Curta nossa página

Segurança Pública

Outubro registra menor número de homicídios no DF em 20 anos

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil
João Roberto

O número de vítimas de homicídios em outubro deste ano foi o menor desde o ano 2000. No comparativo com outubro de 2018, a redução foi de 27% – de 48 para 35 casos. O levantamento feito pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) revela ainda queda de 13,2% neste crime nos dez meses deste ano em relação a 2018, de 385 para 334 vítimas.

O número de vítimas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) foi menor nos dez primeiros meses deste ano em relação a 2018, de 417 para 359 (-13,9%). Com isso, 58 vidas foram preservadas no período. Os CVLIs reúnem homicídio, feminicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte.

O secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Torres, destacou que o resultado é fruto do trabalho das forças policiais que, baseadas em levantamentos produzidos pela SSP/DF, estudam a dinâmica, o dia, o local e a hora em que cada crime tende a ser recorrente.

“A integração entre elas tem entregado ótimos índices, que são o produto final das diversas ações pontuais como revistas a veículos, apreensões de armas de fogo e identificação rápida de autores, levando, consequentemente, à elucidação rápida de crimes”, esclareceu Torres.

Houve também queda no crime de latrocínio, quando o motivo do homicídio é o roubo, de 24 para 21 no comparativo dos dez meses de 2018/19. Os casos de lesão corporal seguido de morte, no mesmo recorte, caíram pela metade, de oito para quatro vítimas.

Sobre dados relativos à produtividade policial, foram registradas, de janeiro a abril, 2.311 ocorrências de tráfico de drogas e 802 de posse/porte ilegal de arma de fogo.

Crimes contra o patrimônio

Todos os seis Crimes Contra o Patrimônio (CCPs), monitorados de forma prioritária pela SSP/DF, marcaram queda de 13% nos primeiros dez meses de 2019. Dos crimes analisados, o roubo em residência foi a modalidade com maior queda, 24,4% de queda em relação ao mesmo período do ano passado. De 516 para 390 registros, representando 126 ocorrências a menos.

O roubo em comércio obteve redução de 23,9%, na comparação dos dez primeiros meses deste ano com 2018: de 1.526 para 1.161 ocorrências em todo o DF, 365 casos a menos. No roubo em transporte coletivo houve 6,1% de redução no mesmo período. O furto em veículo e os roubos de veículo e a pedestre caíram 14,9%, 15,3% e 11,7%, respectivamente.

Após ações integradas das forças de segurança, direcionadas por estudos de manchas criminais produzidas pela SSP/DF, a incidência do roubo a coletivo caiu 5,8% no mês passado, na comparação com outubro de 2018. Os 97 registros foram a segunda menor marca do ano, atrás apenas do mês de fevereiro, com 90 ocorrências.

O Comandante da PMDF, coronel Julian Pontes, que tem buscado novas formas de aumentar o número de policiais nas ruas, ressaltou que esses números refletem o compromisso da PMDF na importante missão de preservar a ordem pública. “Estamos trabalhando continuamente para promover um aumento do policiamento ostensivo em diversas regiões – e essas ações impactam diretamente na solidificação e reforço da sensação de segurança por parte da sociedade. Para nós é uma satisfação já poder entregar os primeiros resultados”, destacou o coronel Pontes

Violência contra a mulher

De acordo com estudo elaborado pela Subsecretaria de Gestão da Informação (SGI), vinculada à SSP/DF, no mês de outubro os feminicídios caíram de quatro para um caso no comparativo com 2018. No acumulado deste ano, janeiro a outubro, houve 27 crimes desta natureza contra 25 em 2018, mesmo período.

Como um convite à sociedade a repensar a máxima “em briga de marido e mulher não se mete a colher”, a SSP/DF lançou a campanha #MetaaColher. O projeto busca expor o papel de responsabilidade de cada cidadão como engrenagem importante na cruzada contra o feminicídio.

Com o slogan “A melhor arma contra o Feminicídio é a colher”, o movimento se pauta em estatísticas levantadas SSP/DF. Uma delas constatou que, até setembro deste ano, 84% dos crimes de Feminicídio no DF aconteceram dentro de casa, em contexto de violência no ambiente familiar.

Os registros de estupros diminuíram 15,3% de janeiro a outubro deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. Em 2018 foram 619 casos, 371 deles cometidos contra vulnerável. Este ano foram 524, sendo 308 contra vulnerável. Cabe destacar, ainda, que de acordo com estudos da SSP/DF, cerca de 80% dos casos de estupro de vulnerável acontecem no interior das residências.

A partir do dia 18

Linhas de ônibus do Entorno vão usar corredor exclusivo do BRT

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Quinze linhas de ônibus que atendem aos municípios do Entorno Sul vão passar a operar pelo corredor exclusivo do BRT, a partir do dia 18. Ao todo, serão 22 horários no pico da manhã (sentido GO-DF) e 27 no da tarde (sentido DF-GO), totalizando 49.

A medida, que é uma iniciativa da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) em parceria com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), beneficia os passageiros das cidades de Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental e Céu Azul.

A operação das linhas do semiurbano ocorrerá a partir do acesso da Estação Santos Dumont, na altura de Santa Maria, terminando no viaduto Camargo Correa, na DF 002 (Eixão). Nesse trecho, as linhas semiurbanas vão operar sem fazer paradas intermediárias, uma vez que o embarque ou o desembarque de passageiros poderão ocorrer somente antes da entrada ou após a saída do corredor exclusivo do BRT.

A medida, cuja previsão é trazer economia de 15 minutos no sentido GO-DF e 30 minutos no sentido inverso –, beneficiará também os motoristas dos demais veículos, tendo em vista que parte dos ônibus que operam essas linhas semiurbanas deixarão de circular pelas faixas compartilhadas.

Somente poderão transitar nas faixas do BRT Sul veículos previamente autorizados pela ANTT e pelo Governo do Distrito Federal. Os que não tiverem autorização sofrerão penalidades previstas na legislação vigente.

A operação deverá obedecer todos os procedimentos aplicados aos veículos que já operam no BRT Sul, ressaltando o limite de velocidade máxima de 60 quilômetros km/h ao longo das faixas exclusivas do BRT e de 30 km/h nos pontos de ultrapassagem que se localizam ao longo das estações do BRT.

Passageiros do BRT

Para os passageiros que utilizam o BRT Sul nada muda. A autorização para operacionalização de linhas expressas ou semiexpressas do transporte rodoviário interestadual semiurbano de passageiros não vai impactar a operação, tendo em vista que o número de viagens é compatível com a infraestrutura atual do serviço, e o projeto viário do sistema já previa a demanda dos municípios do Entorno.

O corredor do BRT Sul é o primeiro que foi implantado no DF. Inaugurado em junho de 2014, já se consolidou como um importante corredor de transporte público, ligando as regiões administrativas de Gama e de Santa Maria ao Plano Piloto, transportando cerca de 95 mil passageiros diariamente.

Confira aqui as linhas beneficiadas.

Continuar lendo

Por 48 horas

Detran-DF fechará trânsito na Esplanada para encontro do Brics

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Devido ao evento Brics, que reunirá as delegações do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul em Brasília, nos dias 13 e 14 de novembro, a Esplanada dos Ministérios (vias S1 e N1) e vias adjacentes (S2 e N2) ficarão fechadas por 48 horas, entre 0h de quarta-feira (13) e 0h de sexta-feira (15).

A via S1 será interditada na altura da Catedral e os veículos serão desviados para a via L2 Sul. Na via N1, a interdição será da altura da via L4, próximo ao Corpo de Bombeiros, até a via L2 Norte (buraco do Tatuí).

O tráfego de veículos também não será permitido na S2, desde a altura da L2 Sul (rotatória aos fundos da Catedral) até altura da L4 Sul, ao lado da Procuradoria-Geral da República. Na via N2, o fluxo será interrompido desde a rotatória do buraco do Tatuí, na L2 Norte até altura da L4 Norte.

O Detran-DF sugere que os condutores evitem transitar nas proximidades da Esplanada dos Ministérios nos dias 13 e 14 e utilizem como rotas alternativas as vias S3 (na Asa Sul), N4 (na Asa Norte) e o Eixo Rodoviário (Eixão).

Além disso, haverá interdições no Setor de Clubes Esportivos Sul, nas proximidades do Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). As vias que dão acesso ao CICB serão fechadas durante toda a quarta-feira (13), entre 0h e 20h.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal atuará com 34 agentes em 17 viaturas e dois guinchos, implantando dois Pontos de Controle de Trânsito (PCTrans) nas vias N2 e S2 e quatro nas proximidades do CICB.

Continuar lendo

Inscrições gratuitas

Câmara Legislativa do DF recebe a 3ª edição do Brasília mais TI

Redação

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Divulgação

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) recebe nesta terça-feira (12) a terceira edição do maior evento de tecnologia da informação do Distrito Federal: o Brasília mais TI. O evento reúne empresários, acadêmicos e profissionais que buscam novas oportunidades de mercado e trocas de experiências em uma área em constante transformação. Este ano, o tema da mostra será “o papel essencial da TI na cidadania e na construção do futuro”. As inscrições são gratuitas.

Na programação constam 16 palestras, ministradas dentro de quatro painéis, com os temas: “Como a Tecnologia Alavanca o Desenvolvimento das Cidades?”; “Talentos de TI – Oferta X Demanda”; “O Nosso Futuro Mediado Pela Tecnologia”; e “A TI na Gestão Governamental – Tendências”. O evento é organizado pela CLDF em parceria com o Setor de TI do DF, representado pelas entidades SINFOR, ASSESPRO, TECNOSOFT, ASTEPS, e Instituto Iluminante.

Setor em crescimento

O Brasil conta com cerca de 70 mil empresas de teconologia que geram mais de 1,2 milhões de postos de trabalho. Mesmo nos tempos de crise, o setor apresentou um crescimento considerável frente a outras atividades. A expectativa é de que, nos próximos dez anos, o mercado nacional de TIC alcance a marca de U$220 bilhões de dólares, que pode corresponder a 6,5% do PIB.

Acompanhando esta tendência, o Distrito Federal já é o terceiro maior mercado de TI do Brasil. Atualmente, abriga 700 empresas que oferecem 30.300 postos de trabalho. O volume de negócios do setor representa 3,5% do PIB local, e com a instalação do PTCD, a perspectiva é de que haja um crescimento superior a 7% neste índice.

Premiação

Ao final da mostra Brasília + TI, os destaques dos 10 últimos anos, serão reconhecidos no Prêmio Sinfor de TI, que chegará à 10ª edição. Haverá a cerimônia especial de entrega dos troféus a empresas, profissionais, personalidades e instituições que mais contribuíram para o setor de TI.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2019 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - SIG Quadra 01, Lote 385, Platinum Office, Sala 117 - Brasília-DF - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores.