Curta nossa página

Médico alerta

Sem previsão de chuva, é preciso ter alguns cuidados com a saúde

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Jonas Valente

O período de seca que acomete a região central do Brasil não tem previsão para amenizar, segundo o Instituo Nacional de Meteorologia (Inmet). Há dois dias, na quinta-feira (12), a Defesa Civil do Distrito Federal declarou estado de emergência na capital, pela segunda vez, após dois dias consecutivos de umidade relativa abaixo do limite, fixado em 12%.

A estimativa do Inmet é de que a temperatura baixe para a casa dos 30 graus Celsius (ºC) no fim-de-semana, em Brasília, mas continue alta na próxima semana. As máximas devem atingir 31ºC na segunda-feira (16) e 32ºC na terça-feira (17). Já a umidade não deve ter elevação significativa mas deve sair da casa dos 10% e chegar a cerca de 20%.

Conforme o meteorologista do Instituto Olívio Bahia, normalmente as primeiras gotas caem no DF em setembro, mas o mês vem sido marcado por altas temperaturas e forte seca. Ele acrescenta que os estudos de projeção das mudanças no clima realizados pela entidade ainda não indicaram a chegada da chuva.

O técnico não arriscou uma previsão, recorrendo ao histórico de comportamento do clima na região. “A gente está imaginando que a massa [de ar seco] vá perder força. Historicamente chuvas são mais frequentes a partir da segunda quinzena de outubro”, afirmou.

Segundo Bahia, o calor e a seca deste ano não se devem a nenhum fator específico. Eles seriam resultado do que chama de “variabilidade anual”. O que já é uma massa de ar seco mais intensa na região central – que abrange Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Centro-leste do Mato Grosso, Nordeste do Mato Grosso do Sul, Norte e Oeste de São Paulo e Centro-oeste da Bahia – está se prolongando e deve se manter por mais dias.

“Estava chovendo no hemisfério Sul e passa a chover no Norte neste período. O padrão de vento não traz umidade, e aí fica seco. É comum termos temperaturas elevadas no Brasil neste período, quando o sol está baixando no movimento aparente. O sol vem do hemisfério Norte, a gente tem muita radiação solar chegando e não tem nuvem, que serve como filtro”, explica o meteorologista do Inmet.

Esse fenômeno, entretanto, se manifesta de forma diferente em regiões e biomas distintos. Embora os dois sejam secos, Cerrado e Caatinga têm aspectos próprios, a exemplo da vegetação ou até mesmo da disponibilidade, bem menor no sertão do Nordeste. Olívio Bahia comenta que muitas vezes há confusão de também comparar as secas com outros locais do mundo, como o deserto, quando são situações bastante diferentes.

Impactos

Esse clima pode ter impactos importantes na saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) fixa como mínimo razoável o índice de 30% de umidade. A seca pode gerar baixa da pressão arterial, com sensação de cansaço.

Mas para o pneumologista e membro da Sociedade Brasileira de Pneumonia e Tisiologia (SBPT), Carlos Viegas, a maior preocupação deve ser com as doenças respiratórias. “Rinite, sinusite, pneumonia e outras enfermidades decorrentes do processo inflamatório nas vias aéreas são comuns. Além deste ar muito seco, temos presença de fumaça o que possibilita desenvolvimento de problemas alérgicos respiratórios”, ressalta Viegas.

Cuidados

Uma sugestão do médico para que as pessoas verifiquem se estão com a hidratação adequada é a observação da urina. Quanto mais próxima a coloração estiver da água, mais hidratada uma pessoa está. Já se a cor da urina estiver próxima de amarelada forte é importante reforçar o consumo de água ao longo do dia. A sugestão é beber, pelo menos, 3 litros de água por dia.

Segundo o subsecretário da Subsecretaria da Defesa Civil do DF, Coronel Sérgio Bezerra, para quem não costuma tomar muita água é adequado aumentar o consumo gradativamente. Ele sugere não esperar o corpo demandar, mas procurar beber um copo por hora.

Mas o cuidado com o excesso também é importante. “Não precisa exagerar. Quem bebe muita água pode ter baixa de pressão”, alerta o subsecretário da Defesa Civil do DF.

Além disso, é importante evitar atividades físicas entre 11h e 16h e se proteger do sol, evitando ficar em ambiente aberto durante muito tempo e sempre lembrando de passar o protetor. Em momentos de baixa umidade, o uso do umidificador também é recomendável.

Divulgação de resultados

Lucro recorrente do BRB cresce 78,9% e bate recorde histórico

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: AVB

O Banco de Brasília (BRB) alcançou lucro líquido recorrente de R$ 129,5 milhões no quarto trimestre de 2019. O número representa crescimento de 78,9% em relação ao mesmo período de 2018. É o maior resultado da história do BRB. O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio foi de 27%. No período de doze meses, o lucro atingiu R$ 412,3 milhões, evolução de 56,8% quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

O crescimento no lucro líquido recorrente foi gerado pelo aumento da margem financeira, avanço das receitas com tarifas e prestação de serviços, redução das despesas com devedores duvidosos e controle de gastos das despesas com pessoal e administrativas.

Segundo o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, “os resultados alcançados nos doze meses de 2019 mostram um BRB mais competitivo, moderno, ágil e focado na melhoria da oferta de produtos, serviços e de relacionamento com seus clientes pessoa física e jurídica”.

“Ao longo de todo o ano passado, procuramos oferecer opções mais atrativas aos nossos clientes e atuamos ao lado do setor produtivo. Para 2020, nosso planejamento estratégico é focado na expansão nacional do BRB e na oferta de um banco ainda mais completo e competitivo”, afirmou Paulo Henrique Costa.

A carteira de crédito ampla chegou a R$ 11 bilhões – o maior nível da história do BRB – e apresentou crescimento de 22,5% em 12 meses e de 8,6% no trimestre. O principal destaque foi o crédito consignado, cujo saldo alcançou R$ 6,09 bilhões com evolução de 27,3% em 12 meses e de 8,8% no trimestre.

As despesas com provisão para créditos de liquidação duvidosa foram de R$ 136,7 milhões no ano de 2019, uma redução de 36,5% m relação ao ano anterior. A redução na despesa decorreu da melhora na qualidade da carteira, com gestão de riscos mais eficiente, evolução dos critérios de concessão e da recuperação de créditos inadimplentes.

Inadimplência

A inadimplência encerrou o quarto trimestre de 2019 em 1,7%, redução de 0,3 pontos percentuais em relação a setembro de 2019 e dezembro de 2018, permanecendo abaixo da média de mercado, de 2,9%. Os ratings de menor risco, de AA-C, aumentaram a sua participação na carteira para 94,8% em dezembro de 2019.

As receitas com prestação de serviços e tarifas alcançaram um total de R$ 422 milhões no ano passado, crescimento de 14,4% frente a 2018. No quarto trimestre de 2019, essas receitas chegaram a R$ 130 milhões e evolução de 24,3%, quando comparada à receita do trimestre imediatamente anterior.

Merecem destaque as receitas com corretagem de seguros, que cresceram 44,1% e 42,4%, em relação ao quarto trimestre de 2018 e ao ano completo, respectivamente.

Controle de despesas

O controle das despesas foi fundamental para a evolução do lucro líquido recorrente do BRB. Os gastos com pessoal tiveram crescimento de 4,8% no ano de 2019, em relação ao ano anterior, e redução de 0,2% no quarto trimestre em relação ao período imediatamente anterior, começando a refletir os efeitos do PDVI.

As outras despesas administrativas apresentaram crescimento de 0,5% em 2019, quando comparadas ao ano anterior.

Basileia

O BRB encerrou dezembro de 2019 com índice de Basileia de 16,3%, dos quais 14,6% no capital nível I e 1,7% no capital nível II, acima do nível regulatório de 10,5%.

Em dezembro de 2019, o BRB possuía um total de 639 mil clientes ativos, crescimento de 2% em 12 meses. Os clientes pessoa física (PF) representam um total 613 mil, crescimento de 2,1% no trimestre. Já os clientes pessoa jurídica (PJ) se mantiveram no mesmo nível de 2018, 26 mil.

O BRB conta com 132 agências distribuídas em todas as regiões do Distrito Federal e entorno, além de presença nos estados de Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e Tocantins.

Ao número de agências, somam-se 137 correspondentes bancários (BRB Conveniência) e 588 ATM próprios, complementados por mais de 24 mil ATM da Rede 24 horas, garantindo ao BRB cobertura de atendimento em todo território nacional.

Essas e outras informações você também encontra em ri.brb.com.br.

Continuar lendo

Feriado prolongado

Confira o que abre e o que fecha em Brasília durante o Carnaval

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Arquivo/AVB

Mais de 200 eventos cadastrados prometem agitar a cidade com a maior festa popular do país. Com o Carnaval e o consequente feriado prolongado, os serviços públicos serão afetados. O Decreto n° 40.440, de 5 de fevereiro de 2020, determina ponto facultativo de segunda (24) a quarta-feira (26), válido para órgãos da administração direta, autárquica e fundacional. Para não perder nada, confira quais órgãos e serviços abrem e fecham no período. A programação completa da festividade está disponível no site do Carnaval 2020.

Transporte público

A frota de ônibus terá reforço de sábado a terça, com aumento de viagens após os eventos em 48 linhas que saem da Rodoviária do Plano Piloto para as regiões administrativas. Na segunda, as viagens serão realizadas de acordo com a tabela horária de sábado, podendo realizar saídas extras. Na terça, as linhas seguem tabela de domingo. Na quarta, as viagens serão de dia útil, com o pico da manhã entre 11h e 14h.

O Metrô terá horário de funcionamento estendido até a meia-noite de sexta a terça. Após às 23h30, o acesso dos usuários será feito apenas pelas estações Central (Rodoviária do Plano Piloto) e Galeria, mas o desembarque ocorrerá em todas as estações. No domingo, abre às 7h. Na quarta, o horário normal será retomado, das 5h30 às 23h30.

DER

Os serviços de atendimento ao público – setor de multas e ouvidoria – fecham de segunda a quarta. Os responsáveis por operações tapa-buracos seguem escala de plantão para atender a emergências, assim como a fiscalização de trânsito. O Eixão do Lazer funcionará somente na terça-feira. As operações de reversão de pistas (Estrutural, DF-250, subida do Colorado) serão suspensas na segunda, na terça e na manhã da quarta e retomada no pico da tarde do dia 26.

Detran

Não haverá atendimento ao público nos postos de atendimento e no Na Hora. Nesse período, as equipes de educação, engenharia e fiscalização de trânsito atuarão em escala de plantão. No Carnaval, a corporação vai empregar efetivo de 450 agentes para controlar tráfego com 100 viaturas, 12 motocicletas, uma aeronave, três guinchos e uma empilhadeira, de acordo com os planejamentos específicos realizados em função do público estimado para cada evento.

CEB

As agências de atendimento fecham na segunda e terça. Na quarta, funcionam das 14h às 18h, com distribuição de senhas até 17h30. Emergências e teleatendimento (116) têm funcionamento normal 24h.

BRB

As agências do Banco de Brasília estarão fechadas na segunda e terça. Na Quarta-Feira de Cinzas, funcionam do meio-dia até 16h.

Restaurantes Comunitários

Funcionamento normal no sábado, mas fecham de segunda a quarta.

Agências do Trabalhador

Fechadas de segunda a quarta.

SLU

Funcionamento normal, exceto no domingo, dos serviços de coleta convencional e limpeza urbana, do Aterro Sanitário de Brasília, da Unidade de Recebimento de Entulho, da Coleta Seletiva e das Usinas de Tratamento Mecânico Biológico.

No domingo, os serviços de limpeza urbana seguem regime de plantão. Serão suspensos os atendimentos das coletas convencional e seletiva e os funcionamentos das usinas e da Unidade de Recolhimento de Entulho. Nesse dia, o Aterro Sanitário de Brasília passará por manutenção interna.

Outros órgãos 

Procon, Na Hora, Terracap, Codhab, Seduh, Junta Comercial e Iprev fecham para atendimento ao público de segunda a quarta.

Saúde

Unidades básicas de saúde e ambulatórios estarão fechados de segunda a quarta. Nenhuma das Farmácias de Alto Custo funcionarão durante o feriado de Carnaval. Todas as emergências dos hospitais regionais e as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) vão funcionar 24 horas por dia. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também funcionará de forma ininterrupta, podendo ser acionado pelo telefone 192.

Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) permanecerão fechados de segunda a quarta. As exceções são os CAPs do tipo III, voltados ao atendimento de retaguarda e articulação em rede, que estarão com atendimento 24 horas por dia.

A Fundação Hemocentro de Brasília abrirá no sábado, das 7h às 18h. Na segunda-feira, funcionará das 7h às 13h. Na quarta-feira, das 14h às 18h. Para agendar doações e obter mais informações, chame no número 160, opção 2.

Segurança

As forças de segurança atuarão em regime de plantão para garantir status operacional pleno no policiamento e na fiscalização em todo o período de folia. De segunda a quarta, não haverá expediente administrativo.

O efetivo nas delegacias será reforçado, principalmente na área central, que concentra a maior parte dos eventos. Todas as delegacias circunscricionais do DF funcionarão em regime de plantão ininterrupto de 24h, assim como a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) e as duas Delegacias da Criança e do Adolescente (DCA I e II).

Uma unidade móvel da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa, ou por Orientação Sexual, ou Contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin) ficará nas plataformas carnavalescas.

Nos blocos haverá policiamento extra, com mais de 2,5 mil policiais militares. O policiamento convencional será mantido, da mesma forma que o 190.

O pronto atendimento dos Bombeiros estará ativo 24 horas, de forma ininterrupta, sendo acionado por meio do número 193. Ao todo, 564 profissionais serão direcionados exclusivamente aos eventos de carnaval e 84 viaturas ficarão em pontos estratégicos para atender ocorrências.

Equipes da Subsecretaria do Sistema da Defesa Civil cumprirão regime de plantão, com agentes realizando vistorias de todos os eventos cadastrados para o Carnaval.

Devido ao ponto facultativo, foram reagendadas as visitas aos internos do Centro de Detenção Provisória (CDP), Centro de Internamento e Reeducação (CIR) e Penitenciárias I e II que aconteceriam na quarta. Agora, ocorrerão na sexta-feira (28). As senhas poderão ser emitidas com a nova data.

Biblioteca Nacional de Brasília

Fechada de segunda a quarta.

Biblioteca Pública de Brasília

Fechada de segunda a quarta.

Casa do Cantador

Fechada de domingo a quarta.

Centro de Dança

Fechado de segunda a quarta.

Complexo Cultural Planaltina

Fechado de domingo a quarta.

Centro Cultural Três Poderes

Fechado segunda e terça. Nos demais dias, funciona normalmente, das 9h às 18h.

Cine Brasília

Funcionamento normal, das 15h às 23h.

Espaço Cultural Renato Russo

Funcionamento conforme programação de domingo a terça, das das 10 às 21h.

Memorial dos Povos Indígenas

Fechado na segunda. Funcionamento no sábado, domingo e terça das 10h às 17h, e na quarta das as 9h às 17h.

Museu do Catetinho

Fechado na segunda. Nos outros dias, funcionamento normal, das 9h às 17h.

Museu Nacional da República

Fechado de sábado a terça. Na quarta, funciona das 12h às 18h.

Museu Vivo da Memória Candanga

Fechado na segunda. Nos outros dias, funcionamento normal, das 9h às 17h.

Jardim Botânico

Fechado na segunda para manutenção. Nos outros dias abre normalmente.

Planetário de Brasília

Funcionamento sábado, segunda e terça das 8h às 14h, fecha no domingo e retoma o funcionamento das 14h às 20h da quarta-feira.

Zoológico

Fechado na segunda. Nos outros dias, abre das 8h30 às 17h.

Continuar lendo

Atenção, estudante!

Participe do processo seletivo no CIEE para estagiar na Terracap

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Tony Winston/Agência Brasília

A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) abriu processo seletivo para cadastro reserva de estagiários. Realizado pelo Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), as inscrições são gratuitas e já podem ser efetuadas por meio da internet. As oportunidades são para nível médio profissionalizante e nível superior. O período de candidatura já está aberto e encerra no dia 3 de março. Após essa etapa, os estudantes farão provas objetivas e discursivas, com data de aplicação prevista para 22 de março.

As vagas são para vários cursos (confira a tabela abaixo). Os semestres demandados, como também o horário e local das provas podem ser conferidos no edital. No documento, os interessados poderão obter todas as informações necessárias para efetuar a candidatura.

Os requisitos exigidos são: ter idade mínima de 16 anos na data da contratação e estar regularmente matriculado no ano letivo de 2020. Uma vez selecionado, o candidato contará com os seguintes benefícios: bolsa-auxílio de R$ 800 e auxílio-transporte mensal no valor de R$ 10 por dia estagiado. A carga horária exigida é de 20 horas/semanais, que equivale a 4 horas/dia.

Divulgação/Terracap

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agências Internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #FakeNewsNão