trata da reestruturação das regiões administrativas do DF (PL nº 182/2015) e outra em apoio aos conselheiros tutelares do DF – os quais reivindicam o cumprimento de lei que trata da eleição para o posto.

Aprovado nesta tarde, o projeto de resolução nº 8/2015 altera a Resolução nº 34/1991, que institui a estrutura administrativa da Casa. De acordo com a proposição, já votada em primeiro e segundo turnos, a Assessoria de Plenário passa a se chamar Secretaria Legislativa.

Estagiários
Entre os assuntos que foram tema de pronunciamentos parlamentares está a rescisão de contratos de estágio por parte do GDF. Segundo o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT), 824 estudantes do ensino médio e superior foram prejudicados. “Não acredito que eles pesem tanto no orçamento do DF. Espero que a situação seja revertida”, lamentou.

Universidade
O deputado Wasny de Roure (PT) voltou a defender em plenário a retomada do debate para a criação de uma universidade pública distrital. “O DF tem uma população de 3 milhões de pessoas e, com o entorno, são mais 2 milhões. É inadmissível contar só com a UnB”, justificou.

Dia do Jornalista
Comemorada nesta terça, a data foi lembrada por alguns distritais em plenário. O deputado Lira (PHS) destacou o papel dos jornalistas – “pilares da democracia”, nas palavras do parlamentar. E o deputado Ricardo Vale (PT) elogiou o trabalho desses profissionais: “Ainda que muitos veículos sejam tendenciosos, a maioria dos profissionais não age assim”.

Atualizado em 07/04/2015 – 20:04.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana