Curta nossa página

Entrada franca

Mostra Novo Cinema Dominicano chega ao Cine Brasília

Redação
Sambá/Divulgação


Em sua terceira edição, a mostra Novo Cinema Dominicano, uma realização da Embaixada da República Dominicana no Brasil e da Direção Geral do Cinema Dominicano, se consolida no calendário de festivais da cidade que apresentam recorte da produção cinematográfica contemporânea. De 6 a 8 de dezembro, no Cine Brasília, com entrada franca, o brasiliense terá oportunidade de ver, em primeira mão no Brasil, uma seleção de filmes recentes e premiados, alguns deles constando na lista dos melhores de todos os tempos no país.

A seleção deste ano inclui cinco títulos, entre ficções e documentários curtas e longas-metragens, produzidos a partir de 2013: os longas Sambá (2013), sucesso de público e crítica na República Dominicana, Amanhã não esquece, e Cangote, indicado ao Oscar. E ainda os curtas Sinal Vermelho e Ato de Rebeldia.

A mostra tem sessão de estreia na quinta-feira, dia 06, às 19h, com o premiado Sambá (2017), de Israel Cárdenas e Laura Amelia Guzmán. Na trama, Cisco volta para a República Dominicana após ter cumprido uma pena injusta em uma prisão norte-americana. Sua mãe alcoólatra apresenta um quadro de saúde delicado e a única forma de conseguir dinheiro é lutando no ringue de boxe.

Cinema dominicano

A produção cinematográfica da República Dominicana foi intensificada a partir de 2000, com a criação de mecanismos de incentivo. Hoje, é um dos instrumentos mais férteis de divulgação do país e importante veículo de construção da identidade cultural do povo dominicano. O cinema da ilha – que integra o arquipélago das Grandes Antilhas, no Caribe -, é caracterizado por ser independente e tratar com frequência de temas sociais. Embora o país tenha pouco mais 48.400 quilômetros quadrados e 10 milhões de habitantes, o ambiente cinematográfico conta com oito grandes festivais. São eventos como o Cine Global Dominicano, a Mostra Internacional de Cine de Santo Domingo, o Festival Internacional de Cine de Fine Arts e o Festival Internacional de Cine Independente de Santiago.

Programação

Sambá
06/12 (quinta), às 19h

Cisco volta para a República Dominicana após ter cumprido uma pena injusta em uma prisão norte-americana. Sua mãe alcoólatra apresenta um quadro de saúde delicado e a única forma de conseguir dinheiro é lutando no ringue de boxe.

  • Diretor: Israel Cárdenas e Laura Amelia Guzmán
  • Duração: 1h27 minutos
  • Ano: 2017

Ato de Rebeldia/Acto de Rebeldía
07/12 (sexta), às 20h30

Dirigido por Isabella Bretón, o curta foi baseado no poema de Gabriela Ortega e produzido por Nicole Coiscou. Ato de Rebeldia é um projeto audiovisual sobre o empoderamento das mulheres perante as pequenas agressões vivenciadas diariamente e as quais acabam sendo superadas por elas por meio de pequenos atos de rebeldia.

O curta-metragem conta com a presença de atores e influenciadores locais, entre eles: June Gómez, Marcos Mañon, Cynthia Guzmán, Lo Blanquito, Nicole Lockward, Natalia Azar, Lauren Bowcutt, Paloma de la Cruz, Lola Lora, Paloma Richiez, Pamel Mancebo, Carlos Durán, Sergio Echenique, Marina Frías, JJ Sánchez, y Kat Montes.

  • Diretor: Isabella Bretón
  • Duração: 9’47”
  • Ano: 2017

Amanhã não esquece/Mañana no te olvides
07/12 (sexta), às 20h30

Um adolescente com Síndrome de Down e seu avô diagnosticado com a doença de Alzheimer acabam fortalecendo sua relação, permitindo-lhes fugir das hostilidades diárias e sair em busca da felicidade.

Quando sua esposa falece, Roberto se vê morando com seu neto Jan, o que origina a aproximação mútua e o descobrimento de muitas coisas em comum, como os sonhos que desejam realizar e que juntos conseguiram torna-los realidade.

  • Diretor: José Enrique “Pinky” Pintor
  • Duração: 1h50 minutos
  • Ano: 2017

Sinal Vermelho/Luz Roja
08/12 (sábado), às 20h30

O curta-metragem apresenta a realidade dos meninos de rua.

  • Diretor: Lucas Estrella
  • Duração: 9’52”
  • Ano: 2013

Cangote/Cocote
08/12 (sábado), às 20h30

Alberto é um jardineiro evangélico que retorna ao seu povoado natal para assistir ao enterro de seu pai, quem foi assassinado por um importante homem da região. Para se despedir do morto, terá que participar de cultos religiosos diferentes de suas crenças e vontade.

  • Diretor: Nelson Carlo de Los Santos Arias
  • Duração: 1h46 minutos
  • Ano: 2017
Publicidade

Programe-se

JK Shopping tem programação especial para confraternizações

Redação

em

Publicado por

Shutterstock

O ano está acabando e o clima de confraternização já tomou conta da cidade. É hora de reunir os amigos, trocar presentes e se preparar para o ano que está por vir. O Happy Hour do JK Shopping tem tudo a ver com confraternizações. Não há nada melhor que encontrar com os amigos, curtir uma música boa e ainda desfrutar de opções gastronômicas que são de deixar qualquer um com água na boca.

Para os grupos que preferem confraternizar de forma bem animada e com uma programação musical, a boa pedida é o Happy Hour, que acontece todas as terças-feiras e quartas-feiras, a partir das 20h, na praça de alimentação. Nesse mês de dezembro tem sertanejo, rock nacional, mpb, samba, pagode e muito mais.

Para aqueles que buscam também uma experiência gastronômica prazerosa, sem gastar demais, é possível. A praça de alimentação conta com mais de 30 opções para todos os gostos e bolsos, desde petiscos, comida oriental, italiana, a até frutos do mar. E claro, os fast-foods mais amados pelos brasilienses e as famosas torres de chopp para não faltar aquele brinde especial.

Entrando no clima da troca de presentes, o JK Shopping chega com uma novidade que vai facilitar a vida de quem for realizar a tradicional brincadeira do Amigo Oculto, afinal juntar toda a galera para fazer o sorteio não é uma tarefa muito fácil. Uma plataforma no site do mall oferece um serviço exclusivo onde é possível cadastrar todos os nomes dos participantes, sortear o amigo oculto, e ainda disponibilizar e consultar sugestões de presentes. Legal, né? Para participar basta se cadastrar no site do shopping e acessar tudo de onde quiser.

Programação musical

Horário: 20h às 22h
Local: Praça de alimentação do JK Shopping
Entrada: Franca
Classificação: Livre

  • 12/12 – Priscila Bastos
  • 18/12 – Márcio Oliverr e Maikel Franco
  • 19/12 – Léo Ribeiro
  • 26/12 – Roniel Junior
Continuar lendo

Programe-se

Jardim Botânico expõe quadros com materiais do Cerrado

Redação

em

Publicado por

Andre Borges/Agência Brasília

Quadros feitos com materiais do Cerrado estão expostos no Centro de Visitantes do Jardim Botânico de Brasília até 16 de dezembro.

A mostra é do artista plástico Gilberto Mello, de 92 anos, que também usa folha de bananeira e casca de coco para fazer mosaicos com o desenho de São Francisco de Assis.

Por ser agrônomo, Mello aproveita a biodiversidade brasiliense como inspiração para os quadros com a representação do santo.

Além dessas obras, o expositor apresenta cartões de Natal com a mesma temática.

O Jardim Botânico fica aberto de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas.  A entrada custa R$ 5 por pessoa. Crianças de até 12 anos, idosos (acima de 60 anos) e pessoas com deficiência são isentos.

Das 7 às 8h50, é permitida somente o acesso de pedestres e de ciclistas, sem cobrança de ingressos.

Continuar lendo

Programe-se

Réveillon de Brasília terá Ilê Aiyê, Naiara Azevedo e Emicida

Redação

em

Publicado por

Iwi Onodera

O Réveillon Brasília 2019 preservará a característica das últimas edições, a de evento popular marcado pela diversidade cultural. Entre as atrações previstas estão o Ilê Aiyê, o mais antigo bloco afro do carnaval de Salvador, a cantora Naiara Azevedo e o rapper paulista Emicida.

A festa começa às 18 horas do dia 31 de dezembro, com shows de artistas locais, no palco armado no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha. Nesse espaço também se apresentarão a cantora sertaneja Naiara Azevedo e o rapper paulista Emicida.

Na Prainha dos Orixás, outro tradicional ponto de celebração de virada, a programação terá início às 20 horas e desfecho a partir de 0h30, com a apresentação do Ilê Ayê, primeiro bloco afro-carnavalesco do País, em atividade há quatro décadas.

Em ambos os palcos, o Réveillon de Brasília contará com apresentações de quatro artistas e dois DJs locais.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana