Curta nossa página

Pessoa idosa: direitos, dicas e informações

MPDFT divulga direitos e canais para combater a violência contra idosos

Publicado

Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
Foto/Imagem: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil


Em 15 de junho é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa. Para fortalecer os direitos dos maiores de 60 anos e alertar a respeito dos principais tipos de violência contra esse grupo, a Central do Idoso (CJI) lançou a versão atualizada da cartilha “Pessoa idosa: direitos, dicas e informações”. Clique aqui e confira a íntegra da publicação.

Na cartilha, idosos e familiares podem conhecer os direitos nas áreas de transporte urbano, atendimento prioritário e isenção de impostos, entre outros benefícios. Com linguagem simples e didática, a publicação também explica os tipos de violência e como proceder para que a pessoa idosa receba medicação de alto custo, fraldas descartáveis, aparelho auditivo, órteses e próteses. Além desses serviços, a publicação traz ainda a relação de órgãos que atuam na defesa dos direitos dos idosos, centros de convivência e instituições de longa permanência.

Para a promotora de justiça de defesa da pessoa idosa, Lúcia Helena Passos, a conscientização da população quanto à importância da data representa uma oportunidade de superação da invisibilidade e subalternidade que caracteriza a vida familiar, comunitária e social da pessoa idosa. “A cartilha é importante porque oferece, de forma acessível, caminhos para a participação de toda a sociedade na efetivação não só dos direitos da pessoa idosa, mas, sobretudo, no desenvolvimento de vínculos de solidariedade social para a melhor proteção da população, que envelhece em ritmo acelerado”, destaca.

Como participar

Situações de violação e abuso podem ser encaminhadas à Ouvidoria do MPDFT pelo telefone 0800 644 9500 ou pelo formulário eletrônico. Para falar diretamente com a promotoria, o e-mail é [email protected]. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (61) 3103-7609, pelo WhatsApp (61) 3103-7616 e também na sede da Central do Idoso, localizada no andar térreo do Fórum de Brasília. O atendimento ocorre das 12h às 19h.

Central do Idoso

A CJI é um projeto pioneiro do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) que oferece atendimento integrado à pessoa idosa que tenha seus direitos ameaçados ou violados e que necessite de orientação e atendimento. A central também desenvolve campanhas educativas, realiza e fomenta pesquisas, estatísticas, seminários e fóruns para conhecer e avaliar a situação da pessoa idosa no Distrito Federal. Para saber mais sobre a CJI, clique aqui.

Atualizado em 15/06/2023 – 08:13.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana