Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Novo decreto

GDF manda fechar comércio e prorroga a suspensão de aulas

Redação

Publicado

Foto/Imagem: Divulgação


Segue a gente no
Google News

Com a escalada do número de pacientes infectados com a Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus, o Governo do Distrito Federal teve que tomar novas medidas para tentar conter o avanço da pandemia na capital federal. Novo decreto amplia para o dia 5 de abril o fechamento de escolas, academias e estabelecimentos comerciais.

Terão de fechar as portas cinema, teatro, faculdades e escolas públicas e privadas, academias, museus, zoológico, parques ecológicos, recreativos, urbanos e vivenciais.

O novo decreto ampliou também a relação dos estabelecimentos que deverão fechar. Boates, casas noturnas, feiras populares, clubes, shoppings centers, cultos e missas de qualquer credo ou religião, salões de beleza e centros estéticos também são obrigados a suspender suas atividades.

Ficam autorizados a funcionar somente laboratórios, clínicas de saúde, farmácias, mercados, padarias e serviços de entrega em domicílio (delivery). Já o atendimento ao público em todas as agências bancárias e cooperativas de crédito no Distrito Federal será feito de forma parcial. De acordo com o decreto, as instituições bancárias públicas e privadas deverão conceder atendimento a pessoas com doenças graves.

O número de casos de pacientes infectados com a doença dobrou em menos de um dia no Distrito Federal. Eram 36 casos confirmados e, até o fechamento desta reportagem, esse número passou para 84.

Publicidade

Participe da Enquete

Como você avalia o mandato do governador Ibaneis Rocha (MDB)?



ver resultados

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2015-2020 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense