Curta nossa página

Américas e Europa

Conheça 10 wine hotels pelo mundo que merecem a sua visita

Publicado

wine hotels
Foto/Imagem: Jep Gambardella
Carolina Peres

Os wine hotels são localizados em regiões valorizadas pela região do vinho, com vinhedos e vinícolas. Por causa disso, os estabelecimentos unem a experiência tradicional de um hotel com diferentes atividades relacionadas à bebida mais antiga do mundo.

Os espaços costumam ficar em áreas mais afastadas das grandes cidades, quase bucólicas, mas não dispensam a elegância e a sofisticação tão associada ao vinho nas grandes cidades.

Continue a leitura para conhecer 10 wine hotels pelo mundo que merecem a sua visita.

Américas

Começando pelo continente americano, os wine hotels das Américas oferecem tradição e modernidade na medida certa.

1 – Beltane Ranch (Califórnia, Estados Unidos)

O Beltane Ranch está na mesma família há seis gerações. Construído em 1892, o rancho é rodeado por 10 hectares de plantações de uvas variadas, como Zinfandel e Sauvignon Blanc.

Em seus 130 anos de existência, pouca coisa mudou, mantendo a estrutura original do século XIX. Os seis quartos são mobiliados com objetos antigos – como os estrados e lavatórios de ferro.

Os ovos servidos no café da manhã são orgânicos, coletados de galinhas do próprio local. Ao invés de ar-condicionado, as acomodações são refrescadas por ventiladores de teto. É a opção perfeita para quem gosta do estilo vintage.

2 – Cavas Wine Lodge (Luján de Cuyo, Argentina)

Desenhado pelo arquiteto argentino Pondal Malenchini, todo o espaço da Cavas Wine Lodge tem uma atmosfera aconchegante e intimista. O local também conta com piscinas, terraços privativos, lareiras, spa luxuoso e restaurante com vista para os jardins.

A degustação diária de vinhos na adega é certamente um dos maiores destaques. Um sommelier leva os hóspedes a uma tour pelos pontos de vinho próximos ao hotel, onde os maiores produtores do país se escondem.

3 – Clos Apalta Residence (Colchagua, Chile)

O Clos Apalta Residence não começou como um hotel, mas, sim, como a residência da família Marnier Lapostolles de Grand Marnier.

Rapidamente, os proprietários perceberam que as quatro pousadas eram o lugar ideal para amantes de vinho, que buscavam se aproximar de uma das regiões produtoras de blends tintos mais simbólicas do Chile.

As acomodações são charmosas e minimalistas, e os visitantes são frequentemente convidados para jantares exclusivos – com foco especial para a harmonização de vinhos, é claro.

Recomenda-se a tour privativa para a vinícola e vinhedo (feitas de bicicleta ou a cavalo) e um bom mergulho na piscina infinita com vista para o vale de Apalta.

4 – Narbona Wine Lodge (Colonia, Uruguai)

O Narbona é o epítome de glamour rústico. A mansão tem cinco quartos em estilo colonial, jardins, piscina, destilaria e uma adega de pedras feita em 1909.

Os turistas são particularmente atraídos pela degustação de vinhos e queijos à luz de velas, assim como por todas as refeições preparadas no hotel, sempre com ingredientes orgânicos locais.

5 – Spa do Vinho (Rio Grande do Sul, Brasil)

O Spa do Vinho fica em uma região bucólica e reservada de Bento Gonçalves, no topo de uma colina cercada por 18 hectares de vinhedos próprios.

Perfeita para recarregar as energias, a experiência de hospedagem é assinada pelos Hotéis Marriott. As atividades são diversas: vinoterapia, passeio de balão, restaurantes, clube do vinho, viticultura, degustações orientadas e eventos variados.

Os tratamentos de spa são feitos com produtos fabricados à base de uvas (mosto, pele, bagaço, sementes), obtidos a partir do terroir do próprio hotel.

Europa

Os vinhos do Velho Continente ainda são os mais conhecidos do mundo, e é claro que os wine hotels europeus assumem a posição dos mais visados pelos turistas.

6 – Palácio Ludovice Hotel (Lisboa, Portugal)

Em 1755, um forte terremoto destruiu quase completamente a cidade de Lisboa, principalmente a zona da Baixa e perto do litoral do Algarve e Setúbal.

Mas um edifício ficou de pé e se transformou em um símbolo de esperança portuguesa: o Palácio Ludovice. Hoje, o prédio abre as portas novamente como um wine hotel luxuoso e cheio de história.

Destacam-se o spa com produtos à base de uva, a extensa carta de vinhos dividida por diferentes regiões de Portugal, o restaurante, bar e os 61 quartos e suítes projetados para reviver os elementos enigmáticos do século XVIII.

7 – Capofaro (Sicília, Itália)

O Capofaro fica perto de 6 hectares de um vinhedo vulcânico plantado com uvas Malvasia delle Lipari, conhecidas pelo sabor seco e doce.

O hotel tem 27 quartos com varandas que dão para o mar – 6 deles ficam no alojamento do antigo faroleiro, construído no século XIX. Não tem quem não se encante com as praias privativas que dão um ar de ilha deserta à experiência.

Por causa do solo vulcânico fértil, o restaurante usa ingredientes plantados nos jardins da propriedade.

8 – Château de la Resle (Borgonha, França)

Os nove quartos do hotel são decorados com base no estilo luxuoso contemporâneo e ficam a apenas 20 minutos de carro de vinhedos e restaurantes de Chablis, uma comuna francesa famosa pelos vinhos de mesmo nome.

O Château conta com piscina aquecida, bicicletas elétricas para explorar os vinhedos, sauna, massagens, aulas particulares de yoga e cardápio gourmet exclusivo.

9 – Abadía Retuerta LeDomaine (Ribera del Duero, Espanha)

Antes de ser convertido em hotel, o Abadía Retuerta era um mosteiro construído no século XII, mas até hoje mantém sua estrutura grandiosa e monástica.

Os 30 quartos de piso de madeira são espaçosos e confortáveis. O espaço em que os monges faziam suas refeições foi transformado em um restaurante reconhecido pelo Guia Michelin.

O vinho é fundamental para o local: tem 200 hectares de vinhedos (com uvas Tempranillo, Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah e Petit Verdot), spa de vinho e degustações.

10 – Ashling Park (Sussex, Inglaterra)

Gerido pela família Gardner há três gerações, o Ashling Park é rústico e aconchegante, localizado em uma dos endereços de vinho mais populares da Inglaterra.

O hotel oferece caminhadas guiadas, serviço de praia, visitas aos vinhedos vizinhos, menus originais do próprio restaurante e degustação de vinhos – com destaque especial para o espumante inglês, que se tornou mundialmente famoso pela sua excelência.

Todos esses lugares são maravilhosos, mas sabemos que, em tempos de crise econômica, até os mais acessíveis podem fazer a diferença quando as contas chegarem no final do mês. Se conhecer algum desses wine hotels ainda não é pra você, aproveite as delícias desta bebida na sua casa mesmo, indo até um mercado ou uma loja de vinhos on-line.

Atualizado em 15/04/2022 – 15:39.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana