Curta nossa página

Celina ressalta visibilidade que Brasília terá por sediar Fórum Mundial da Água

Publicado

Foto/Imagem:


Escolhida para sediar o 8º Fórum Mundial da Água em 2018, Brasília deve ganhar nova projeção internacional. Essa é a avaliação da presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputada Celina Leão (PDT), que está na Coréia do Sul representando o DF na sétima edição do evento.

Celina participou do debate global sobre o futuro da água no planeta na condição de representante do governador Rodrigo Rollemberg. Ela destacou que a próxima edição do evento confere a Brasília um papel internacional “da maior relevância”.

“O Fórum Mundial da Água é um megaevento de repercussão internacional. A escolha de Brasília para sediar a próxima edição do evento é muito simbólica. A capital é sede dos principais órgãos em defesa da água no Brasil: a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Agência de Águas de Brasília (ADASA). Diante disso, a escolha de Brasília para sediar o próximo Fórum foi, sem dúvida, uma importantíssima decisão para os objetivos do conselho mundial”, disse Celina.

O Governo do Distrito Federal – lembrou a presidente da CLDF – terá um prazo de três anos para preparar a estrutura do evento mundial. E nesse período, destacou, o DF terá que intensificar as ações de conscientização para fazer jus ao papel de anfitriã do fórum.

“Não falo apenas da preparação técnica e logística. É da maior importância a preparação cultural, por meio da busca por melhorias na educação e conscientização da população sobre a conservação das águas. São centenas e centenas de ações executivas, legislativas e regulatórias que iremos difundir nestes próximos 3 anos”, completou.

Escassez
Celina Leão enfatizou que a escassez da água é uma realidade em vários países e um reflexo desse cenário, que há décadas poderia ser considerado impossível de ocorrer no Brasil, já foi sentido pela população de São Paulo. “Desde já, me coloco à disposição para trabalhar junto ao Conselho Mundial das Águas, como mais uma guerreira na defesa deste recurso de importância vital para a humanidade”, finalizou a presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Atualizado em 16/04/2015 – 19:32.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana