Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Hidrofisio

Com a pandemia, cresce busca por Fisioterapia Cardiorrespiratória

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Getty Images


A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus desencadeou na população uma série de problemas de saúde, que tem lotado as clínicas de fisioterapia do país. Entre as maiores demandas está a Fisioterapia Cardiorrespiratória, que chegou a crescer 400% na clínica Hidrofisio, depois da chegada da Covid-19.

“Pelo menos 20% dos pacientes que se curam da Covid-19 ficam com sequelas respiratórias, como cansaço, fraqueza, tosse, falta de ar, entre outros. Criamos um protocolo específico e foi necessário aumentar a equipe especializada na área, bem como ampliar vagas na agenda para conseguirmos atender a demanda que chegou a ter fila de espera”, afirma Karina Reis, diretora executiva da Hidrofisio.

Karina conta que, num primeiro momento, entre março e abril deste ano, a procura de pacientes na clínica caiu 80%. Só comparecia quem realmente estava em pós operatório ou com dores muito fortes. “Por isso, implantamos o tele atendimento para dar suporte àqueles que precisavam da Fisioterapia de forma emergencial, mas que era possível atender à distância”, relembra a empresária.

Nos meses seguintes, com o início da flexibilização, os pacientes começaram a voltar e, cada vez mais, cresceram as queixas relacionadas ao trabalho em sistema home office.

De acordo com a fisioterapeuta Bibiana Figueiredo, da Hidrofisio, com a pandemia, outro problema foram as queixas de dores na coluna lombar, na coluna cervical e “dedo em gatilho” – nome popular da tenossinovite estenosante. Para estes casos, a procura cresceu 40%.

Fisioterapia Cardiorrespiratória

A Fisioterapia Cardiorrespiratória utiliza um programa de exercícios capaz de melhorar a capacidade do coração, do pulmão e dos músculos e ossos. Eles ajudam a controlar a pressão arterial e o nível de colesterol e lipídios. Além disso, promovem diminuição dos níveis de glicose e controle de peso.

Com o tratamento, o paciente apresenta melhora na qualidade do sono e aumento da imunidade. Tudo isso reduz, e muito, a mortalidade associada às doenças cardiovasculares, a principal causa de morte em nosso país.

Outro ponto positivo, segundo a fisioterapeuta, é que esse tipo de tratamento apresenta efeitos colaterais mínimos, em outras palavras, sua prática é extremamente segura. “Todas as contraindicações são bem estabelecidas, e todo cuidado necessário a cada paciente é realizado de forma individual”, explica.

Novidade

Atenta às demandas do mercado, a Hidrofisio é a primeira clínica de Fisioterapia do DF – e umas das primeiras no Brasil – a adquirir o Recupero, equipamento criado por pesquisadores da USP, de São Carlos, que oferece um novo método de tratamento para pacientes acometidos de fibromialgia, a terapia foto sônica.

“Esse método não provoca efeito colateral e conseguiu controlar a dor em noventa por cento dos pacientes. Tanto a terapêutica quanto o Recupero são inéditos no mundo. O equipamento combate a fibromialgia e é fruto do trabalho de oito anos de pesquisadores do Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), da USP”, explica Karina Reis, diretora da clínica Hidrofisio, lembrando que ele serve também para controlar as dores, gerando um consequente bem estar e diminuição do uso de remédios.

Unidades Hidrofisio

• Sudoeste
CLSW 303, Bloco B, Loja 8
(61) 4042-8080

• Taguatinga Norte
QNA 02, Lote 17
(61) 3563-4653

• Taguatinga Sul
QSE AE 16, Lote 05
(61) 3967-4859

• Ceilândia Sul
QNM 03, Conjunto O, Lote 27
(61) 3965-4653

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense