Curta nossa página

Plano Piloto

“Rodô” comemora 59 anos com programações do SESC e CLDF

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Toninho Tavares/Agência Brasília


Localizada no centro do poder, a Rodoviária do Plano Piloto concentra e redistribui cerca de 700 mil pessoas diariamente. De norte a sul do Distrito Federal e do Entorno, com a sua variedade de estilos, sotaques e destinos, ali o que não faltam são histórias para compartilhar dos seus 59 anos a serem completados no dia 12 de setembro. A rodoviária é a cara do DF, quase que uma cidade à parte.

Lúcio Costa, o criador de toda a estrutura, compartilhou em relatório sobre o Plano Piloto o sentimento de ver toda a estrutura urbana construída. “Foi o Brasil de verdade, o lastro popular que tomou conta da área. Isso deu uma força enorme à capital, me fez feliz de ter contribuído involuntariamente para essa realização”, disse o arquiteto à época da criação.

Foi a senha para que os pioneiros do Distrito Federal inaugurassem a rodoviária em 12 de setembro de 1960.

Atual gestão

Nesses 59 anos de vida, muitos fatos marcaram a “rodô”, como é carinhosamente chamada por brasilienses. Inclusive neste ano. Como ação preventiva, o governador Ibaneis Rocha interditou em junho parte superior do terminal, pois um monitoramento detectou fissuras em vigas de sustentação.

A intervenção imediata do Governo do Distrito Federal (GDF) foi necessária face aos riscos de segurança à população. As obras estão em curso para fortalecer toda a estrutura.

Outras melhorias avançam. As 12 escadas rolantes e seis elevadores estão prestes a voltar a operar. O governo investiu R$ 920 mil para que as pessoas que circulam diariamente pela rodoviária tenham acessibilidade e conforto. A previsão é que tudo esteja em pleno funcionamento ainda neste mês de setembro.

Além dessas reformas, ações sociais são executadas pela administração do terminal, em parceria com empresas privadas. Uma delas foi realizada em julho, atendendo a cerca de 1.500 pessoas com serviços de checagem de saúde ocular. Exames foram realizados, óculos distribuídos (para casos mais necessários), houve sorteio de consultas e cirurgia de catarata.

Administrador da Área Central e Terminal Rodoviário, Josué Martins comenta o que tem sido feito no complexo. “Toda a nossa equipe está totalmente comprometida com as atividades a serem realizadas. Estamos trabalhando para daqui a 59 anos termos uma área muito melhor”, declarou. “O nosso governador Ibaneis Rocha, em sua sensibilidade, percebeu a necessidade que a rodoviária tem para o brasiliense. Aqui é o lugar do povo, o lugar mais democrático que já conheci em toda a minha vida”.

Programação de aniversário

Para celebrar o aniversário de 59 anos, na quinta-feira (12), das 9h às 17h, o Sesc-DF oferecerá uma programação diversificada para os frequentadores do terminal. O administrador convida toda a população. “Estamos preparando uma linda festa de comemoração”, adianta Josué. Confira:

Atividades diversas

  • Oficina multiplicando o saber (confecção de lápis decorado)

  • Fit box e hit box

  • Zumba fitness

  • Capoeira

  • Avaliação física

  • Orientação e prevenção à dengue

  • Verificação da saúde arterial

  • Saúde bucal

  • Espaço literário (gibis, livros e pintura livre)

Palco (apresentações musicais)

  • 17h às 17h30: repentistas

  • 17h30 às 18h: apresentação de hip hop

  • 18h às 19h: Orquestra Alada Trovão da Mata

  • 19h às 20h15: karaokê ao vivo com a banda Vox Pop

Além dos serviços oferecidos pelo Sesc, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) levará uma edição da programa “Câmara Mais Perto de Você” ao dia do aniversário. A solenidade está marcada para as 15h, com a presença do presidente da Casa, Rafael Prudente.

Começam em fevereiro

Governo do DF anuncia pacotes para obras de R$ 538,5 milhões

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Renato Alves/Agência Brasília

Durante evento realizado nesta terça-feira (28) na sede da Novacap, o governador Ibaneis Rocha anunciou o primeiro de três pacotes de obras a serem lançadas nos próximos dias. São 36 obras já licitadas, com custo na ordem de R$ 154,3 milhões, além de outras 20, que passarão por licitação nos próximos meses. No total, o investimento será de R$ 538,5 milhões.

“São obras que atingem várias frentes”, explicou o governador. “Vão desde poda de árvores e recuperação asfáltica a reforma de hospitais e de escolas. Até o final deste ano, vamos investir mais de R$ 1,5 bilhão por todos os cantos.”

As primeiras inciativas devem começar a sair do papel ainda em fevereiro, caso do contrato de recuperação das calçadas entre a Rodoviária do Plano Piloto e a Torre de TV, a revitalização de quadras da W3 Sul e a pavimentação de rodovias vicinais.

Geração de empregos

As áreas de desenvolvimento econômico (ADEs) de Ceilândia e do Gama também receberão benefícios. Mais de R$ 7,4 milhões serão empregados na complementação de infraestrutura de drenagem e pavimentação asfáltica e na construção de praças. “Precisamos investir para gerar emprego e renda. Só assim conseguiremos atrair empresas com infraestrutura”, avaliou Ibaneis.

Outras prioridades incluem a licitação do viaduto da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epig) com o Parque da Cidade, a revitalização da Avenida Hélio Prates (Taguatinga) e a construção de pelo menos mais cinco unidades do Centro de Ensino da Primeira Infância (Cepi) em Planaltina, Gama, Recanto das Emas, Ceilândia e Vila Telebrasília.

Na área da saúde pública, o primeiro pacote de obras autorizou a licitação para construção dos hospitais Centro Sul (Guará) e o Oncológico, além da reforma e ampliação da Ala de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). “Esse é apenas o primeiro anúncio de uma série que o governador fará; teremos mais novidades nas áreas de saúde e educação”, previu o secretário de Governo, José Humberto Pires.

Além dos tradicionais serviços de tapa-buracos e manutenção da área verde de Brasília, o pacote de obras anunciado também contempla o plantio de 50 mil árvores, a execução e recuperação de calçadas com acessibilidade e a construção de quadras poliesportivas em várias cidades do DF. “Ainda tem muita coisa por vir. Esse é só o começo do que faremos”, disse o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Segurança

Durante o anúncio do pacote de obras, o governador confirmou que nas próximas semanas serão convocados novos policiais militares para reforçar a segurança nas ruas. “A Secretaria de Segurança está fechando os números para que possamos fazer a convocação”, disse.

Ele estimou que cerca de 700 candidatos aprovados no último concurso sejam convocados nos próximos dias para o curso de formação.

Obras já licitadas

  1. Praças da ADE Setor de Materiais de Construção de Ceilândia e Setor de Indústrias de Ceilândia
  2. Complementação da infraestrutura de drenagem e pavimentação asfáltica na ADE do Gama
  3. Revitalização da Praça do Povo, no Setor Comercial Sul
  4. Revitalização da W3 Sul, nas quadras 509 e 510
  5. Construção da bacia de detenção no Km 4 da DF-290 (Santa Maria)
  6. Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) do túnel de Taguatinga
  7. Execução dos serviços de complementação do cercamento da poligonal do Parque Ecológico Ezechias Heringer (Guará)
  8. Recuperação de calçadas entre a Rodoviária e a Torre de TV
  9. Execução de calçadas em diversos locais de Águas Claras
  10. Plantio de 50 mil árvores
  11. Poda de árvores no Plano Piloto, Sudoeste, Octogonal, Cruzeiro, SIA, Lago Sul, São Sebastião, Jardim Botânico, Núcleo Bandeirante, Guará/Lucio Costa, Candangolândia, Vicente Pires, Brazlândia e Ceilândia
  12. Implantação de via de ligação do Fórum do Itapoã à DF-440
  13. Recapeamento do Trevo de Triagem Sul ao Eixinho Oeste
  14. Recapeamento das tesourinhas onde estão sendo feitas as recuperações dos viadutos
  15. Terraplenagem da via SCIA/ PQNB e trecho da Epac
  16. Execução de forro lateral na Feira Modelo Sobradinho
  17. Manutenção de elevadores e escadas da Rodoviária do Plano Piloto
  18. Manutenção e reforma do mastro da Bandeira
  19. Construção das academias universais, Pontos de Encontro Comunitários (PECs) e parquinhos
  20. Construção de quadra poliesportiva – Colégio Dom Pedro II
  21. Construção de quadra poliesportiva – Cruzeiro
  22. Construção de quadra poliesportiva – QR 122 – Santa Maria
  23. Escola Porto Rico
  24. Escola Classe Itapoã e Recanto das Emas
  25. Construção da UBS Paranoá Parque
  26. Construção da UBS Mangueiral
  27. Construção da UBS Ceilândia
  28. Construção da UBS Vale do Amanhecer
  29. Construção da UBS Buritizinho
  30. Construção de ciclovia na DF-459 (ligação Ceilândia/Samambaia)
  31. Construção de ponte e canal em concreto na DF-079 – EPVL (Park Way)
  32. Construção de novas faixas de rolamento, ciclofaixas, sinalização vertical e horizontal na DF-047 – Epar (Trecho DF-051-DF-025)
  33. Construção de ponte e via marginal na DF-095 – Estrutural (Córrego Vicente Pires)
  34. Implantação de pavimento na Rua São Bartolomeu, em São Sebastião
  35. Pavimentação da rodovia vicinal VC-441, entroncamento com a DF-285 e a Colônia Agrícola Lamarão
  36. Pavimentação da rodovia VC-461 (Núcleo Rural Jardim II)

Licitações autorizadas

  1. Requalificação do Setor de Rádio e Televisão Sul
  2. Complementação do Sistema Viário da Estrada Setor Policial Militar (ESPM) até o Terminal da Asa Sul (TAS)
  3. Viaduto da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epig) com o Parque da Cidade
  4. Revitalização da W3 Sul nas quadras 513 e 514
  5. Supervisão da obra do viaduto da Epig com o Parque da Cidade
  6. Supervisão da obra do túnel de Taguatinga
  7. Revitalização do Trecho III da Avenida Hélio Prates
  8. Revitalização e urbanização do Setor de Oficinas Sul
  9. Projeto do Drenar Plano Piloto, Faixa 01/02 Norte
  10. Plantio de grama – projeto básico concluído no Noroeste
  11. Manutenção de vias (tapa-buraco)
  12. Manutenção, execução e recuperação de calçadas com acessibilidade em todo o Distrito Federal
  13. Realização de sondagens e ensaios técnicos
  14. Reforma e ampliação da Ala de Queimados do Hospital Regional da Asa Norte (Hran)
  15. Revitalização da Fonte do Buriti
  16. Centros de Primeira Infância (Cepis): Vila Telebrasilia, Planaltina, Gama, Recanto das Emas, Ceilândia
  17. Projeto Hospital do Centro-Sul
  18. Construção do Hospital Oncológico
  19. Construção da Procuradoria Geral do Distrito Federal
  20. Reforma da Ponte Costa e Silva
Continuar lendo

Atende 50 animais por dia

Hospital Veterinário do DF espera ampliar atendimentos em 2020

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Tony Winston/Agência Brasília

Com atendimento a moradores do Distrito Federal, de Goiás, de Tocantins e até da Bahia, o Hospital Veterinário Público (Hvep) se tornou referência na consulta de animais domésticos no Centro-Oeste. Administrado pelo Brasília Ambiental, o hospital está no Parque Lago do Cortado, em Taguatinga, e já recebeu, desde sua criação, mais de 23 mil cães e gatos.

A operadora de caixa Ana Luísa Sampaio esteve pela primeira vez no HVEP, onde foi levar sua cadela Amore que apresentava quadro clínico de doença de carrapato.  Residente em Samambaia, ela aprovou o serviço. “O acolhimento dos funcionários e veterinários é ótimo. Tratam os animais com paciência e atenção”, disse.

Para a moradora de São Sebastião e tutora frequente do Hospital Veterinário Ana Cláudia, a possibilidade de resgatar animais abandonados, que necessitam de cuidados e, principalmente, ter um hospital público que os acolhe gratuitamente é muito gratificante. “Recolho animais e alguns estão muito doentes, não tenho condições para levá-los ao veterinário particular e aqui no Hvep a equipe e o atendimento são melhores”.

Desde sua criação, em abril de 2018, o hospital atende em média 50 animais por dia, realizando mais de 150 mil procedimentos veterinários, entre exames de imagem, administração de medicamentos, cirurgias e serviços laboratoriais.

A previsão para 2020 é receber ainda mais animais, visto que 30% das demandas já são de outros estados.  “Queremos aumentar o número de atendimentos diários, juntamente com os de cirurgias, para também receber ainda mais tutores e animais que vêm do Entorno de Brasília e de outros estados”, afirma a diretora do Hvep, Mayara Cauper.

Segundo o diretor de Conservação do Brasília Ambiental (Dicon), Alexandre Rocha dos Santos, o trabalho desenvolvido pela equipe do Hospital Veterinário e dos servidores do Instituto vem mostrando resultados bastante positivos, ressaltando sempre o atendimento às pessoas mais carentes. “A cada ano estamos superando nossas metas com qualidade no serviço”, completou.

Continuar lendo

50ª edição

Corrida de Reis 2020 reuniu 22 mil pessoas no Eixo Monumental

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Rogério Capela/Secretária de Esportes

Uma festa para esportistas profissionais e amadores. Assim, pode ser considerada a 50ª edição da Corrida de Reis. A tradicional prova do atletismo de rua brasiliense foi realizada nesse sábado (25) e contou com a participação de 22 mil pessoas, entre inscritos e pipoca (o pessoal que acompanha o trajeto correndo, mesmo sem ter feito a inscrição). Foi um sucesso de público e organização.

Aos 19m09s, Gabriel da Costa Moreira, 22 anos, cruzou a linha de chegada e conquistou a prova de 6km. Pouco tempo depois, aos 23m57, Carmem Silva foi a primeira mulher a completar os 6km da competição. “É inexplicável chegar em primeiro lugar, uma sensação de dever cumprido. A largada foi sensacional, com tanta gente. E foi muito bom correr na chuva porque ajuda na hidratação”, contou a vencedora, moradora de Candangolândia.

Já na prova de 10km, Antônio Lima e Lorena Alves foram bicampeões. O atleta, que terminou a prova em 30m30s, aprovou a estrutura da edição de 2020. “Estou muito feliz com o bicampeonato. E recomendo que todo mundo pratique a corrida, já que a modalidade ajuda na qualidade de vida e é democrática, afinal o atleta não precisa de muita coisa para correr. É um dos esportes que mais cresce no Brasil”, disse o campeão, morador de Ceilândia. Lorena Alves finalizou a prova em 38m46s. “O percurso foi bem tranquilo. Esta é a melhor corrida da cidade”, disse.

Medalhas

O evento deu largada às 16h, com a Corrida Mirim, no estacionamento do Estádio Mané Garrincha, sendo seguida pela versão adulta, que teve início às 19h, no Eixo Monumental. Todos os inscritos ganharam medalhas de participação e os melhores colocados foram agraciados com medalhas especiais e troféus.

Pela primeira vez, o vigilante Jorge Maicon, 34 anos, levou sua filha Gabriela, de 4 anos, ao evento esportivo. E ainda aproveitou para correr 10km na etapa adulta. “Esta é a sexta vez que eu corro e, neste ano, consegui inscrever minha filha. Então, vamos todos aproveitar essa corrida, que já virou tradição. E é uma grande festa”, afirmou. A professora Sheila Carolina, 43 anos, correu ao lado dos dois filhos. “Este ano a organização está de parabéns. Estamos muito felizes”, confessou.

Para o secretário de Esporte e Lazer, Leandro Cruz, o evento esportivo combina lazer, saúde e alegria. “A Corrida de Reis foi um sucesso, respeitando os horários, filas zero na entrega de kits e com segurança para todos os lados. Foi um grande evento para curtir em família. Foi extremamente emocionante. No próximo ano, queremos fazer um evento maior. Brasília se prepara para organizar a maior corrida de rua do pais”, contou.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - SIG Quadra 01, Lote 385, Platinum Office, Sala 117 - Brasília-DF - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agências Internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores.