Curta nossa página

Separando as finanças

Como criar um planejamento financeiro funcional sendo autônomo?

Publicado

planejamento financeiro
Foto/Imagem: Tima Miroshnichenko


Planejamento financeiro é um assunto de suma importância para os autônomos. Afinal, neste ramo, ainda que existam oportunidades únicas, um fato que assombra tal modalidade é que nunca se pode contar com o dinheiro no próximo mês.

Afinal, diversos são os imprevistos que podem surgir, tanto para o próprio empreendedor quanto para seus clientes, o que irá ocasionar em uma variável muito grande para a vida deste profissional.

Logo, para ajudar aqueles que se encontram nesta modalidade, no artigo de hoje, apresentaremos a você, nosso caro leitor, como criar um planejamento financeiro funcional sendo um autônomo. Aproveite e boa leitura!

Ter um bom planejamento financeiro é essencial

Devido a oscilação de lucro que pode ocorrer dentro da vida profissional daqueles que trabalham desta maneira, ter um planejamento financeiro que seja funcional é quase uma obrigação.

Afinal, enquanto em um mês podemos obter um grande lucro, no outro, os prejuízos podem ser tão impactantes quanto. E isto sequer sugere que foi culpa totalmente do profissional.

Afinal, algumas das pessoas que fechamos negócio ficam, enquanto outras se vão. E existiram vezes onde a grande maioria se vá, e outras vezes onde aparecerão mais interessados em seu trabalho.

Um autônomo, quando comparado com um trabalhador tradicional, sempre precisa se preocupar não apenas com o dia, mas sim o mês que está por vir, onde uma perda pode significar alterar todo seu cronograma.

Logo, estar planejado para possíveis problemas trata-se de um dever. Ainda que esteja no começo, somente cortando e separando cada centavo é possível obter o sucesso dentro deste modelo de profissão.

Além disso, se você não conta o seu dinheiro, dificilmente conseguirá conquistar um descanso. Geralmente, enquanto se trabalha para manter a casa, será necessário lucrar ainda mais, guardando uma parte dos lucros para futuras férias.

Ser autônomo está muito longe de ser fácil, como muitos pensam. Ainda que possuir o próprio negócio e ser capaz de manter suas dívidas em dias, tendo total liberdade de horário pareça um cenário incrível, o mesmo está muito longe de parecer tão maravilhoso quanto podem pensar.

E, por isso, apresentaremos algumas dicas de como se planejar financeiramente sendo um autônomo. Tanto para aqueles que já iniciaram suas atividades quanto para os que estão planejando iniciar, tais ideias são essenciais. Ao começar por:

Separe suas finanças

Será impossível manter um planejamento financeiro de maneira estável se não houver a separação das finanças pessoais e daquelas que surgem por causa do seu empreendimento.

É preciso entender que, ainda que o lucro seja totalmente eu, o mesmo também não é. Uma parte deste deve ser destinada à empresa para que ela possa manter as atividades em funcionamento.

Claro que em alguns casos isto ocorre de maneira mais fácil. Freelancers, por exemplo, pouco precisam gastar com infraestrutura para que consigam desempenhar suas atividades.

Ainda sim, independente de ser um destes ou não, ainda existirá a necessidade de realizar tal separação. Isto evita a mistura das obrigações fiscais, ocasionando confusões e possíveis esquecimentos.

Ainda que tal dica pareça óbvio, esta é uma das mais importantes. E é de se surpreender que, ainda que possua sua obviedade, grande parte daqueles que iniciam suas atividades como entidade jurídica nos dias de hoje ainda comete tal erro.

Use alternativas de maneira eficiente

Se pretende fazer um empréstimo para investir em sua micro empresa desde o início, saiba que tal opção, ainda que válida, deve ser usada de maneira sábia, onde todo o valor solicitado seja realmente voltado para a corporação.

E mesmo que sobre uma quantidade do valor que tenha sido solicitado, guarde-o ou invista, dando preferência a segunda opção. Uma empresa não pode viver apenas do dia atual, tendo necessidade sempre de pensar no próximo passo.

Todo o cuidado é pouco quando falamos de crédito. Afinal, se não existem as precauções, será muito fácil afundar o nome da marca em um poço sem fundo, onde se verá na necessidade de obter mais crédito para arcar com as dívidas, gerando um ciclo infinito.

O descanso é importante

Como dito anteriormente, para que exista o período de descanso em sua vida, será necessário, de antemão, fazer todo o planejamento financeiro, sempre definindo uma quantia a ser guardada para o mês que planeja tirar suas férias.

Leve em consideração não apenas estas, mas também algum período onde precisará se retirar das atividades e também a sua própria aposentadoria. Para aqueles que possuem MEI, este último é garantido, mas ainda precisa ser levado em consideração.

Todo o período que não está trabalhando, também não está fazendo dinheiro. Entretanto, não podemos viver apenas pensando no quesito monetário, uma vez que temos outras áreas tão importantes em nossas vidas.

Isso irá demandar atenção

Estas são as principais entre diversas necessidades que um autônomo precisa se preocupar. E, ainda que tais existam, tal modalidade de atuação ainda é sim muito benéfica, principalmente quando comparamos com a carga rotineira de um trabalho tradicional.

E para aqueles que estão planejando investir em suas empresas, uma ótima alternativa é fazer a contratação de crédito. Com as novas fintechs do mercado, assim como a CashMe do grupo Cyrela, esse processo tem se tornado ainda mais rápido e fácil. Sua modalidade de empréstimo com garantia de imóvel, por exemplo, tem oferecido vantagens únicas aos empreendedores.

Atualizado em 23/11/2021 – 18:33.

Publicidade
Comments
Publicidade
Publicidade