Curta nossa página

Instituto do Coração Smidt

Entenda como sinais de parada cardíaca podem surgir até 24h antes

Publicado

infartos em jovens
Foto/Imagem: Freepik


A parada cardíaca é uma condição séria que pode ocorrer de forma súbita e sem aviso prévio. Embora seja abrupta, a parada cardíaca pode apresentar sintomas indicativos até 24 horas antes de ocorrer, conforme descobriram pesquisadores do Instituto do Coração Smidt, no Centro Médico Cedars-Sinai, nos Estados Unidos.



Segundo o cardiologista do Instituto do Coração de Taguatinga (ICTCor), Ernesto Osterne, a parada cardíaca geralmente é causada por uma arritmia grave que coloca o indivíduo em risco de vida. Ele destaca que o quadro pode ser reversível ou não, dependendo da experiência dos profissionais de saúde que realizam o primeiro atendimento e da rapidez do socorro.

“É importante entender que a parada cardíaca é a interrupção súbita dos batimentos cardíacos, normalmente causada por arritmias graves, exigindo intervenção imediata como RCP e desfibrilação. Essa é uma condição de emergência médica crítica, mas que tem causas e abordagens terapêuticas distintas”, esclarece Osterne.

De acordo com o especialista, a parada cardíaca costuma não apresentar sintomas quando é causada por doenças estruturais em indivíduos mais jovens entre 15 e 29 anos de idade. Ele observa que, nesses casos específicos, o problema geralmente ocorre durante esforço físico intenso, seguido de arritmia e morte súbita.

Por outro lado, a parada cardíaca decorrente de doença aterosclerótica, que é quando existe o acúmulo de placas de colesterol nas paredes das artérias, o que causa obstrução do fluxo sanguíneo, essa sim pode apresentar alguns sinais. O principal sintoma é a angina, também conhecida como pré-infarto, que se manifesta como uma dor torácica intensa.

O médico destaca que a angina pode se manifestar como um desconforto no lado esquerdo do peito e até mesmo na região do estômago, podendo irradiar para o braço esquerdo, ambos os braços e pescoço. Isso é o que chamamos de angina, um sinal de alerta para o infarto.

Os pesquisadores do Instituto do Coração Smidt, no Centro Médico Cedars-Sinai, nos Estados Unidos, também destacam que os sintomas são diferentes entre homens e mulheres. Enquanto os homens geralmente sentem dor no peito, as mulheres podem apresentar falta de ar. No entanto, ambos os sexos podem experimentar sintomas como palpitações, atividades semelhantes a convulsões e sintomas semelhantes aos da gripe até 24 horas antes da parada.

Osterne conclui enfatizando que 90% das paradas cardíacas ocorrem fora do hospital, resultando em morte. Ele ressalta a importância de reconhecer os sintomas de alerta para realizar uma triagem eficaz e acionar o serviço de emergência precocemente, o que pode levar à intervenção e prevenção da morte iminente.

É importante lembrar que as doenças cardíacas são responsáveis por quase um terço das mortes no Brasil, sendo o estilo de vida um dos fatores de risco. Atualmente, cerca de 14 milhões de brasileiros sofrem de alguma doença cardiovascular, conforme dados do Ministério da Saúde.

Atualizado em 24/05/2024 – 07:12.

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas da Semana