Curta nossa página

Por unanimidade

Anvisa aprova uso e venda em farmácias de autoteste para detectar Covid-19

Publicado

autoteste covid
Foto/Imagem: Getty Images


A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (28), por unanimidade, o uso e a comercialização de autoteste para detecção de Covid-19.

A aprovação ocorre após o envio de informações pelo Ministério da Saúde a pedido da Anvisa que, em 19 de janeiro, solicitou esclarecimentos a respeito da inclusão do autoteste nas políticas públicas de testagem para Covid-19.

A medida vale apenas para os chamados testes de antígenos (feito a partir do swab que coleta o material no fundo da boca e do nariz e busca sinais de anticorpos gerados após a infecção), e não se aplica ao teste RT-PCR (mais preciso, mais demorado e que detecta a presença do material genético do coronavírus).

Com a autorização, qualquer pessoa — sem receita médica — poderá comprar, em breve, um teste de antígeno caseiro em uma farmácia, coletar sua amostra e identificar (ou não) a presença do coronavírus SARS-CoV-2.

Já posso comprar?

Ainda não. “Por enquanto, só existem no mercado brasileiro testes rápidos de antígeno que foram aprovados para uso profissional e estes produtos não podem ser utilizados como autotestes”, explica a Anvisa.

Agora, empresas interessadas em comercializar kits para autotestes deverão solicitar o registro do produto. Após essa etapa de análise e com a eventual aprovação, os exames deverão estar disponíveis em farmácias brasileiras. A expectativa, segundo fontes do setor, é que o valor seja menor do que o praticado pelo mercado hoje.

Atualizado em 28/01/2022 – 12:53.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana