Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Saqqara

Egito descobre mais 100 sarcófagos selados e 40 estátuas de 2.500 anos

Publicado

Foto/Imagem: Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito


O Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito anunciou a descoberta de 100 sarcófagos selados e 40 estátuas no sítio arqueológico de Saqqara.

Os sarcófagos coloridos e selados, com mais de 2.500 anos, foram retirados de três diferentes poços da necrópole Pharaonic.

“Saqqara é tão importante quanto as Pirâmides de Gizé, pois abriga a primeira pirâmide em degraus do mundo”, afirmou El Enany, ressaltando ao jornal Egypt Today que este é o terceiro ano em que o Egito anuncia descobertas arqueológicas na região.

Os arqueólogos descobriram uma múmia bem conservada embrulhada em tecido e, mais tarde, fizeram um raio X para identificar sua idade, sexo e a forma como foi conservada.

Os sarcófagos recém-descobertos estão em boas condições e nunca tinham sido abertos. Eles foram feitos paras sacerdotes da 26ª Dinastia e figuras importantes do país.

No mesmo local, foram descobertas diversas estátuas de madeira e máscaras coloridas e douradas.

Desde setembro, especialistas em antiguidades encontraram cerca de 140 sarcófagos selados, apresentando múmias dentro de quase todos eles.

O sítio de Saqqara faz parte da necrópole localizada na antiga capital do Egito, Memphis, que inclui as famosas Pirâmides de Gizé.

As autoridades egípcias colocaram em exposição descobertas arqueológicas na esperança de impulsionar a indústria turística do país, que foi duramente atingida pela revolta de 2011, que resultou na remoção de Hosni Mubarak, e pela pandemia da Covid-19 neste ano.

Publicidade
Comentários

Revista Cell

Cientistas descobrem novos coronavírus aparentados com o vírus da Covid-19

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Tiago Queiroz/Estadão

Uma equipe internacional de cientistas descobriu em morcegos na China quatro novos coronavírus geneticamente aparentados com o SARS-CoV-2, informa um estudo publicado na revista Cell.

Os pesquisadores analisaram mais de 400 amostras de morcegos coletadas entre maio de 2019 e novembro de 2020 na província chinesa de Yunnan, que tem fronteira com Mianmar, Laos e Vietnã.

Foram estabelecidos 24 genomas completos de coronavírus, incluindo quatro novos genomas relacionados com o SARS-CoV-2 e três com uma relação de parentesco com o vírus causador da Covid-19.

Dos quatro coronavírus aparentados com o SARS-CoV-2, um deles, denominado de RpYN06, proveniente da espécie de morcego Rhinolophus pusillus, era o mais próximo do causador da Covid-19, embora possua um gene de espigão mais divergente. Os outros três têm um gene de espigão diferente, com fraca capacidade de se unir ao receptor hACE2, que permite a entrada do vírus na célula.

As espécies de morcegos que foram analisadas nesta pesquisa científica são comuns no Sul da China, Vietnã, Laos e outros países do Sudeste Asiático.

Recentemente um estudo conjunto da OMS e China estabeleceu que a transmissão da Covid-19 de morcegos para humanos através de outro animal é o cenário mais provável e que a hipótese de vazamento de laboratório é “extremamente improvável”.

Continuar lendo

JAMA

Vacina da Pfizer reduz em 51% chance de infecção por Covid após 1ª dose

Publicado

Por

Redação
Foto/Imagem: Jakub Porzycki

Um estudo feito pela Escola de Saúde Pública da Universidade de Tel Aviv, em Israel, com mais de 500 mil pessoas, concluiu que a vacina da Pfizer reduz entre 51% e 54% os casos de Covid-19 sintomáticos e assintomáticos, após a aplicação da primeira dose.

A pesquisa foi dividia em duas partes, dos primeiros 12 dias após a aplicação do imunizante e depois do 13º ao 24º dia. A segunda dose não foi levada em conta para o levantamento.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o nível mínimo aceitável de eficácia para uso emergencial de uma vacina contra a Covid-19 é de 50%. A vacina da Pfizer seria considerada suficiente para proteger a população a partir da primeira aplicação. Estudos realizados anteriormente comprovaram que esse imunizante tem eficácia de 91% após as duas doses.

Continuar lendo
Publicidade
Publicidade

Copyright © 2015-2021 AVB - AO VIVO DE BRASÍLIA - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 28.568.221/0001-80 - Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços de notícias de agências nacionais e internacionais, assessorias de imprensa e colaboradores independentes. #GenuinamenteBrasiliense