Curta nossa página

Após confusão, mutirão de câncer de pele no Hran termina com mais de mil pacientes atendidos

Publicado

Foto/Imagem:


Depois de registrar confusão e grande fila durante a manhã deste sábado (7), o mutirão de câncer de pele do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), terminou durante a tarde com 1.050 pacientes atendidos, segundo a Secretaria de Saúde. A expectativa inicial era atender 600 pessoas.

A pasta informou que 23 pessoas tiveram tumores retirados. Também foram diagnosticados 152 novos casos, todos com indicação de cirurgia, com data já marcada, de acordo com o governo.

Ao todo, 20 médicos especialistas participaram do mutirão. A Coordenação de Dematologia informou que 200 pacientes atendidos foram ao local após triagem na Central de Regulação. Os demais buscaram o serviço espontaneamente.

O mutirão foi uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia, em parceria com a Secretaria de Saúde.

Confusão
Com um número de pacientes maior do que o previsto, o mutirão teve confusão durante a manhã por demora no atendimento e pela longa fila que se formou. “Houve uma procura além da nossa expectativa”, afirmou o diretor do Hran, Valdir Nunes, logo após a confusão.

Houve uma fila grande e demora no atendimento. Muitas pessoas, algumas delas com necessidades especiais, precisaram aguardar a vez sob sol forte. Por volta das 12h30, a fila diminuiu e não havia confusão.

O leitor Gilvan Ferreira, de Taguatinga, fez um vídeo no local. As imagens mostram o espaço lotado de pacientes e desorganização. “Aqui tem pessoas idosas, é um desrespeito. Por falta de organização, de coordenação. Não tem ninguém tomando conta disso aqui. Os próprios funcionários estão batendo cabeça, ninguém se entende.”

G1 DF

Atualizado em 08/11/2015 – 12:40.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana