Curta nossa página

CCBB recebe a 14ª Mostra do Filme Livre até 27 de abril

Publicado

Foto/Imagem:


O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) recebe até o dia 27 de abril, a 14ª edição da Mostra do Filme Livre (MFL), com a exibição de 258 produções independentes do cinema nacional. A programação pode ser vista gratuitamente até o dia 27 de abril. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência, na bilheteria do CCBB.

A mostra traz filmes de longa, médias e curta metragens. Um dos destaques é a produção “Ressurgentes – um filme de ação direta” da cineasta brasiliense e professora da Universidade de Brasília (UnB) Dácia Ibiapina. O filme será exibido ao público na próxima segunda (13). Após a sessão, a cineasta realiza debate com o público.

Segundo a organização, o objetivo da mostra é valorizar e evidenciar a força da produção independente. A programação completa pode ser conferida na página da mostra na internet.

Antes de chegar a Brasília, a Mostra do Filme Livre passou pelo CCBB do Rio de Janeiro. Depois da capital, o festival segue para São Paulo (29 de abril a 25 de maio) e Belo Horizonte (3 a 22 de junho), que estreia neste ano no circuito.

No DF, acontece a sessão “Curta Brasília”, que inclui as produções locais “Crônicas de uma cidade inventada”, de Luisa Caetano; “Meio fio”, de Denise Vieira; “Cabeça, tronco, rodas”, de Thiago Zacarias Amâncio, e “Desova”, de Algodão Choque.

A mostra também presta homenagem ao cineasta paulista Maurice Capovilla, considerado pelo meio audiovisual como pioneiro do “cinema verdade” no Brasil. O diretor foi responsável por filmes como “Bebel, garota propaganda” (1968) e “O profeta da fome” (1970), estrelado por José Mujica, o Zé do Caixão.

Em 2015, Capovilla lança a produção “Nervos de aço”, que conta a história do sambista gaúcho Lupicínio Rodrigues. A produção é estrelada pelo ator e músico Arrigo Barnabé e será exibida no MLF.

A Mostra do Filme Livre é considerada um dos mais abrangentes festivais do cinema brasileiro. A programação é dividida em várias sessões temáticas, como a “Mostrinha Livre”, voltada para as crianças, e a tradicional “Trash”, com produções de diretores que são destaque no gênero, como Petter Baiestorf, Joel Caetano e Rodrigo Aragão.

Para a edição de 2015 foram selecionados 67 filmes do Rio de Janeiro, 43 de São Paulo, 18 do Ceará e 14 da Bahia. O DF tem 7 produções na mostra. Participam ainda Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pernambuco (com 10 filmes cada), Santa Catarina (8), Paraná e Paraíba (5), Maranhão e Alagoas (2), Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul (1).

“Em 13 edições, nosso público foi de 55 mil pessoas, que viram mais de 3 mil filmes, entre curtas, médias e longas de todos os formatos e gêneros. Em 2014 o Circuito de Cineclubes da MFL chegou a 25 cidades, com público de 2.300 pessoas. Em 2015 vamos repetir esta ação”, diz Gabriel Sanna, que assina a curadoria ao lado de Marcelo Ikeda, Chico Serra, Guiwhi Santos, Christian Caselli e Ricardo Mansur.

Segundo a organização, o objetivo da mostra é valorizar e evidenciar a força da produção independente. A programação completa pode ser conferida no site da mostra.

14ª Mostra do Filme Livre
Local: Centro Cultural Bando do Brasil
Endereço: SCES, Trecho 02, lote 22
Data: de 8 a 27 de abril
Entrada gratuita

Atualizado em 10/04/2015 – 11:51.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana