Curta nossa página

Henrique Mansur

Ácido hialurônico pode ser usado no tratamento de osteoartrite (Artrose)

Publicado

ácido hialurônico
Foto/Imagem: iStock


Muito se fala do poder do ácido hialurônico na pele, mas você sabia que ele é também é um forte aliado no tratamento da osteoartrite? O médico ortopedista e especialista em cirurgia de pé e tornozelo, Henrique Mansur, explica que a substância pode ser aplicada através de injeções intra-articulares, terapia conhecida como viscossuplementação, que vem ganhando cada vez mais destaque como opção de tratamento não-cirúrgico.

De acordo com o especialista, a osteoartrite é causada pelo desgaste da cartilagem articular, provocando modificações nos ossos, como os osteófitos ou “bico de papagaio”, como é comumente chamado. A doença pode ser classificada de duas formas: primária e secundária e seus fatores de risco são inúmeros. “A osteoartrite pode ser causada por traumatismos nas articulações e até mesmo por alterações no metabolismo. A hereditariedade também é um fator importante”, exemplifica.

Para ele, a viscossuplementação tem funções muito importantes: lubrificação da articulação com osteoartrite, alívio da dor por meio de propriedades anti-inflamatórias, melhora da função e regeneração da cartilagem articular. “Já temos diversos estudos demonstrando os bons resultados da terapia para a osteoartrite, principalmente nas articulações do joelho e quadril”, destaca. Ele complementa: “contudo, há estudos recentes que mostram melhora da dor e função também no tornozelo e na articulação subtalar (talo-calcaneana)”.

Apesar de não ter a capacidade de restaurar toda a cartilagem da articulação comprometida pelo processo degenerativo, a viscossuplementação pode promover uma melhora importante da dor, permitindo ao paciente retornar às suas funções, por um período variável, que pode durar até 12 meses, dependendo da gravidade. “Em muitos casos, a terapia permite ao paciente adiar uma cirurgia de grande porte, como a colocação de prótese, por alguns anos”, aponta Mansur.

“A terapia é simples e pode ser realizada no consultório, sem necessidade de preparo, e o paciente pode manter suas atividades normalmente. Além disso, apresenta poucas complicações e efeitos adversos, por ser uma substância produzida por nossas articulações, quando sadias”, comenta. O ortopedista salienta que a viscossuplementação deve ser realizada por médicos especialistas e associada a outras terapias, como exercícios físicos.

Atualizado em 30/10/2021 – 16:37.

Publicidade
Comentários
Publicidade
Publicidade