Curta nossa página

HPV, meningite e pneumonia

DF segue calendário nacional e altera aplicação de três vacinas

Publicado

Foto/Imagem:


A Secretaria de Saúde anunciou nesta quarta-feira (6) a mudança no calendário de vacinação usado na rede pública. As vacinas para HPV, meningite e pneumonia serão aplicadas em um novo cronograma, de acordo com o novo Programa Nacional de Imunização, divulgado também nesta quarta pelo Ministério da Saúde.

A mudança no intervalo de aplicação das vacinas afeta pacientes de todas as idades, de recém-nascidos a idosos.

Pelo novo calendário, a vacina contra o HPV passa a ser aplicada em apenas duas doses e não mais em três. A imunização é destinada a meninas de 9 a 13 anos. No novo cronograma, a paciente deverá receber a segunda dose em até seis meses após a primeira.

No caso da vacina contra a meningite, que protege crianças do meningococo C, as primeiras doses continuam sendo administradas aos 3 e 5 meses de vida do bebê. O reforço passa a ser aplicado ao 12º mês de vida e não mais ao 15º.

A secretaria afirma que o paciente deve, preferencialmente, fazer a aplicação aos 12 meses, mas ela pode ser feita antes dos 4 anos de vida. Segundo a pasta, a medida busca assegurar maior proteção contra a bactéria no início do segundo ano de vida da criança.

A imunização contra a pneumonia (pneumocócica 10 valente) passa a ser aplicada em duas doses, aos 2 e 4 meses, com reforço aos 12 meses. Anteriormente, a vacina era administrada em três doses e um reforço. De acordo com a secretaria, a mudança tem como base estudos que afirmam que a efetividade do novo esquema é igual ao do procedimento anterior.

Atualizado em 07/01/2016 – 09:51.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana