Curta nossa página

Quarta (26) e quinta (27)

Vencedores do Troféu Câmara serão reprisados no Cine Brasília

Redação
Carlos Gandra/CLDF
Marco Túlio Alencar

Os filmes vencedores da 23ª edição do Troféu Câmara Legislativa do Distrito Federal serão exibidos em duas sessões especiais, no Cine Brasília, com entrada franca, nesta quarta (26) e quinta-feira (27), às 18h30. “New Life S.A.”, de André Carvalheira, levou o troféu de melhor longa-metragem e “Entre Parentes”, dirigido por Tiago de Aragão, o de curta-metragem, escolhidos pelo júri oficial. O júri popular aclamou “O Outro Lado da Memória”, do veterano André Luiz Oliveira, na categoria longa, e “Terras Brasileiras”, de Dulce Queiroz, como o melhor curta. Os premiados foram conhecidos no último domingo, no encerramento do 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Nesta quarta-feira, serão apresentados os ganhadores eleitos pelo júri popular. O curta-metragem “Terras Brasileiras” (classificação indicativa 12 anos) documenta conflitos que vêm ocorrendo no Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai, onde indígenas e produtores rurais disputam a posse da terra. Dirigido por Dulce Queiroz, o filme recebeu, em 2018, dois prêmios no Festival Guarnicê de São Luís (MA): melhor filme (júri popular) e menção honrosa (júri oficial). Também foi exibido em sessão especial em Bruxelas (Bélgica), em 2017.

“O Outro Lado da Memória” (classificação indicativa 10 anos) é um documentário de longa-metragem com cenas de ficção sobre a tentativa de realização do filme “Viva o Povo Brasileiro”, adaptação do romance homônimo do escritor João Ubaldo Ribeiro. O filme revela o trabalho realizado pelos produtores e pelo diretor/roteirista André Luiz Oliveira e enorme equipe, ao longo de quase uma década (1996 a 2005) de preparação do épico até a sua dramática interrupção semanas antes do início das filmagens. Em 2015, Oliveira dirigiu “Zirig Dum – A Arte e o Sonho de Renato Matos” que recebeu o Troféu Câmara Legislativa na categoria melhor longa, também escolhido pelo júri popular.

Júri Oficial

Na sessão de quinta-feira, serão exibidos os filmes indicados pelo júri oficial composto por três importantes nomes do cinema nacional, todos com laços estreitos com a produção audiovisual de Brasília: os cineastas João Batista de Andrade, Liloye Boubli e Armando Lacerda.

O documentário “Entre Parentes” (classificação indicativa livre), do diretor e pesquisador cinematográfico Tiago de Aragão retrata o momento, um ano após o impeachment, em que Brasília recebeu a 14ª edição do Acampamento Terra Livre. “Ao mesmo tempo, na mesma Esplanada dos Ministérios, que abrigava as barracas de povos indígenas, parlamentares debatiam uma agenda de retrocessos à causa indígena”, resume o diretor.

Única ficção entre os premiados com o Troféu Câmara, este ano, o longa-metragem “New Life S/A”, (classificação indicativa 14 anos) foi dirigido por André Carvalheira, autor, entre outros, do curta-metragem “Toda Brisa”, premiado na oitava edição do Troféu Câmara. No longa, Augusto é um jovem arquiteto bem-sucedido que planeja um grande condomínio em Brasília onde seus habitantes viveriam uma nova vida. Um condomínio com as virtudes de um homem novo, uma sociedade nova. Mas a utopia de Augusto se choca com a realidade ao seu redor.

Reconhecimento

Concorreram à premiação, nesta edição do Troféu Câmara Legislativa, três longas e 18 curtas, selecionados entre 92 títulos que tiveram as inscrições homologadas. Criado em 1996 para reconhecer o talento dos cineastas brasilienses e incentivar os jovens realizadores, o prêmio vem ajudando a consolidar a produção audiovisual da cidade. Durante a cerimônia de premiação, o Troféu do Legislativo do DF foi destacado pelos integrantes do júri oficial como um importante estímulo ao desenvolvimento do cinema local. Murilo Grossi, eleito melhor ator, também elogiou a iniciativa: “O Troféu CLDF foi uma luta e uma conquista, e hoje está aí firme e forte, ajudando a consolidar o cinema em Brasília”.

Publicidade

Programe-se

JK Shopping tem programação especial para confraternizações

Redação

em

Publicado por

Shutterstock

O ano está acabando e o clima de confraternização já tomou conta da cidade. É hora de reunir os amigos, trocar presentes e se preparar para o ano que está por vir. O Happy Hour do JK Shopping tem tudo a ver com confraternizações. Não há nada melhor que encontrar com os amigos, curtir uma música boa e ainda desfrutar de opções gastronômicas que são de deixar qualquer um com água na boca.

Para os grupos que preferem confraternizar de forma bem animada e com uma programação musical, a boa pedida é o Happy Hour, que acontece todas as terças-feiras e quartas-feiras, a partir das 20h, na praça de alimentação. Nesse mês de dezembro tem sertanejo, rock nacional, mpb, samba, pagode e muito mais.

Para aqueles que buscam também uma experiência gastronômica prazerosa, sem gastar demais, é possível. A praça de alimentação conta com mais de 30 opções para todos os gostos e bolsos, desde petiscos, comida oriental, italiana, a até frutos do mar. E claro, os fast-foods mais amados pelos brasilienses e as famosas torres de chopp para não faltar aquele brinde especial.

Entrando no clima da troca de presentes, o JK Shopping chega com uma novidade que vai facilitar a vida de quem for realizar a tradicional brincadeira do Amigo Oculto, afinal juntar toda a galera para fazer o sorteio não é uma tarefa muito fácil. Uma plataforma no site do mall oferece um serviço exclusivo onde é possível cadastrar todos os nomes dos participantes, sortear o amigo oculto, e ainda disponibilizar e consultar sugestões de presentes. Legal, né? Para participar basta se cadastrar no site do shopping e acessar tudo de onde quiser.

Programação musical

Horário: 20h às 22h
Local: Praça de alimentação do JK Shopping
Entrada: Franca
Classificação: Livre

  • 12/12 – Priscila Bastos
  • 18/12 – Márcio Oliverr e Maikel Franco
  • 19/12 – Léo Ribeiro
  • 26/12 – Roniel Junior
Continuar lendo

Programe-se

Jardim Botânico expõe quadros com materiais do Cerrado

Redação

em

Publicado por

Andre Borges/Agência Brasília

Quadros feitos com materiais do Cerrado estão expostos no Centro de Visitantes do Jardim Botânico de Brasília até 16 de dezembro.

A mostra é do artista plástico Gilberto Mello, de 92 anos, que também usa folha de bananeira e casca de coco para fazer mosaicos com o desenho de São Francisco de Assis.

Por ser agrônomo, Mello aproveita a biodiversidade brasiliense como inspiração para os quadros com a representação do santo.

Além dessas obras, o expositor apresenta cartões de Natal com a mesma temática.

O Jardim Botânico fica aberto de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas.  A entrada custa R$ 5 por pessoa. Crianças de até 12 anos, idosos (acima de 60 anos) e pessoas com deficiência são isentos.

Das 7 às 8h50, é permitida somente o acesso de pedestres e de ciclistas, sem cobrança de ingressos.

Continuar lendo

Programe-se

Réveillon de Brasília terá Ilê Aiyê, Naiara Azevedo e Emicida

Redação

em

Publicado por

Iwi Onodera

O Réveillon Brasília 2019 preservará a característica das últimas edições, a de evento popular marcado pela diversidade cultural. Entre as atrações previstas estão o Ilê Aiyê, o mais antigo bloco afro do carnaval de Salvador, a cantora Naiara Azevedo e o rapper paulista Emicida.

A festa começa às 18 horas do dia 31 de dezembro, com shows de artistas locais, no palco armado no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha. Nesse espaço também se apresentarão a cantora sertaneja Naiara Azevedo e o rapper paulista Emicida.

Na Prainha dos Orixás, outro tradicional ponto de celebração de virada, a programação terá início às 20 horas e desfecho a partir de 0h30, com a apresentação do Ilê Ayê, primeiro bloco afro-carnavalesco do País, em atividade há quatro décadas.

Em ambos os palcos, o Réveillon de Brasília contará com apresentações de quatro artistas e dois DJs locais.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana