Curta nossa página

Diversão & Arte

Guará recebe exposição em homenagem ao rock de Brasília

em

Luciana Ribeiro

A exposição Temos Nosso Próprio Tempo é um projeto de exibição de acervo do museu da música do Guará. A apresentação do material envolve música, fotografia e vídeo arte. A ideia principal do projeto é retratar a história do rock de Brasília, através das experiências e do acervo coletado ao longo de vinte anos por Ricardo Retz. Entre flyers, cartazes de show, fitas piratas, demos, Lps, Cds, Set lists e fanzines a coleção faz um resgate da memória musical do rock de Brasília.

O curador da exposição é Ricardo Retz, 46, talvez o maior entusiasta do rock e produtor cultural de Brasília. No início dos anos 90, Ricardo começou a trabalhar em uma empresa de reciclagem. Ao encontrar muitos discos no lixo, Ricardo que já colecionava vinis, teve a ideia de coletar os Lps e ao mesmo tempo resgatar a cultura. Dessa forma, recolhendo vinis descartados nas ruas, ou até mesmo pedindo de porta em porta, sua coleção foi sendo construída. Além de idealizador do Museu da Música, Ricardo Retz é conselheiro regional de cultura do Guará, DJ e produtor cultural.

Atualmente, o acervo do Museu da Música de Ricardo Retz, possui um vasto catálogo não só de cartazes e flyers de seus próprios eventos, mas uma rica coleção de gravações piratas, recortes de jornais e revistas. E ainda, mais de 7 mil vinis, 2 mil fitas cassetes, 1.500 compactos, 500 VHS, figurinhas e recortes de publicações relacionadas à música, set list dos diversos shows que assistiu, ingressos, credenciais, cartazes, panfletos, além de vários tocadores.

Contemplado pelo Fundo de Apoio à Cultura – FAC, Secretaria de Cultura e Governo do Distrito Federal, a exposição (entrada franca) acontecerá do dia 16 de maio a 14 de junho, das 10h às 20h, na Casa da Cultura, QE 25, Guará II. Durante o período da exposição haverá dois shows, o de abertura, no dia 19 de maio, com as bandas: Felipe K, Alínea 11, Dog Savanna e Raro Kerer. E o de fechamento com as bandas: C. Cia, Helen Dieb, Macarius Fusion e Kalibre.

Continuar lendo
Publicidade

Diversão & Arte

JK Shopping recebe motociclistas para o Ceilândia Moto Rock

em

Publicado por

Telmo Ximenes

Nos dias 26 e 27 de maio, das 14h às 20h, o JK Shopping será palco de mais uma edição do Ceilândia Moto Rock. O evento, que começou há 11 anos, já virou tradição na cidade e espera receber cerca de 500 motociclistas, apenas no primeiro dia. Por lá, o público poderá conferir, de perto, triciclos incríveis e motos como Harley-Davidson, Shadow, Boulevard, além de diversos modelos esportivos. E para deixar a tarde ainda mais descontraída e animada, durante os dois dias, oito bandas prometem agitar o encontro. Os veículos estarão reunidos no piso L1 do centro comercial e todas as atrações serão gratuitas.

“O nosso objetivo com esse evento é promover de maneira positiva a cidade de Ceilândia, proporcionar para a comunidade um momento de lazer, e atrair o público de outras regiões, é claro. O JK Shopping é o lugar ideal para isso, a estrutura é ótima e somos sempre muito bem recebidos”, afirma Everaldo Solto, idealizador do Ceilândia Moto Rock e presidente do Moto Eventos.

Shows – Para começar a embalar o encontro, sábado, 26/05, a partir das 14h, a banda Capital Pop sobe ao palco com o melhor do Pop Rock. Nascido em Ceilândia, o grupo é comporto por 5 integrantes. Levam no repertório grandes sucessos do pop e da MPB dos anos 80. As 16h, é a vez da Base Brasil, a banda também vai se inspirar em grandes clássicos do pop rock nacional como Paralamas do Sucesso, Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii e RPM. Em seguida, as 18h, tem mais música com o CF 36 Rock Alternativo. Composto por 4 integrantes, o grupo que já está na estrada desde 2010, apresenta um show mesclando grandes nomes do rock nacional e internacional como Creedence, Pink Floyd, U2, Matanza, Raul Seixas, entre outros. E para encerrar a noite do primeiro dia, a banda Anjos Lendários, formada por três integrantes, promete roubar a cena com mais rock.

No domingo, 27/05, os shows continuam. Para começar, às 14h, a banda Sem Fuga, formada por Lucinho, Claudécio, Érick e Elffus, apresenta ao público sucessos de Plebe Rude, Detrito Federal, Raimundos entre outros. Às 16h é a vez do Baú Revirado trazer o melhor do grande Raul Seixas. A festa continua com a banda Super Plana que se apresenta a partir das 18h, eles trazem na bagagem influências de estilos como indie, rock, blues, pop, folk e MPB.  E para encerrar a noite, o cantor B-é de Melo toca Raul.

Confira a programação:

Data: 26/05 – Sábado

  • 14h – Banda Capital Pop
  • 16h – Banda Base Brasil
  • 18h – CF 36 Rock Alternativo
  • 20h – Anjos Lendários

Data: 27/05 – Domingo

  • 14h – Sem Fuga
  • 16h – Baú Revirado
  • 18h – Super Plana
  • 20h – B-é de Melo

Continuar lendo

Diversão & Arte

CineCosplay homenageia o Dia do Orgulho Nerd, no Pier 21

em

Publicado por

Élvio Mário de Pádua

Concurso de cosplay, feira geek, apresentações musicais e uma programação voltada para a cultura. Após três edições de sucesso, a capital federal receberá a 4ª edição do CineCosplay. Em comemoração ao Dia do Orgulho Nerd – celebrado em 25/05 -, o evento vai ocupar desta vez o shopping Pier 21 (Setor de Clubes Esportivos Sul Trecho 2) nos dias 25 e 26 de maio, sexta-feira e sábado, das 14h às 22h.

A programação será intensa. O momento é de se vestir como seu personagem preferido. Pelos corredores do shopping, além de se deparar com os cosplayers, o público poderá comprar camisetas personalizadas, quadros de personagens, objetos, adereços, quadrinhos, animes e filmes. Além de prestigiar o trabalho de quadrinistas locais no Artist’s Alley. Há, ainda, uma exposição com cosplays.

No sábado (26/05), acontecerá o tradicional concurso. Cerca de 30 participantes com cosplay de algum personagem de um filme irão desfilar e se apresentar num palco montado no shopping. Eles serão julgados por uma equipe de jurados da Central Cosplay e do site Cine61 – Cinema Fora do Comum, ambos produtores do evento. A premiação para o primeiro colocado será de R$ 500 e brindes. O segundo e terceiro lugar também serão presenteados com surpresinhas. Este ano, os vale-compras serão da gelateria Stonia Ice Creamland, Donburi Cozinha Nikkei e Espaço Haru. O troféu para o primeiro lugar, elaborado especialmente para o evento, é uma cortesia da Treco. Menores de 12 anos não podem participar do concurso. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.centralcosplay.com. O regulamento também está disponível no site www.cine61.com.br.

A programação não se restringe ao concurso. Outra grande atração do evento é a empresa Jukebox Club, com artistas que vão dançar e cantar para o público trilhas de filmes também no sábado, a partir das 16h. Há também um bate-papo sobre o espetáculo Um Reles Potter. A peça esteve em cartaz na cidade e homenageou o bruxinho mais famoso do mundo: Harry Potter. Uma boa pedida para se aprofundar na história do personagem.

E como o cinema não podia estar de fora, no sábado, a partir das 15h, está marcado o bate-papo Cine61 apresenta: Quadrinhos e cinema, com Saulo Cruz. O fotógrafo e ilustrador mostrará storyboards e como cenas de filmes foram pensadas antes da filmagem.

O CineCosplay é promovido e produzido pelo site Cine61 – Cinema Fora do Comum e pela Central Cosplay. Idealizado pelo jornalista Michel Toronaga, responsável pela plataforma de cinema, e pelo publicitário Gustavo Almeida, coordenador da Central Cosplay, o evento existe desde 2011 com o intuito de mesclar duas culturas que se entrelaçam. “Eu e Michel quisemos juntar o cinema com os cosplayers. Até mesmo porque o cinema está ligado ao mundo geek. Então, porque não fazer disto uma ação conjunta? Foi assim que nasceu o CineCosplay”, coloca Gustavo. “O cosplay é uma forma dos fãs homenagearem seus personagens favoritos. O CineCosplay ofecere uma experiência mágica para o público. É como se os personagens da ficção se tornassem de carne e osso”, completa Toronaga.

De 2011 para cá, a edição ganhou fôlego. Em julho do ano passado era esperado um público de 50 pessoas na Fnac. No entanto, mais de 200 pessoas passaram para conferir o o concurso. “Este ano vai ser a maior edição do evento, trazendo boa parte dos cosplayers da cidade”, adianta Laís de Oliveira, administradora da Central Cosplay.

Quem não tiver roupa de cosplay poderá se vestir por lá. Haverá adereços e roupas de personagens para o público usar, entrar no clima seus personagens amados da cultura pop e do cinema. As fotos serão disponibilizadas gratuitamente na internet. No sábado, o Cine61 também distribuirá brindes e cortesias de cinema durante todo o evento em brincadeiras e desafios comandados por Miron de Lelis, mestre de cerimônias do site.

Continuar lendo

Diversão & Arte

Câmara Legislativa expõe obras de Antônio Eustáquio, pintor naïf

em

Publicado por

Silvio Abdon/CLDF

Com obras no acervo de importantes coleções de arte naïf – palavra francesa que significa “ingênuo”, relacionada à produção de artistas autodidatas – e com uma trajetória que inclui participação na consagrada Bienal Naïfs do Brasil, realizada pelo Sesc São Paulo, o artista Antônio Eustáquio está em cartaz, na Câmara Legislativa do DF.

São mais de 40 trabalhos, de tamanhos variados, que apresentam as duas principais vertentes do pintor, entre o ingênuo e o imaginário. O artista tem predileção por temas religiosos, atrelados ao imaginário popular. Também há trabalhos nos quais ele deixa a inspiração fluir – que se inclui na classificação de outsider art, mas onde a figuração também é uma constante. Ligando as duas, as cores fortes que aparecem como uma marca.

A obra do artista já recebeu o reconhecimento de críticos e artistas renomados, como é o caso de Carlos Bracher, que o reconhece como possuidor de um “inato talento”. Para o professor Augusto Luitgards, curador da exposição, ele consegue manter, nas duas vertentes, “a originalidade, que distingue os bons artistas”.

Trajetória – Nascido em Raul Soares (MG), Antônio Eustáquio de Jesus foi criado em Mariana, onde teve contato com variados estilos. Desde cedo, convivia com a arte local. Em meados da década de 1980, mudou-se para o litoral capixaba, onde ensaiou trabalhos com o uso de materiais recolhidos do litoral. Retornou a Minas Gerais, passando a viver em Belo Horizonte, onde começou a pintar e voltou a conviver com artistas. Atualmente, reside no DF.

Já expôs, entre outros, na Casa dos Contos, em Ouro Preto (MG); no Sesc – Belo Horizonte; no Casarão Centro Cultural Nhô-Quim Drummond, em Sete Lagoas (MG) e integrou coletiva na Casa Thomas Jefferson, em Brasília. Agora, traz à CLDF “Sem medo de se expressar – a arte inquieta de Antônio Eustáquio”, que será aberta hoje, às 19 horas, e permanece até o dia 14 de junho próximo.

Consolidação – A mostra é uma iniciativa do Conselho Curador de Cultura da Câmara Legislativa do Distrito Federal, que comemora a consolidação do foyer do plenário da Casa, como um espaço cultural. “Diversos eventos artísticos e culturais vêm sendo realizados no local e o número de solicitações para ocupá-lo só aumenta”, comenta a presidente do colegiado, Jane Marrocos.

Nos últimos anos, o espaço recebeu importantes exposições de artistas como Athos Bulcão, Galeno e Rubem Valentim, além de mostras históricas como a recém-encerrada “Construtores de Brasília 1759-1960”, concebida pelo Sesc – Distrito Federal, em homenagem aos 55 anos da Capital.

Sem medo de se expressar – a arte inquieta de Antônio Eustáquio

Local: Foyer do Plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal
Visitação: até 14 de junho
Horários: de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h
Classificação indicativa: livre para todos os públicos
Entrada franca

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade