Curta nossa página

Conselheiro da OAB é solto após pagar fiança de R$ 23,6 mil por suposta falsificação

Publicado

Foto/Imagem:


O conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Wendel Lemes de Faria foi solto no final da noite desta quarta-feira (18) após pagar fiança de R$ 23.640 fixada pelo Tribunal de Justiça do DF, segundo a defesa dele. Faria foi preso em flagrante ao tentar sacar R$ 250 mil com uma procuração supostamente falsa em uma agência bancária do Lago Sul na última segunda feira (16), de acordo com a Polícia Civil.

À polícia, ele disse que o dinheiro que iria sacar era referente a honorários advocatícios. O caso aconteceu em uma agência da Caixa Econômica Federal da QI 5, no Gilberto Salomão. Segundo a Polícia Civil, o departamento de segurança do banco entrou em contato com a corporação para “apurar um possível saque de valor vultoso de modo fraudulento”.

Nesta quarta, o conselheiro pediu afastamento do cargo, afirmou o presidente da OAB no DF, Ibaneis Rocha. O representante de Faria, o advogado Cláudio de Alencar, não quis comentar o caso.

Outras punições
O juiz substituto Felipe de Oliveira Kersten concedeu a liberdade provisória com pagamento de  fiança e determinou ainda que ele não poderá exercer a advocacia até o julgamento do caso em primeira instância. O advogado também não poderá se ausentar por mais de oito dias de casa sem comunicar à Justiça, nem mudar de endereço sem aviso e autorização prévios. Ele terá ainda de comparecer à Justiça todo mês para informar o paradeiro e atividades. O descumprimento de qualquer uma das medidas poderá resultar na prisão preventiva de Faria.

Atualizado em 20/03/2015 – 10:11.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana