Curta nossa página

Veículos

Onix, Prisma e Tracker têm desconto em feirão da Chevrolet

Redação

em

Rafael Arbex/Estadão


Onix, Prisma e Tracker estarão em condições especiais no feirão que a Chevrolet vai realizar no próximo final de semana, em São Caetano do Sul, dentro de sua fábrica. Os dois primeiros, na versão LTZ 1.4, poderão ser adquiridos com taxa zero em 30 vezes e com câmbio automático sem custo adicional, na troca de um carro usado. O evento ocorre nos dias 24 e 25 de fevereiro, das 9h às 19h.

No feirão, o preço à vista do Onix cairá de R$ 63.790 para R$ 58.390. Por meio de financiamento FDU, com 74,25% de entrada (R$ 43.354,58), o carro pode ser pago em 30 prestações mensais de R$ 515,87 com taxa zero ao mês e CET de 2,27% ao ano. O total a prazo sai por R$ 58.830,68. A tarifa de confecção de cadastro (TCC) de R$ 660,00 não está incluída no cálculo. Os valores são válidos para a versão LTZ 1.4 de 2018 de quatro portas, pintura Preto Ouro Negro, no pacote R7L ou no R7K.

O Prisma, por sua vez, sairá por R$ 63.190 à vista, em vez do valor tabelado de R$ 69.340. No plano de financiamento FDU, com 74,25% de entrada (R$46.918,58), são 30 prestações mensais de R$ 558,27 com taxa zero ao mês e CET de 2,27% ao ano. A prazo, o carro custará R$ 63.666,68 no total. Assim como no caso do Onix, a TCC de R$ 660 é paga à parte. A oferta é válida para a versão LTZ 1.4 de 2018, com quatro portas, pintura Preto Ouro Negro, no pacote R8K ou no R8J.

Tracker sai por R$ 84.990 – O Tracker é outro veículo com facilidades para os clientes que comparecerem ao evento. O SUV compacto, que parte de R$ 87.590 nas concessionárias, será vendido por R$ 84.990 à vista. A prazo, com financiamento FDU, o carro tem taxa zero em 30 vezes de R$ 729, com CET de 2,67% ao ano. Desta forma, o carro sai por R$ 85.612,50. Há bônus de R$ 5 mil na troca de um usado. A versão da oferta do Tracker é a Turbo LT de 2018, de quatro portas, pacote 1SB, na cor Vermelho Glory.

Há ainda mais modelos com condições especiais no feirão. O Cruze Sedan e o Sport6, por exemplo, terão taxa zero em até 30 vezes. Outras opções são o Cobalt 1.8 e o Spin Activ, com bônus de R$ 2 mil e R$ 3 mil, respectivamente, na troca de um usado. Já o S10 High Country 2018 será vendido com desconto de R$ 10 mil com taxa zero em até 36 vezes, também na troca do usado. A marca também oferecerá planos sem entrada, com a opção de parcelamento em até 60 meses.

Durante o evento, os clientes serão apresentados ao novo Chevrolet Equinox, que estará em exibição ao lado de outros modelos lançados recentemente. Os carros disponíveis para test-drive serão o Cruze Sedan, o Cruze Sport6, o Tracker, o S10 High Country, o Onix e o Prisma.

Continuar lendo
Publicidade

Veículos

Lada mostra como será a próxima geração do Niva

Redação

em

Publicado por

Divulgação/Lada

Ninguém tem mais obrigação de fazer bonito no Salão de Moscou do que a Lada, prata da casa. E a marca russa, que ficou conhecida no Brasil pelo jipe Niva e pelo sedã Laika, nos longínquos anos 90, saiu-se melhor que o esperado.

A principal atração dela na mostra é o 4×4 Vision, um protótipo que lembra um Renault Duster anabolizado. A dianteira tem o X que marca a identidade mais recente da Lada e as rodas de 21 polegadas parecem fazer mais bonito em uma avenida de bom asfalto do que em uma trilha off-road.

Por dentro, a cabine mantém o tom descolado, com detalhes em laranja brilhante, cinza e acabamento em alumínio. A central multimídia é integrada ao painel, que conta com instrumentos digitais, ar-condicionado de dupla zona com duas saídas de ar de cada lado e volante multifuncional de três raios.

Com 4,2 metros de comprimento, o 4×4 Vision é apenas 10 cv mais curto que a nova geração do Duster. A distância do solo é generosa. Especificações técnicas não foram reveladas.

Próximo Lada Niva?

A Lada reconhece que o 4×4 Vision foi inspirado no Niva. É bastante plausível supor que o protótipo é, na verdade, uma prévia da próxima geração do modelo que a consagrou. Mesmo que isso não esteja dito abertamente.

Mas fica claro que suas linhas arrojadas sinalizam uma direção interessante para o futuro da marca.

Continuar lendo

Veículos

Novo Jeep Wrangler chega no primeiro trimestre de 2019

Redação

em

Publicado por

Divulgação/Jeep

A Jeep vai lançar o novo Wrangler no Brasil no primeiro trimestre de 2019. Antes, a nova geração do Jeep estará no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Por ora, está confirmada a versão Rubicon, com duas ou quarto portas. Ela trará o motor 2.0 turbo a gasolina, inédito na linha. Esse propulsor, que tem 270 cv, estreou no Cherokee (modelo que não é mais vendido no Brasil).

O preço não foi definido. Porém, ficará acima dos R$ 230 mil cobrados pela geração atual, que ainda tem unidades em estoque no Brasil. Também estão em estudo as versões Sahara e a 2.2 turbodiesel. A outra opção de propulsor disponível nos EUA, 3.6 V6 a gasolina, não deverá ir ao Brasil.

Mudanças

Visualmente, a principal mudança está na grade frontal mais pronunciada. O capô ganhou vincos e ficou mais robusto. Outra novidade está no teto de lona removível. Agora, ele tem acionamento elétrico e pode ser aberto em vários níveis.

O novo Wrangler também ganhou melhorias nos ângulos de ataque e transposição. Além disso, para ficar mais leve, traz várias partes de alumínio (inclusive as portas).

Continuar lendo

Veículos

Hyundai Veloster é registrado no Brasil em versão turbo

Redação

em

Publicado por

Divulgação/Hyundai

Hyundai deverá começar a vender a nova geração do Veloster no País. O modelo foi registrado no Inpi, Instituto Nacional da Propriedade Industrial, o que dá indícios fortes de sua comercialização. O registro também informa que o motor da versão trazida será o 1.6 turbo de 202 cv usado na versão mais forte.

Junto ao motor turbo, o novo Veloster terá uma transmissão de dupla embreagem e seis marchas, suficientes para dar desempenho bem melhor ao cupê de três portas, que sempre foi muito criticado por seu fraco desempenho.

O visual é uma evolução do modelo anterior e tem traços suavizados. A dianteira é mais alta que o Veloster antigo, com capô mais longo. E a traseira tem caimento mais sutil. As três portas foram mantidas. Por dentro, o cupê tem painel parecido com o i30 europeu. Uma tela sensível ao toque fica no alto da peça e domina a cabine.

Continuar lendo
Brasília, 23 de setembro de 2018

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana