Curta nossa página

Veículos

Audi e Hyundai fecham parceria para carros a hidrogênio

em

Divulgação/Audi


Audi e a Hyundai firmaram uma parceria para o desenvolvimento conjunto de tecnologias de célula de combustível a hidrogênio. As duas empresas deverão ter patentes em comum e criar componentes conjuntos para levar a tecnologia de células de combustível à produção em série.

A marca alemã acredita que o sistema é o mais viável para geração de energia elétrica para os carros do futuro. As vantagens devem ser ainda mais expressivas para carros maiores. Isso ocorre já que o sistema de célula de combustível é bem mais leve do que as baterias recarregáveis.

Além disso, deve permitir autonomias maiores do que os modelos a bateria. Os tempos de recarga serão semelhantes aos carros com motor a combustão.

Dentro do Grupo Volkswagen, a Audi é a responsável pelo desenvolvimento da tecnologia. O sistema poderá ser usado por outras marcas do conglomerado.

Hidrogênio tem futuro próximo

O primeiro modelo movido a célula de combustível deverá ser mostrado já no início da próxima década, a partir de 2020. Será um SUV grande com produção limitada. Os frutos da parceria com a Hyundai virão apenas depois, na próxima geração de propulsores a hidrogênio de Audi e Hyundai.

Continuar lendo
Publicidade

Veículos

Mini conversível chega às lojas do Brasil no final do ano

em

Publicado por

Divulgação/MINI

Depois de apresentar e confirmar preços do Mini hatch, a marca britânica anunciou a chegada da versão conversível ao Brasil no final do ano. Assim como o hatch, o conversível trará a mesma reestilização visual e mecânica apresentada antes.

Visualmente, há novos faróis com acabamento preto e lanternas com a bandeira do Reino Unido estilizada dentro das máscaras. Ela também está no teto de lona. O logotipo da marca também é novo, como parte da renovação da gama.

Outra novidade que estará no Mini conversível é a central multimídia que passa a trazer notícias em tempo real. Nova também é a transferência de rotas planejadas no smartphone para o sistema de navegação do carro. O aparato é batizado de Mini Connected. Agora, ele também é compatível com Apple CarPlay (para espalhamento de smartphones com sistema operacional IOS).

Mecânica

O Mini conversível terá a substituição da transmissão automática pela automatizada de sete marchas e duas embreagens. Assim como o hatch, deve ser oferecido nas opções 1.5 de 135 cv e na 2.0 de 192 cv, ambas a gasolina e com turboalimentação.

 

Continuar lendo

Veículos

Novo Bugatti promete ir de 0 a 100 em menos de 2,5 segundos

em

Publicado por

Divulgação/Bugatti

A lendária Bugatti está preparando uma nova edição especial do superesportivo Chiron. A novidade atende pelo sugestivo nome de Divo. O carro será revelado no final de agosto, durante o Concurso de Elegância de Pebble Beach, nos Estados Unidos.

O Chiron Divo, que nos últimos meses já vem sendo mostrado reservadamente para os clientes mais importantes da marca francesa, será ainda mais radical que o Chiron Sport, revelado em março deste ano no Salão de Genebra.

A adoção de uma nova transmissão de dupla embreagem, derivada de modelos de corrida, terá papel vital na melhoria dos números de aceleração do Divo – que será capaz de ir de 0 a 100 km/h em menos de 2,5 segundos. Para chegar a 200 km/h, serão menos de 6,5 segundos.

Outra preocupação da Bugatti foi melhorar sua aderência aerodinâmica na pista. Por isso, a velocidade máxima do novo modelo será de “apenas” 389 km/h, bem abaixo dos 420 km/h.

Prazer para poucos

A produção da nova variante do Chiron será limitada a 100 exemplares, com preço de 5 milhões de euros (R$ 23 milhões). Para efeito de comparação, o Chiron Sport custa 2,65 milhões de euros (R$ 12,2 milhões). Parece salgado? Não para os clientes da marca, já que todas as unidades já foram vendidas.

Continuar lendo

Veículos

Venda de veículos novos sobe 14,47% no primeiro semestre

em

Publicado por

Reprodução/Google Imagens

As vendas de veículos novos aumentaram 14,47% no primeiro semestre do ano comparado com o mesmo período de 2017, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

O setor comercializou 1.166.663 unidades de veículos novos de janeiro a junho, mesmo com os efeitos da greve dos caminhoneiros em maio, quando houve problemas no fornecimento de peças e na entrega dos veículos prontos para concessionárias.

Em junho, houve o emplacamento de 201.900 mil veículos, praticamente o mesmo número de vendas de maio. Apesar da estabilidade, o número de junho representa um aumento de 3,6% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em abril, antes da greve dos caminhoneiros, as vendas registravam 217.300 mil unidades.

Segmentos

O setor de automóveis e veículos comerciais leves acumula uma alta de 13,71% em comparação ao mesmo período do ano passado. O setor de caminhões também registra uma venda de 32,3 mil unidades, um aumento de 50,7% no primeiro semestre.

Os ônibus apresentaram um aumento de 9,9% nas vendas no primeiro semestre do ano em comparação com o mesmo período de 2017. O setor teve 7,1 mil unidades comercializadas.

Continuar lendo
Brasília, 22 de julho de 2018

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana