Curta nossa página

Debatedores acreditam que legalizar o jogo seria bom para o turismo

Publicado

Foto/Imagem:


O presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Alexandre Sampaio, informou agora há pouco que o jogo ilegal no Brasil movimenta R$ 18 bilhões. Para ele, o País tem um histórico no setor e um potencial em várias cidades do interior e que seria benéfico para a economia do País se os cassinos forem legalizados.

Sampaio participa de audiência pública da Comissão de Turismo que debate a situação do turismo e o marco regulatório dos jogos no Brasil. “Temos estrutura e capacidade para atrair e hospedar essa sistemática do jogo com qualidade no atendimento”, afirmou.

Alexandre Sampaio acrescentou que só com os cassinos o setor de turismo teria mais 400 mil postos de trabalho e ganharia mais investimentos internacionais. Ele também defendeu que os cassinos possam ir para as capitais, mas, para ele, o foco seria a interiorização dos empreendimentos.

Mais recursos
O presidente da Confederação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux, Márcio Santiago, afirmou que a promoção internacional do Turismo no Brasil tem perdido recursos e que a regulamentação dos cassinos pode colaborar para melhorar essa situação.

Santiago informou que, em 2005, o Brasil tinha R$126 milhões para investir e agora, dez anos depois, os recursos são da ordem de R$ 67 milhões. “Países muito menores que o Brasil investem muito mais na promoção internacional do turismo”, lamentou.

Márcio Santiago também defendeu que o Ministério do Turismo seja responsável pela regulação, fiscalização e arrecadação dos impostos do segmento. “O Brasil é 4º país que joga nos cassinos de Las Vegas. Nós saímos daqui para jogar lá fora. São divisas que o Brasil deixa de receber”, disse.

ac

Atualizado em 25/11/2015 – 17:00.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana